• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2009.tde-27052009-152206
Documento
Autor
Nome completo
Aline Dantas Diógenes Saldanha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Conti, Paulo Cesar Rodrigues (Presidente)
Neppelenbroek, Karin Hermana
Wilhelmsen, Niels Salles Willo
Título em português
Associação entre o zumbido subjetivo, sinais e sintomas de disfunção temporomandibular e hábitos parafuncionais orais: um estudo transversal
Palavras-chave em português
Apertamento dentário
Bruxismo do sono
Disfunção temporomandibular
Escala de análise visual
Limiar
Resumo em português
Este trabalho objetivou avaliar a prevalência de subgrupos da Disfunção Temporomandibular (DTM) e hábitos parafuncionais orais em indivíduos portadores de zumbido subjetivo, sendo comparados com indivíduos sem zumbido. Duzentos indivíduos, de ambos os gêneros, com idade entre 18 a 60 anos, participaram do estudo. Inicialmente, foram subdivididos, com auxílio do exame otorrinolaringológico, em grupo experimental (n=100), indivíduos portadores de zumbido subjetivo, e grupo controle (n=100), voluntários sem qualquer queixa de zumbido. A análise da prevalência de DTM, bem como o estudo dos seus sinais e sintomas, foi feita segundo os critérios de diagnóstico Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD). O Limiar de Dor à Pressão (LDP) dos músculos masseter e temporais (anterior, médio e posterior) foram medidos bilateralmente, por meio de um algômetro KRATOS®, e a dor subjetiva pela Escala de Análise Visual (EAV). O estudo da presença dos hábitos parafuncionais orais, apertamento dentário diurno e bruxismo do sono, foi feito através do auto-relato e da aplicação de exame clínico de bruxismo, respectivamente. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (Testes Qui-Quadrado, t de Student e Mann-Whitney e Coeficiente de Correlação de Spearman), em um nível de significância de 5%. Foi encontrada uma maior prevalência de DTM no grupo experimental quando comparado ao grupo controle (p<0,05). De uma maneira geral, os sinais e sintomas de DTM avaliados foram mais prevalentes no grupo experimental em comparação ao grupo controle, como a presença de dor à palpação na ATM e de ruídos articulares na abertura bucal, maior tempo de dor e maior grau de severidade de dor crônica. O resultado médio da EAV encontrado foi estatisticamente maior no grupo experimental (p<0,05), contudo os LDPs não apresentaram diferença significativa entre os grupos. A análise dos hábitos parafuncionais mostrou diferença estatisticamentente significativa da presença de bruxismo noturno entre os grupos, sendo mais prevalente no grupo experimental (p<0,05). Houve uma correlação positiva estatisticamente significativa entre a severidade do zumbido e a severidade da dor crônica (p<0,05) e entre o tempo de zumbido e o tempo de dor (p<0,05). Conclui-se que parece existir uma forte correlação entre os sinais e sintomas da DTM e o zumbido de caráter subjetivo.
Título em inglês
Association between subjective tinnitus, TMD signs and symptoms and oral parafunctional habits: a croos-sectional study.
Palavras-chave em inglês
Pressure pain threshold
Sleep bruxism
Temporomandibular disorders
Tinnitus
Resumo em inglês
The aim of this study was to study the prevalence of Temporomandibular Disorders (TMD) subgroups and oral parafunctional habits, daytime clenching and sleep bruxism, in patients with subjective tinnitus when compared to a group of asymptomatic volunteers. Two hundred patients (ages between 18-60 years-old) participated in this study, divided into two groups, according to the presence (experimental) or not (comparison) of subjective tinnitus. According to the RDC/TMD criteria, the subgroups were determined. The Pain Pressure Threshold (PPT) values of masseter and temporalis (anterior, middle, and posterior regions) muscles were recorded bilaterally with an algometer and a visual analog scale (VAS) was used to address subjective pain. The severity of the TMD was determined by using an anamnestic questionnaire while a self-reported questionnaire detected parafuncional habits. Data were submitted to statistical analysis (Chi-square, t Student, Mann-Whitney and Spearmans Correlation), at a 5% significance level. The prevalence of signs and symptoms of TMD was significantly associated with the presence of tinnitus (p.001). The three most prevalent TMD subgroups in tinnitus patients (p<.05) were myofascial pain with temporomandibular joint (TMJ) internal derangement (39%), disc displacement with reduction (44,33%) and arthralgy (53,54%). The PPT values were lower (p>.05) while VAS was statistically higher (p<.05) for tinnitus patients. The severity of TMD was associated with tinnitus (p0.001). Both, the report of sleep bruxism (58%), as well as of daytime clenching (60%) were found more frequently in tinnitus patients. Significant difference, however, was detected only for the report of bruxism (p<.05). These results suggest that an association exists between TMD and subjective tinnitus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-06-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • HILGENBERG, P. B., et al. Temporomandibular disorders, otologic symptoms and depression levels in tinnitus patients [doi:10.1111/j.1365-2842.2011.02266.x]. Journal of Oral Rehabilitation [online], 2012, vol. no, p. no-no.
  • SALDANHA, A.D.D., et al. Are Temporomandibular Disorders and Tinnitus associated?. Cranio. Journal of Craniomandibular Practice [online], 2012, vol. 30, p. 298410396. Available from: http://cranio.com/volume30/issue3/are-temporomandibular-disorders-and-tinnitus-associated/.
  • HILGENBERG, P. B., et al. The influence of tinnitus in Oral Health Quality and pain levels in patients with Temporomandibular Disorders. In 32nd Scientific Meeting on TMD and Orofacial Pain, Los Angeles, 2008. FINAL PROGRAM., 2008. Abstract.
  • SALDANHA, A. D. D., et al. Relationship between TMD signs and symptoms and subjective tinnitus: a subjective (VAS) and algometer based cross-sectional study. In 5th International Conference on Orofacial Pain and TMD - ICOT, Praia do Forte - Bahia, 2009. Original Research Section., 2009. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.