• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2000.tde-18032005-100524
Documento
Autor
Nome completo
Juliano Milczewsky Scolaro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2000
Orientador
Banca examinadora
Valle, Accacio Lins do (Presidente)
Bonachela, Wellington Cardoso
Francisconi, Paulo Afonso Silveira
Título em português
Resistência de união entre três sistemas cerâmicos de uso odontológico com uma liga de paládio-prata.
Palavras-chave em português
materiais dentários
metalocerâmica-prótese parcial-fixa
Resumo em português
Avaliou-se a resistência ao cisalhamento da união metalocerâmica, de três diferentes sistemas cerâmicos de uso odontológico (Ceramco, Noritake e Vita VMK-68) aplicados sobre uma liga de paládio-prata (Pors-on 4), utilizando-se para isto, forças de compressão. Utilizando-se a metodologia descrita por CHONG; BEECH; CHEM19, modificada por BATISTA7, foram confeccionados 30 padrões metálicos divididos em três grupos de dez espécimes, sob os quais foi aplicada a cerâmica. Para a confecção dos corpos de prova, aplicação da cerâmica e realização dos testes de cisalhamento, utilizou-se uma matriz de aço inoxidável, em formato cilíndrico, com uma perfuração central de tamanho predeterminado, obtendo-se assim, corpos de prova padronizados. Após a fundição os padrões metálicos foram jateados com óxido de alumínio 50µm e levados ao forno sem vácuo a 980ºC por dez minutos para a oxidação prévia. Recolocados novamente no interior da matriz, receberam duas camadas de cerâmica opaca e duas camadas de cerâmica de corpo. Em seguida foram realizados os testes de resistência ao cisalhamento em uma máquina de tração e compressão, utilizando-se uma célula de carga de 100Kgf e velocidade de 0,5mm/min. As médias dos valores de resistência de união obtidas foram de 28,212MPa para o sistema Ceramco, 28,963MPa para o Noritake e 24,110MPa para o Vita VMK-68. Quando submetidos à análise de variância a um critério, não foram observadas diferenças estatisticamente significantes, o que nos levou à conclusão de que todos os sistemas possuem uma características de união metalocerâmica satisfatórias quando utilizados em conjunto com a liga selecionada. Além disso, os resultados são semelhantes aos descritos na literatura e se encontram além das forças necessárias para provocar a falha dos mesmos.
Título em inglês
Bond strength of three ceramic systems and a palladium-silver alloy
Resumo em inglês
The purpose of this study was to evaluate the bond strength of a palladium-silver alloy (Pors-on 4) to three ceramic systems (Ceramco, Noritake and Vita VMK-68) using shear forces at the metal-ceramic interface. The method used for the tests was that developed by CHONG, BEECH e CHEM19, modified by BATISTA7. A stainless steel cylindric matrix was used for preparation of the metal patterns, application of ceramic and to perform the shear tests. Thirty specimens were prepared consisting of a palladium-silver alloy cylinder with two layers of opaque porcelain covered by two layers of body porcelain. The shear tests were perfomed in a universal testing machine using a load cell of 100kgf at a cross head speed of 0,5mm/min. The mean shear strength values for the three ceramic systems were: 28.212MPa (Ceramco), 28.963MPa (Noritake) and 24.110MPa Vita VMK-68). No statistically significant diferences were found among the groups what led us to conclude that the three ceramic systems are suitable for use in combination with the selected alloy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JulianoScolaro.pdf (895.83 Kbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.