• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2012.tde-01112012-154626
Documento
Autor
Nome completo
Matheus Jacobina Andrade e Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2012
Orientador
Banca examinadora
Porto, Vinícius Carvalho (Presidente)
Barbosa, Debora de Barros
Neppelenbroek, Karin Hermana
Título em português
Formação de biofilme de Candida albicans na superfície de uma resina acrílica termopolimerizável tratada com polimento líquido
Palavras-chave em português
Candida albicans
Desinfecção
Polidores
Prótese total
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi quantificar a formação de biofilme de Candida albicans e avaliar a integridade da superfície de uma resina acrílica termopolimerizável tratada com os sistemas de polimento líquido Biscover LV (Bisco, Schaumburg, USA) e Surface Coat (Kuraray, Tokyo, Japan), após 30 e 90 ciclos de desinfecção química. Um total de 280 corpos de prova (10 X 10 X 2 mm) foram confeccionados, esterilizados e aleatoriamente divididos em 20 grupos (n=14), de acordo com o tipo de polimento (mecânico de 0,3 ou 3 m, Surface Coat e Biscover LV), número de ciclos testados (0, 30 e 90) e solução utilizada: Nenhuma (controle negativo), Hipoclorito de sódio 1% (experimental) e água destilada (controle positivo). Após exposição às respectivas soluções de acordo com o protocolo adotado, as amostras foram imersas em saliva artificial por 2 h para a formação da película adquirida salivar e então inoculadas com 2 mL de suspensão de C. albicans (1.107 cel/mL) para fase de adesão durante 90 min. Após esta fase, as amostras foram lavadas e imersas em TSB estéril por 24 h para crescimento do biofilme em estufa a 37ºC sob agitação. Para quantificação do biofilme, foi utilizado o método de coloração por Cristal Violeta, em 240 espécimes divididos em 20 grupos de 12 amostras cada. Esta análise foi realizada por espectrofotômetro com comprimento de onda de 595 nm para mensuração do nível de absorbância do sobrenadante obtido após a descoloração do biofilme. Para análise qualitativa da integridade da camada de polimento liquido, 2 amostras de cada grupo (uma contaminada e outra não) tiveram suas superfícies fotografadas em seis campos distintos através do microscópio eletrônico de varredura (MEV). Os resultados foram submetidos o teste paramétrico ANOVA, seguido de teste de Tukey (p<0,05). Comparando os tipos de tratamentos de superfície avaliados dentro do mesmo tempo e soluções testadas não pode-se notar diferença estatisticamente significante entre os grupos de 0,3 m e Biscover LV ou 3 m e Surface Coat quando comparados entre si. Porém quando comparados os grupos de 0,3 m e Biscover LV aos grupos de 3 m e Surface Coat, estes apresentaram diferença estatisticamente significante. A análise em MEV dos corpos de prova colonizados demostrou a presença de C. albicans na superfície do corpo de prova sob a forma de leveduras e hifas em todos os grupos, enquanto que nos não colonizados foi observada uma degradação progressiva em todos os tipos de tratamento de superfície a medida que os números de ciclos e os desafios químicos eram aumentados. Apesar disso, o grupo Biscover LV apresentou uma quantidade de biofilme formada compatível com uma superfície lisa (0,3 m), enquanto que Surface Coat apresentou quantidade de biofilme formada compatível com a superfície rugosa (3,0 m).
Título em inglês
Candida albicans biofilm formation on surface of an denture base resin treated with liquid-polish
Palavras-chave em inglês
Candida albicans
Denture
Disinfection
Liquid-polish
Resumo em inglês
The aim of this study was to quantify Candida albicans biofilm formation and evaluate the surface integrity of an denture base resin treated with liquid-polish Biscover LV (Bisco, Schaumburg, USA) and Surface Coat (Kuraray, Tokyo, Japan), after 30 and 90 cycles of chemical disinfection. A total of 280 specimens (10 x 10 x 2 mm) were prepared, sterilized and randomly divided into 20 groups (n = 14), according to the type of polishing (mechanical 0.3 or 3 m, Surface Coat and Biscover LV), number of cycles tested (0, 30, 90) and the solution used: none (negative-control), 1% sodium hypochlorite (experimental) and distilled water (positive-control). After exposure to the respective solutions according to the protocol adopted, the samples were immersed in artificial saliva for 2 h to form the acquired salivary pellicle and then inoculated with 2 mL of C. albicans (1.107 cel / mL) for 90 min to adhesion. After this, samples were washed and immersed in TSB for 24 h to biofilm growth at 37°C. For biofilm quantification, the method of crystal violet staining was used in 240 specimens, divided into 20 groups of 12 samples each. This analysis was performed by a spectrophotometer at a wavelength of 595 nm by measuring the level of supernatants absorbance obtained after the biofilms stain release. For qualitative analysis of the integrity of the liquid-polish layer, two samples from each group (one colonized and one not) had their surfaces photographed in six different fields through the scanning electron microscope (SEM). The results were submitted to ANOVA followed by Tukey's test (p<0.05). Comparing the types of surface treatments evaluated, within the same time and tested solutions, can not be noted statistically significant difference between groups of 0.3 m and Biscover LV or 3 m and Surface Coat. But when comparing the groups of 0.3 m and Biscover LV to groups of 3 mm and Surface Coat, there was a statistically significant difference. SEM analysis of the colonized specimens demonstrated the presence of C. albicans in the form of yeast and hyphae in all groups. In not colonized surfaces a progressive degradation was observed that was bigger when the number of cycles and chemical challenges were increased. Nevertheless, the group Biscover LV showed a amount of biofilm similar to a smooth surface (0.3 m), while Surface Coat presented an amount compatible with the roughened surface (3.0 m).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.