• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2009.tde-01042009-131113
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Eduardo Alessio Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Renato Rodrigues de (Presidente)
Fuziy, Acácio
Henriques, Jose Fernando Castanha
Título em português
Avaliação longitudinal da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II com o aparelho Pendulum seguido do aparelho fixo
Palavras-chave em português
aparelho pendulum
distalização molar
estabilidade
má oclusão classe II de Angle
Resumo em português
Compulsando a literatura nota-se uma diversidade de formas de tratamento, apoiadas em diferentes mecanismos terapêuticos, para a correção da má oclusão de Classe II. No entanto, poucos trabalhos estudam a estabilidade da correção com o aparelho Pendulum. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi verificar a estabilidade do tratamento da Classe II em longo prazo (5 anos) com o aparelho Pendulum, seguido pelo aparelho fixo. A amostra consistiu de 20 pacientes (14 do gênero feminino e 6 do masculino). A média da idade, ao inicio do tratamento (T1), foi de 14,02 ± 1,62 anos, ao final do tratamento (T2), 18,38 ± 1,84 anos, e no pós-tratamento (T3), 22,94 ± 1,34 anos. Para a análise, foram utilizados traçados cefalométricos e modelos de estudo nas 3 fases. As variáveis nos 3 grupos, foram comparadas pela análise de variância a um critério ANOVA, considerando significativo o valor de P < 0,05. Os resultados mostraram uma grande estabilidade das variáveis cefalométricas, sendo estatisticamente diferentes somente a inclinação do primeiro molar e a posição ântero-posterior do lábio superior. A avaliação do índice PAR demonstrou que o tratamento com o aparelho Pendulum seguido pelo aparelho fixo, foi estável 5 anos pós-tratamento. Conclui-se que o tratamento da Classe II com o aparelho Pendulum e o aparelho fixo, foi estável em longo prazo.
Título em inglês
Longitudinal evaluation of treatment stability for class II malocclusion with a pendulum appliance followed by a fixed one
Palavras-chave em inglês
Angle´s class II malocclusion
molar distalization.
pendulum appliance
stability
Resumo em inglês
There are, in the literature, several forms of treatment, supported by different therapeutic mechanisms for the correction of Class II malocclusion. However, a few works have studied the stability of Class II correction with the Pendulum appliance. Therefore, this study aimed at verifying the long-term stability (5 years) of a treatment with the Pendulum appliance followed by a fixed one. The sample consisted of 20 patients (14 females and 6 males). The average age at the beginning of the treatment (T1) was 14,02 ± 1,62 yrs, and at the end of the treatment (T2), 18,38 ± 1,84 yrs, and at the post-treatment (T3), 22,94 ± 1,34 yrs. Cephalometric measurements and cast models were used in the 3 phases and the variables for the 3 groups were compared by ANOVA variance analysis, by considering P<0,05, a significant value. The results show a great stability of the cephalometric variables, being statistically different, only the tipping of the 1st molar and the upper lip thickness. The PAR index assessment demonstrated that the treatment with the pendulum appliance, followed by a fixed one, was stable, 5 yrs post-treatment. It was concluded that the Class II treatment with the Pendulum appliance, followed by a fixed one, was more stable in the long term.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.