• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2003.tde-26042005-092616
Documento
Autor
Nome completo
Juliano Milczewsky Scolaro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2003
Orientador
Banca examinadora
Valle, Accacio Lins do (Presidente)
Bonachela, Wellington Cardoso
Compagnoni, Marco Antonio
Francisconi, Paulo Afonso Silveira
Ribeiro, Ricardo Faria
Título em português
Estudo comparativo da resistência de união entre seis cerâmicas e quatro ligas metálicas utilizando testes de cisalhamento.
Palavras-chave em português
ligas metálicas
porcelana dentária
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi realizar uma comparação entre diversas combinações de ligas metálicas e cerâmicas utilizando testes de cisalhamento com interface plana, a fim de se determinar a resistência de união entre os materiais. Confeccionaram-se ao todo, 176 corpos de prova cilíndricos com 6,0mm de diâmetro, 6,0mm de altura de metal e 1,5mm de porcelana. Utilizaram-se ligas de ouro, paládio-prata, níquel-cromo e titânio, além de seis diferentes cerâmicas. Do total, 160 corpos de prova foram submetidos a testes de cisalhamento. Os restantes 16 corpos de prova, quatro para cada liga, foram seccionados em seu longo eixo e submetidos à microscopia eletrônica de varredura e análises EDS (difração de raiosx)para medição da camada de interface e caracterização dos elementos presentes na referida camada e definição do tipo de fratura. Os resultados mostraram que a liga de ouro apresentou os melhores resultados de resistência de união (41,66MPa), seguida pela liga de níquel-cromo (37,41MPa), paládio-prata (36,51MPa) e titânio (29,62MPa) respectivamente. Os exames de microscopia eletrônica e EDS mostraram que, para as combinações metal/porcelana que apresentaram os melhores resultados, a quantidade de porcelana aderente após os testes era maior (43% - AuPt, 37,7% - NiCr, 35,3% - PdAg) do que nas que apresentaram os piores resultados (Ti – 20,9%). O tipo de fratura foi definido como misto, uma combinação de fratura adesiva e coesiva. As combinações que apresentaram interfaces mais espessas tiveram menores resultados de resistência de união.
Resumo em inglês
The objective of this study was to compare the porcelain-to-metal bonding of various ceramic and metal combinations, using shear planar interface tests. Four alloys (gold, palladium -silver, nickel-chromium and titanium) were used to produce 176 metal patterns that were covered with six different porcelains. One hundred and sixty specimens were shear tested and the remaining sixteen were examined by EDS analisys to calculate the interface dimentions. According the results the gold alloy showed the best porcelain-to-metal bonding results (41.66Mpa), followed by palladium-silver (37.41Mpa), nickel-chromium (36.51Mpa) and titanium (29.62Mpa). The results of EDS analisys showed that the best bonding results were from the groups that had more adherent porcelain after the shear tests. The fracture type was defined as mixed, or a combination of adhesive and coesive failures. The interface was measured and the results were 37.98µm for the AuPt alloy, 31.30µm for the PdAg alloy, 39.29µm for the NiCr alloy and 87.13µm for the Ti alloy. The groups that had the largest interface (>60-70µm) showed the lowest shear bond strength results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-05-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.