• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.1999.tde-04042005-113523
Documento
Autor
Nome completo
Nildiceli Leite Melo Zanela
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 1999
Orientador
Banca examinadora
Bijella, Maria Francisca Thereza Borro (Presidente)
Correa, Maria Salete Nahas Pires
Figueiredo, Marcia Cancado
Silva, Salete Moura Bonifacio da
Torres, Sergio Aparecido
Título em português
Influência de bochechos com soluções antimicrobianas na inibição da placa dentária e contagem de estreptococos mutans em crianças
Palavras-chave em português
bochechos fluorados
odontopediatria
placa dentária
streptococcus mutans
substâncias antimicrobianas
Resumo em português
Avaliou-se, em crianças, o efeito de bochechos diários com solução placebo composta de água deionizada mentolada (Grupo I); gluconato de clorexidina 0,12% associado ao fluoreto de sódio 0,05% (Grupo II); digluconato de clorexidina 0,2% (Grupo III) e esteviosídeo 0,5% associado ao fluoreto de sódio 0,05% pH 3,4 (Grupo IV), sobre a inibição do acúmulo de placa dentária e sobre o nível de estreptococos mutans salivar. Para a verificação do efeito sobre a placa, empregou-se o índice de LÖE e a contagem microbiana na saliva foi realizada através do CARITEST SM (Herpo – Produtos Dentários LTDA). A amostra constou de 200 crianças de 7 a 11 anos de idade, sendo 50 por grupo, nas quais avaliou-se o acúmulo de placa dentária no início e final do experimento. Dessas crianças, foram selecionadas 20 de cada grupo, ao acaso, para as coletas de saliva que foram executadas em 3 etapas: inicial (antes do primeiro bochecho), 24 horas após o primeiro bochecho e uma semana após o último bochecho. Em todos os grupos, as crianças receberam profilaxia profissional antes do início do experimento e seguiram o regime de bochechos diários, com 5 ml de solução, por 1 minuto, durante 4 semanas. Os resultados mostraram uma inibição do acúmulo de placa de 2,89%; 26,75%; 41,20% e 5,91% para os grupos I, II, III e IV, respectivamente. Em relação às faces dentárias, os grupos II e III, mostraram maiores reduções percentuais para a face vestibular, vindo a seguir a proximal e lingual, sendo que no grupo II, não existiu diferença estatisticamente significante entre todas as faces e para o grupo III, essa diferença foi entre as faces lingual e mesial. Já no grupo IV, esse resultado foi maior para a face lingual, diferindo estatisticamente apenas da face distal. A solução de digluconato de clorexidina 0,2% registrou menor aceitação pelas crianças e, juntamente com a solução de gluconato de clorexidina 0,12% associada ao fluoreto de sódio 0,05%, promoveu pigmentações dentárias suaves e semelhantes. Com relação à contagem de estreptococos mutans, devido as crianças apresentarem no início do experimento baixos valores desses microrganismos, os mesmos assim permaneceram, não existindo diferença estatisticamente significante entre as contagens. Concluiu-se que a solução de gluconato de clorexidina 0,12% associada ao fluoreto de sódio 0,05% e a solução de digluconato de clorexidina 0,2% foram no regime utilizado, as mais efetivas no controle do acúmulo de placa dentária, em crianças. Entretanto, a segunda registrou maior redução percentual e menor aceitação com relação ao sabor da solução.
Título em inglês
Influence of mouthrinses with antimicrobial solutions on the dental plaque inhibition and mutans streptococci counts in children
Resumo em inglês
In children, the effect of mouthwashing was observed placebos solution made of mentholated deionized water (Group I), chlorhexidine gluconate 0.12% mixed sodium fluoride 0.05% (Group II), chlorhexidine digluconate 0.2% (Group III) and estevioside 0.5% mixed with sodium fluoride 0.05% ph 3.4 (Group IV), over the dental plaque accumulation and over the level of the salivary streptococcus mutans. In order to verify the effect on the plaque, the LÖE index was used and the saliva microbial count was taken through the CARITEST SM (Herpo – Produtos Dentários LTDA). The sample consisted of 200 children between 7 and 11 years old, 50 per group. The accumulation of the dental plaque was evaluated at the beginning and at the end of the experiment. Twenty of these children were randomly selected from each group, in order to collect the saliva. This was done in 3 phases: initial (before the first mouthwashing), 24 hours after the first washing and a week after the last washing. In all groups, the children received professional profilaxy before the experiment and followed the routine of daily mouthwashing with 5ml of solution per minute, for 4 weeks. The results show an inhibition on the plaque accumulation of 2.81%; 26.75%; 41.2% and 5.91% for the Groups I, II, III and IV respectively. In relation to the Abstract 167 dental faces, Groups II and III, show greater percentage reduction to the vestibular face, followed by the proximal and lingual, whereas, in Group II, there was no statistically significant difference between them and Group III. This difference occurred between the lingual and mesial faces. As to Group IV, this result was greater on the lingual face, and statistically different only on the distal face. The chlorhexidine digluconate 0.2% solution showed smaller acceptance by the children, and with the chlorhexidine gluconate 0.12% solution mixed with the sodium fluoride 0.05%, it created smooth and similar dental pigmentation. In relation to the streptococcus mutans count, since the children showed low numbers of these microorganisms at the beginning of the experiment, they remained the same, producing no statistically significant difference between the counts. Therefore, it was concluded that the chlorhexidine gluconate 0.12% mixed with the sodium fluoride 0.05% and the chlorhexidine digluconate 0.2% solution were more affective in the control of the accumulation of the dental plaque in the method used. However, the second method showed a greater percentual reduction and a smaller acceptance related to the solution flavor.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Nildiceli.pdf (866.61 Kbytes)
Data de Publicação
2005-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.