• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2007.tde-19062007-163150
Documento
Autor
Nome completo
Letícia Rodrigues Nery
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2007
Orientador
Banca examinadora
Damante, José Humberto (Presidente)
Azevedo, Luciana Reis de
Garlet, Gustavo Pompermaier
Título em português
Estudo morfométrico da autólise acinar em glândulas sublinguais de ratos: sua relação com intervalo post mortem e o volume do fixador
Palavras-chave em português
autólise
fixação de tecidos
glândula sublingual
Resumo em português
A autólise acinar post mortem em glândulas sublinguais humanas é um fenômeno que prejudica a sua análise microscópica. Com o objetivo de esclarecer e prevenir tal ocorrência, a presente investigação foi planejada no sentido de analisar morfometricamente as possíveis influências do intervalo post mortem (IPM) e do volume de fixador histológico (VF) na ocorrência de autólise de ácinos em glândulas sublinguais de ratos. Dos sessenta animais utilizados na investigação, cinqüenta deles o foram no estudo do intervalo post mortem, sendo divididos em 2 grupos: o grupo I (25 animais) foi destinado para as avaliações morfométricas e o grupo II (25 animais) para determinação do fator de retração e densidade da glândula. Os grupos I e II foram subdivididos nos subgrupos: A e A1 (controle - 0 hora), B e B1 (3 horas post mortem), C e C1 (6 horas), D e D1 (12 horas) e E e E1 (24 horas), com 5 animais em cada um. A fixação foi realizada com 20 mL de solução de formol a 10% em tampão fosfato. Os 10 animais remanescentes foram destinados ao estudo da variação de volume do fixador, e foram divididos em 2 grupos iguais: no grupo 2mL, as glândulas dos 5 animais foram fixadas com 2 mL de solução de formol a 10% tamponada, e no grupo 20mL, as glândulas dos outros 5 animais foram fixadas com 20 mL da mesma solução. O tempo de fixação foi de 7 dias para todos. As glândulas foram processadas histologicamente, sendo os cortes histológicos corados com H.E. A análise morfométrica foi realizada em 50 campos histológicos por glândula, selecionados por amostragem sistemática, usando objetiva de 100x e ocular Kpl 8x contendo um retículo de integração constituído por 100 pontos simetricamente distribuídos. A densidade de volume dos ácinos íntegros e autolisados foi avaliada pelo método morfométrico de volumetria relativa de contagem de pontos. Houve diferença estatisticamente significante entre o IPM e a autólise acinar (p< 0,05), enquanto que não houve diferença significante quanto ao VF (p= 0,690). A autólise acinar aumentou significantemente com o aumento do período post mortem (p<0,05). Baseado nos resultados obtidos foi possível concluir que a autólise acinar em glândulas sublinguais de ratos está diretamente relacionada ao intervalo post mortem, não sendo influenciada pelo volume de fixador histológico testado no experimento.
Título em inglês
Morphometric study of acinar autolysis in sublingual glands of rats: it's relation with interval post mortem and the formalin volume post mortem
Palavras-chave em inglês
autolysis
sublingual gland
tissue fixation
Resumo em inglês
Acinar post mortem autolysis is a phenomenon that difficult the microscopic analysis in human sublingual glands. The aim of the present study is to evaluate the influence of the post mortem interval (PMI) and formalin volume (FV) in the occurrence of acinar autolysis in sublingual glands of rats. Sixty animals were used in this study. Out of them fifty animals were divided in 2 groups for PMI investigation: group I (25 animals) for morphometric quantifications and group II (25 animals) to calculate the retraction factor and the density of the glands. The groups I and II were subdivided in subgroups with 5 animals each: A and A1 (control - 0 hour), B and B1 (3 hours post mortem), C and C1 (6 hours), D and D1 (12 hours) and E and E1 (24 hours). The remaining 10 animals were used for the FV study and were divided in two groups with different volume of formalin, 2mL and 20mL respectively. The fixation period was 7 days. The glands were processed and stained with HE. The morphometric analysis was performed in 50 histological fields, selected by systematic sampling, using lens of 100x and ocular Kpl 8x containing a Zeiss II integration grid with 100 points symmetrically distributed. The volume density of intact and autolysed acini was evaluated by the morphometric method of relative volume of counting of points. There was a statiscally significant difference between volume density acinar autolysis and PMI for all group tested (p=0,0001). The difference was not significant for FV (p = 0,690). We concluded that acinar autolysis in rat sublingual glands increased significantly with the PMI, not being influenced by the FV, as tested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LeticiaNery.pdf (2.80 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.