• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.1999.tde-23032006-092518
Documento
Autor
Nome completo
Sérgio Lima Santiago
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 1999
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Jose Carlos (Presidente)
Abdo, Ruy Cesar Camargo
Carvalho, Ricardo Marins de
Título em português
Efeito de Diferentes Agentes Anti-Hiperestésicos, Comercial e Experimentais, sobre a Permeabilidade Dentinária em Função do Tempo Pós-Aplicação.
Palavras-chave em português
dentistica
Resumo em português
Verificou-se, in vitro, a influência do tempo pós-aplicação de agentes anti-hiperestésicos comercial e experimentais na permeabilidade dentinária através da medição da condutividade hidráulica, utilizando-se o método de discos de dentina.Cinquenta discos de dentina obtidos a partir de terceiros molares humanos recém extraídos foram divididos em 5 grupos de 10 dentes. No grupo I utilizou-se o OXA-GEL,no grupo II o agente experimental DD-1, no grupo III o agente experimental DD-2,no grupo IV, um agente placebo e no grupo V, água deionizada. Para todos os grupos estudados foram determinadas a mínima e máxima permeabilidade dos espécimes pela simulação da smear layer e condicionamento ácido respectivamente. Após adeterminação desses parâmetros aplicou-se os agentes e mediu-se a condutividade hidráulica da dentina nos tempos imediato, 5, 15, e 30 minutos após a plicação. O último procedimento consistiu na verificação da efetividade dos agentes utilizadossubmentendo-se os espécimes a um meio ácido. Com base na análise estatística dos resultado concluiu-se que a permeabilidade dentinária reduziu com o passar do tempo para todos os grupos. Os grupos I, II, e III (OXA-GEL, DD-1 e DD-2) nãoapresentaram diferenças estatístcas significantes entre si, em todas as condições testadas, o mesmo ocorrendo entre os grupos IV e V (PLACEBO e ÁGUA DEIONIZADA). Entretanto, foram detectadas diferenças estatisticamente significantes entre osagentes OXA-GEL, DD-1 e DD-2 e o agente PLACEBO e ÁGUA DEIONIZADA. No que diz respeito ao desafio ácido, os grupos I, II e III mostraram-se ácido resistente, mantendo os valores de permeabilidade reduzidos, enquanto que os grupos IV e V foramsensíveis ao desafio ácido, aumentando os valores de permeabilidade. A redução dos valores de permeabilidade em função do tempo apresentada pelo grupo V, o qual não foi empregado agente anti-hiperestásico, faz com que a interpretação dosresultados dos demais grupos leve em consideração um arrefecimento natural da permeabilidade com o passar do tempo, proporcionado pelo dispositivo utilizado para a medição da condutividade hidráulica da dentina.
Resumo em inglês
The influence of time after application of commercially available dentin desensitizing and experimental agents was assessed by using an in vtro method to measure dentin permeability by determinig the hydraulic conductance of dentin discs. Fiftydentin discs were cut from extracted human third molars and randomly divided into 5 goups of 10. In the group I OXA-GEL was used, in the group II experimental agent DD-1, in the group III experimental agent DD-2, in the group IV a placebo agentand in the group V, DEINIZED WATER. In all groups the minimum and the maximum dentin permeability values were determined over simulated smear layer and complete smear layer removal by acid-etching, respectively. Following these baselinemeasuments, the agents were applied and hydraulic conductance of dentin was measured over the time intervals studied (immediate, 5, 15 and 30 minutes) after application. The last procedure was the determination if treatment was modified bysubmition of all speciments to an acid challenge. The results showed that the hydraulic conductance of dentin decreased with time for all groups. Groups I, II, and III (OXA-GEL, DD-1 AND DD-2) were not significantly difference among themselves in all conditions, and groups IV and V (PLACEBO AND DEIONIZED WATER) were not different as well. However, a statistically significant difference betweenOXA-GEL, DD-1 and DD-2 and PLACEBO and DEIONIZED WATER was detected. In respect to acid challenge, groups I, II and III treatments were acid resistant, however, in groups IV and V treatments were acid sensitive. The decrease of permeability withtime observed in group V, in which no dentin desensitizing agents was employed, indicates that the interpretation of the other groups results might be done with caution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SergioSantiago.pdf (984.20 Kbytes)
Data de Publicação
2006-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.