• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2006.tde-15042009-092546
Documento
Autor
Nome completo
Fabrício Pinelli Valarelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2006
Orientador
Banca examinadora
Janson, Guilherme dos Reis Pereira (Presidente)
Fantini, Solange Mongelli de
Freitas, Marcos Roberto de
Moro, Alexandre
Raveli, Dirceu Barnabé
Título em português
Relação entre o grau de severidade e o sucesso do tratamento sem extração da má oclusão de Classe II
Palavras-chave em português
Classe II
má oclusão
severidade
tratamento sem extração
Resumo em português
O objetivo desse estudo foi avaliar a relação entre o grau de severidade da má oclusão de Classe II e o sucesso do tratamento sem extração desses pacientes. A amostra se constituiu de 277 pacientes que apresentavam inicialmente má oclusão de Classe II, de ambos os sexos, nas fases de dentadura mista tardia ou permanente que foram tratados ortodonticamente sem extração. Os pacientes foram divididos em 2 grupos. O grupo 1 constituído por pacientes que apresentavam má oclusão de ½ Classe II. O grupo 2 constituído por pacientes que apresentavam má oclusão de Classe II completa. Estes pacientes foram selecionados em caráter retrospectivo, verificando-se todo o arquivo da Disciplina de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru - USP. O Índice de Prioridade de Tratamento (IPT) foi utilizado para verificar a severidade inicial da má oclusão assim como os resultados oclusais ao final do tratamento de cada paciente. As médias dos escores iniciais e finais do IPT foram comparadas entre os grupos pelo teste t não pareado. O índice de eficiência foi calculado pela proporção entre a porcentagem de melhora pelo tempo de duração do tratamento. Os resultados mostraram uma diferença significante entre os grupos. Houve maior proporção de sucesso do tratamento ortodôntico sem extrações da má oclusão de ½ Classe II em comparação à Classe II completa. O tempo do tratamento ortodôntico foi maior nos pacientes que apresentavam inicialmente ao tratamento, uma Classe II completa. O índice de eficiência do tratamento foi maior em pacientes com menor severidade inicial da má oclusão de Classe II.
Título em inglês
Relationship between malocclusion severity and treatment success rate in Class II nonextraction therapy
Palavras-chave em inglês
Class II
malocclusion
nonextraction therapy
success rate
Resumo em inglês
The purpose of this study was to evaluate the treatment success rate of Class II malocclusion without extractions, according to initial severity. Class II subjects were divided into 2 groups according to the severity of the malocclusion. Group 1 comprised 144 patients with bilateral half Class II malocclusion at the initial mean age of 12.27 years. Group 2 comprised 132 patients who initially had bilateral complete Class II malocclusion at the initial mean age of 12.32 years. The patients initial and final study models were evaluated with Graingers treatment priority index. Chi-square tests were used to test for differences between the 2 groups for categorical variables. Variables regarding occlusal results were compared with independent t tests. Group 1 had a significantly better final occlusal result, a shorter treatment time, and a higher treatment efficiency index. Based on these results, it was concluded that bilateral half Class II malocclusion has a better treatment success rate than bilateral complete Class II malocclusion when treatment is conducted without extractions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FabricioValarelli.pdf (1.92 Mbytes)
Data de Publicação
2009-04-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.