• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2005.tde-28092005-104855
Documento
Autor
Nome completo
Ticiane Cestari Fagundes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2005
Orientador
Banca examinadora
Navarro, Maria Fidela de Lima (Presidente)
Cefaly, Daniela Francisca Gigo
Machado, Maria Aparecida de Andrade Moreira
Título em português
Influência do ultra-som na resistência adesiva à dentina de cimentos de ionômero de vidro
Palavras-chave em português
dentina
dentística
resistência
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro a influência da irradiação ultra-sônica na resistência adesiva a dentina de cimentos de ionômero de vidro restauradores: convencional (Fuji II, Ketac Fil Plus), modificado por resina (Fuji II LC Improved, Photac Fil Quick Aplicap) e de alta viscosidade (Ketac Molar). Cinqüenta dentes terceiros molares humanos extraídos foram seccionados no sentido mésio-distal de forma a se obter 100 secções. As secções foram incluídas em resina epóxica, com as superfícies vestibular ou lingual expostas, e desgastadas até a obtenção de uma superfície plana em dentina. Sobre as secções foi adaptada uma matriz confeccionada com molar bovino (com orifício central em formato de tronco de cone invertido) onde o ionômero foi inserido. Nos grupos em que o ultrasom foi utilizado, este foi aplicado por 15s sobre a matriz e o material. Após 20 minutos da aplicação do ultra-som, a matriz foi removida e os corpos-de-prova (dentina/tronco de cone de ionômero) foram armazenados em água deionizada por 24 horas a 37° . Em seguida, os corpos-de-prova foram adaptados por meio de dispositivos à máquina de ensaios para a realização dos testes. Os dados foram submetidos a ANOVA a dois critérios e ao teste de Tukey (p<0,05). As médias e desvios-padrão dos resultados (MPa) sem aplicação do ultra-som foram: 2,21 ± 0,53.(Fuji II); 1,85 ± 0,5 (Ketac Fil Plus); 8,65 ± 2,46 (Fuji II LC Improved); 5,93 ± 1,77 (Photac Fil Quick Aplicap) e 2,10 ± 0,57 (Ketac Molar). Com a utilização de excitação ultra-sônica os valores aumentaram para 3,33 ± 0,96 (Fuji II); 2,19 ± 0,64 (Ketac Fil Plus); 9,95 ± 2,79 (Fuji II LC Improved); 6,10 ± 1,41 (Photac Fil Quick Aplicap) e 2,65 ± 0,75 (Ketac Molar). Os resultados com excitação ultra-sônica foram estatisticamente diferentes e superiores aos observados pelos ionômeros sem o emprego do ultra-som. Não houve diferença estatisticamente significante entre os cimentos convencionais e os de alta viscosidade. Entretanto, houve diferença estatisticamente significante entre os modificados por resina e os outros cimentos estudados. O Fuji II LC Improved apresentou resistências maiores que o Photac Fil Quick Aplicap. A excitação ultra-sônica aumentou a resistência adesiva à dentina nos cimentos de ionômero de vidro estudados.
Título em inglês
Tensile Bond Strength of Glass Ionomer Cements After Sonication
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the influence of ultrasonic irradiation on the bond strength to dentin of glass-ionomer cements: conventional (Fuji II-a, Ketac-Fil Plus-b), resin-modified (Fuji II LC Improved-c, Photac-Fil Quick Aplicap-d) and high-viscosity (Ketac Molar-e). Fifty human molars were sectioned, embedded in epoxy resin with buccal or lingual surfaces exposed and grounded to obtain flattened dentin. An inverted truncated cone central orifice matrix was built with bovine tooth and positioned against the dentin. In the control groups materials were just inserted in the matrix. The sonication excitation was applied for 15 seconds on the matrix and on the material (test groups). Specimens were stored in deionized water for 24 hours at 37°C and then submitted to bond strength tests. Data were analyzed by two-way ANOVA and Tukey tests. The mean (SD) bond strengths in MPa for the control groups were: a: 2.21 (0.53); b: 1.85 (0.5); c: 8.65 (2.46); d: 5.93 (1.77) and e: 2.10 (0.57). The results for the test groups were: a: 3.33 (0.96); b: 2.19 (0.64); c: 9.95 (2.79); d: 6.10 (1.41) and e: 2.65 (0.75). Ultrasonic irradiation increased the tensile bond strength of all tested cements. There were no differences statistically significant between conventional and high-viscosity cements. There were differences statistically significant among resin-modified and the other cements. Fuji II LC was statistically better than Photac-Fil. Ultrasonic excitation improved the bond strength of glass ionomer cement to dentin after 24 hours.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.