• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2004.tde-08112007-150538
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carla Raphaelli Nahás
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2004
Orientador
Banca examinadora
Henriques, José Fernando Castanha (Presidente)
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Moro, Alexandre
Raveli, Dirceu Barnabé
Taveira, Luis Antonio de Assis
Título em português
Estudo cefalométrico das alterações dento-esqueléticas da má oclusão de classe II, divisão 1 tratada com o aparelho de Herbst e com o aparelho extrabucal de tração occipital
Palavras-chave em português
Aparelho de ancoragem extrabucal
Maloclusão de Angle Classe II
Ortodontia
Resumo em português
Realizou-se um estudo cefalométrico, em telerradiografias, objetivando-se determinar os efeitos no complexo craniofacial de pacientes com más oclusões de Classe II, divisão 1 submetidos ao tratamento com o aparelho de Herbst com cantiléver e ao tratamento com o aparelho Extrabucal de tração occipital. Para tanto, utilizou-se uma amostra composta por quatro grupos, sendo dois experimentais e dois controles. Os grupos experimentais originaram-se da Faculdade de Odontologia de Bauru - USP, sendo 25 pacientes tratados com o aparelho ortopédico funcional, com a idade inicial média de 12,01 anos e 25 pacientes tratados com o aparelho ortopédico mecânico, com a idade inicial média de 10,28 anos. Os grupos controles, pareados cronologicamente aos grupos experimentais, foram compostos por pacientes não tratados ortodonticamente, oriundos do arquivo de documentações denominado Burlington Growth Centre, localizado na Faculdade de Odontologia da Universidade de Toronto. Para cada componente dos quatro grupos, obtiveram-se as telerradiografias ao início (T1) e ao final (T2) do período de tratamento ou de observação, sendo traçadas manualmente e digitalizadas para um programa de cefalometria. A comparação estatística entre os grupos experimentais e seus respectivos grupos controles evidenciou que ambas as terapias corrigiram, a curto prazo, a má oclusão inicial, porém com mecanismos específicos de correção. Resumidamente, o aparelho de Herbst repercutiu em maiores alterações dentoalveolares, em decorrência da perda substancial de ancoragem dentária, mesializando os molares inferiores e vestibularizando os incisivos inferiores, enquanto que o aparelho Extrabucal apresentou um efeito ortopédico mais proeminente sobre o complexo craniofacial, alterando a tendência de deslocamento em sentido anterior da maxila. Ambas as terapias restringiram o desenvolvimento normal no sentido vertical dos dentes póstero-superiores, contribuindo decisivamente para a correção da relação molar de Classe II e manutenção do padrão de crescimento craniofacial dos pacientes. Este achado acorda com a literatura quanto à similaridade de ação desses dois mecanismos terapêuticos, porém discorda quanto ao efeito inibitório dos molares superiores no sentido sagital, ou mesmo de distalização, pelo aparelho de Herbst relatado em trabalhos anteriores.
Título em inglês
Cephalometric study in patients that displayed class II, division 1 malocclusion treated with Herbst and high pull headgear appliances
Resumo em inglês
This study investigated the treatment effects on the craniofacial growth of Class II patients treated with Herbst and high-pull Headgear appliances. The sample was comprised of four groups, two experimental and two control groups. The experimental groups originated from Bauru Dental School, University of São Paulo. This consisted of 25 patients treated with the Herbst appliance, with an initial mean age of 12,01 years and 25 patients treated by the Headgear, with an initial mean age of 10,28 years. The control groups, matched by age with the experimental groups, were originated from the Burlington Growth Centre, located at the Faculty of Dentistry, University of Toronto. All patients were assessed at the beginning (T1) and at the end of the treatment or observation period (T2) and 33 cephalometric variables were established. The statistical comparison between each experimental group and the specific control group showed that both therapies, in short-term fashion, corrected the initial malocclusion. The dental changes (loss anchorage) were more pronounced with the Herbst appliance and a combination of factors (skeletal and dental changes) with the Headgear. However the effect in inhibiting the vertical development of the maxillary first molars, essential characteristic to correct the Class II molar relationship and to maintain the craniofacial growth pattern, were shown with both therapies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.