• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2008.tde-15042009-152901
Documento
Autor
Nome completo
Lívia Maria Andrade de Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pinzan, Arnaldo (Presidente)
Freitas, Karina Maria Salvatore de
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Mendonça, Marcos Rogério de
Paiva, João Batista de
Título em português
Estudo cefalométrico das estruturas esqueléticas, dentárias e tegumentares, em jovens brasileiros, leucodermas, feodermas e melanodermas, com "oclusão normal"
Palavras-chave em português
cefalometria
grupos étnicos
valores normais
Resumo em português
Atualmente, as áreas metropolitanas apresentam uma população diversificada, estabelecendo a necessidade de reconhecer que um único padrão de estética facial não é apropriado para as decisões de diagnóstico e plano de tratamento ortodôntico, para indivíduos de várias origens étnicas, que migraram para distintas regiões geográficas. Com o propósito de apresentar a importância de um padrão cefalométrico específico para os jovens brasileiros leucodermas, melanodermas e feodermas, este estudo propôs obter os valores médios de normalidade para as grandezas cefalométricas esqueléticas, dentárias e tegumentares, comparar os valores obtidos entre os grupos étnicos e verificar a presença de dimorfismo entre os gêneros. A amostra constituiu-se de 146 telerradiografias em norma lateral de indivíduos jovens brasileiros não tratados, apresentando oclusão normal, divididos em três grupos: Grupo 1- 50 indivíduos leucodermas (25 de cada gênero) com idade média de 13,17 anos; Grupo 2- 40 indivíduos feodermas (20 de cada gênero) com idade média de 13,12 anos; e Grupo 3- 56 indivíduos melanodermas (28 de cada gênero) com idade média de 13,24 anos. Para a avaliação da compatibilidade intergrupos quanto à idade e comparação dos valores das grandezas cefalométricas, utilizou-se a análise de variância (ANOVA) seguida pelo teste de Tukey. Para avaliação do dimorfismo entre os gêneros, realizou-se o teste t independente. Os melanodermas apresentaram a maior protrusão maxilar, os incisivos inferiores mais vestibularizados e os lábios superior e inferior mais proeminentes; os feodermas apresentaram valores intermediários, e os leucodermas os menores valores, com diferenças significantes entre os três grupos avaliados. Além disso, os melanodermas e feodermas, comparados aos leucodermas, apresentaram maior protrusão mandibular, um padrão de crescimento mais horizontal e os incisivos superiores mais vestibularizados e protruídos. No entanto, os melanodermas, quando comparados aos feodermas e leucodermas, demonstraram maior discrepância maxilomandibular, maior convexidade facial óssea, maior protrusão dos incisivos inferiores e o ângulo nasolabial mais agudo. Encontrou-se também, dimorfismo entre gêneros para algumas variáveis cefalométricas nos três grupos étnicos.
Título em inglês
Cephalometric study of skeletal, dental and soft tissue structures in white, black and afrocaucasian young Brazilian descents with normal occlusion
Palavras-chave em inglês
cephalometrics
ethnic groups
normal values
Resumo em inglês
Actually, metropolitan areas have diverse populations, with a need to recognize that a standard of facial esthetics might not be appropriate when making orthodontics diagnostic and treatment plans for patients from various racial and ethnic backgrounds that migrated to distinct geographic bounds. With the purpose of using a specific cephalometric standard for white, black and afrocaucasian young Brazilian descents, this study aimed to obtain mean normal values to skeletal, dental and soft tissue cephalometric variables and to compare the values obtained among the ethnic groups and to verify the presence of sexual dimorphism. The sample comprised 146 lateral cephalograms of untreated young Brazilian subjects, presenting normal occlusion, divided into three groups: Group 1- 50 White subjects (25 of each sex), at a mean age of 13.17 years; Group 2- 40 afrocaucasian descents (20 of each sex), at a mean age of 13.12 years; Group 3- 56 Black subjects (28 of each sex), at a mean age of 13.24 years. Evaluation of intergroup compatibility regarding age and comparison of values of cephalometric measurements were performed by one-way ANOVA followed by Tukey test. Independent t tests were used to determine sexual dimorphism. Blacks presented the greatest maxillary protrusion, greatest labial tipping of mandibular incisors, and the most prominent upper and lower lips; afrocaucasian descents presented intermediate values, and whites presented the lowest values, with significant differences among the three groups evaluated. Besides, blacks and afrocaucasians, when related to whites, presented a greater mandibular protrusion, more horizontal growth pattern and more protruded and proclinated maxillary incisors. However, blacks, when compared to afrocaucasian and whites, presented a greater maxillomandibular discrepancy, a greater facial convexity, a greater protrusion of mandibular incisors and a more acute nasolabial angle. There was sexual dimorphism in some cephalometric variables in the three ethnic groups.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.