• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2003.tde-18032005-145630
Documento
Autor
Nome completo
Cintia Gaio Murad
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2003
Orientador
Banca examinadora
Ishikiriama, Aquira (Presidente)
Francisconi, Paulo Afonso Silveira
Pascotto, Renata Corrêa
Título em português
"Avaliação da resistência a tração de reparos em resina composta".
Palavras-chave em português
dentística
resinas compostas
resistência à tração
Resumo em português
Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar in vitro a resistência adesiva em reparos de resina composta utilizando um sistema adesivo, com uso prévio ou não de silanizadores na área de emenda, em corpos de prova submetidos a testes de tração. Esses foram preparados em um dispositivo de aço inoxidável que fornecia corpos de prova em forma de halteres. Oitenta metades de corpos de prova foram confeccionados com resina composta microhíbrida Esthet-X (Dentsply Indústria e Comércio Ltda.), obtendo-se assim, os hemi-halteres. Após permanecerem armazenados em água destilada durante quinze dias, os meio espécimes tiveram a interface do reparo desgastada com uma ponta diamantada, em seguida, condicionada por trinta segundos com ácido fosfórico 37%, lavada com água por vinte segundos, e seca com ar comprimido. Os hemi-halteres foram divididos em quatro grupos de vinte espécimes, em que cada grupo recebeu um sistema adesivo: Grupo I: uma camada de adesivo Prime&Bond 2.1 (Dentsply Indústria e Comércio Ltda.); Grupo II: uma camada de silano (Silano – Dentsply Indústria e Comércio Ltda.) mais uma camada de adesivo; Grupo III: uma camada de silano; Grupo IV: três camadas de silano. Os espécimes foram recolocados no dispositivo metálico, e o reparo foi completado com a inserção da mesma resina composta. Estes foram mantidos em água destilada novamente, por 24 horas, e submetidos a teste de tração na máquina de ensaio universal EMIC, com velocidade de carregamento de 0,5mm/min. Os testes estatísticos aplicados foram Análise de Variância a um critério – ANOVA – seguido de Teste de Tukey (p<5%). Os resultados obtidos foram (média ± desvio padrão) para o Grupo I: 28,93 ±7,68; Grupo II: 27,87±9,57; Grupo III: 20,59±5,82 e Grupo IV: 22,0±6,69, demonstrando que a aplicação de adesivo tem influência positiva, estatisticamente significante na resistência à tração, comparado com a aplicação isolada do silano. A associação adesivo/silano não demonstrou vantagem em relação ao uso isolado do agente adesivo, e o uso de três camadas de silano não elevou a resistência adesiva comparada com a aplicação da camada única.
Título em inglês
Traction strength assessment of repairs in composite resin
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate in vitro the tensile bonding strength of repairs in composite resin using an adhesive system, with or without the previous use of silane on the junction of test bodies submitted to traction tests. The test bodies were prepared in a stainless steel device that provides the shape of a dumb-bell. Eighty half-test bodies were manufactured with microhybrid composite resin Esthet-X (Dentsply) in the shape of half dumb-bells. After being stored in distilled water for fifteen days, the repair surfaces were abraded with a diamond bur, conditioned in phosphoric acid at 37% for 30 seconds, rinsed with water and air-dried. After that, the half test bodies were divided into four groups of twenty units, and each group received one type of adhesive system: Group I: one layer of adhesive system Prime&Bond 2.1 (Dentsply); Group II: one layer of silane (Silano – Dentsply) plus one layer of adhesive system; Group III: one layer of silane and Group IV: three layers of silane. The specimens were put back into the metallic device and the repair was carried out with the same composite resin. They were again kept in distilled water for 24 hours and submitted to a traction test in an EMIC universal testing machine, with a loading speed of 0.5 mm/min. The data was analyzed by ANOVA and Tukey’s test (p<5%). The results obtained were (mean ± standard deviation) for Group I: 28,93±7,68; Group II: 27,87±9,57; Group III: 20,59±5,82 and Group IV: 22,0±6,69, showing that the use of an adhesive system has positive, statistically significant, influence on the restoration tensile bonding strength, compared with using silane alone. The association adhesive/silane didn’t show advantage compared with the use of the adhesive system alone, and the use of three layers of silane didn’t improve the bonding strength on the use of just one layer.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CintiaGaioMurad.pdf (1.01 Mbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.