• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2009.tde-03072009-110530
Documento
Autor
Nome completo
Melaine de Almeida Lawall
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Taveira, Luis Antônio de Assis (Presidente)
Damante, José Humberto
Massucato, Elaine Maria Sgavioli
Onofre, Mirian Aparecida
Soubhia, Ana Maria Pires
Título em português
Estudo retrospectivo de tumores odontogênicos em dois centros de estudo no Brasil e três no México
Palavras-chave em português
Classificação OMS
Prevalência
Tumor odontogênico
Resumo em português
Os tumores odontogênicos compõem um grupo de lesões incomuns, porém interessantes, que se forma a partir dos tecidos que dão origem aos dentes. Esses tumores vêm sendo estudados há décadas por patologistas e cirurgiões que buscam entender seus mecanismos de formação e desenvolvimento, assim como desenvolver técnicas adequadas de tratamento. Inúmeras foram as tentativas realizadas até hoje para classificar esses tumores odontogênicos, sendo a última a nova Classificação de Tumores Odontogênicos da Organização Mundial da Saúde, publicada em 2005. Assim sendo, este trabalho teve por objetivo determinar a prevalência dos tumores odontogênicos diagnosticados nos Serviços de Anatomia Patológica das Faculdades de Odontologia de Bauru (USP) e de Araçatuba (UNESP) no Brasil, e das Faculdades de Odontologia da UNAM, da UAM-X e do Laboratório privado Peribact no México, compará-las e definir um perfil da ocorrência desses tumores nessas instituições e países seguindo essa nova classificação. Todos os casos diagnosticados como tumores e cistos odontogênicos passíveis de reanálise diagnóstica foram selecionados dos arquivos dessas instituições. Os dados demográficos e os aspectos clínicos de cada lesão foram obtidos a partir dos laudos e das fichas de requisição de exame anatomopatológico e as lâminas examinadas por um avaliador. Os resultados demonstraram que a inclusão do queratocisto no grupo de tumores provocou uma alteração significante na prevalência dessas lesões. O tumor odontogênico queratocístico foi a lesão mais prevalente, seguida pelo odontoma, ameloblastoma e mixoma no Brasil e no México. Quanto aos dados demográficos e localização, nossos achados corroboram com aqueles descritos na maior parte dos trabalhos realizados em todo o mundo, com diferenças pontuais em países como a China. Entretanto, a falta de maiores conhecimentos biomoleculares e genéticos dificulta a compreensão dessas diferenças.
Palavras-chave em inglês
Odontogenic tumor
Prevalence
WHO classification
Resumo em inglês
Odontogenic tumors constitute a group of uncommon and particularly interesting lesions, arising from the odontogenic tissues. These tumors have been studied for decades by pathologists and surgeons seeking understand the mechanisms of formation and development, and trying to develop appropriate techniques of treatment. Many were the attempts made so far to classify these odontogenic tumors, the most recent being the new classification of odontogenic tumor of the World Health Organization, published in 2005. Therefore, this study aimed to determine the prevalence of odontogenic tumors diagnosed in five centers of diagnostic pathology: Laboratory of Oral Pathology, Faculty of Dentistry of Bauru USP; Laboratory of Oral Pathology, Faculty of Dentistry of Araçatuba UNESP, in Brazil; and Department of Oral Pathology, Faculty of Dentistry UNAM; Laboratory of Oral Pathology, Faculty of Dentistry of UAM-Xochimilco and Peribact Laboratory, a private laboratory of oral pathology, in Mexico; compare them and develop a profile of the occurrence of these tumors in these institutions and countries, following this new classification. All cases diagnosed as odontogenic cysts and tumors were selected for diagnostic review. The demographic and clinical features were obtained from the records when available. The cases were re-evaluated, and the diagnosis in each case was confirmed or modified when necessary. The results showed that the inclusion of keratocyst in the group of tumors caused a significant change in the prevalence of these lesions. The keratocyst odontogenic tumor was the most prevalent lesion, followed by odontoma, ameloblastoma and myxoma in Brazil and Mexico. Our findings corroborate with those reported arround the world, with occasional differences in countries, such as China. However, the lack of molecular and genetic knowledge precludes a better comprehension of these differences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-07-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.