• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2001.tde-11032005-101633
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Sano Suga Terada
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2000
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ricardo Marins de (Presidente)
Abdo, Ruy Cesar Camargo
Fernandes, Carlos Augusto de Oliveira
Gomes, Joao Carlos
Souza Junior, Mario Honorato da Silva e
Título em português
Mapeamento da variação regional da resistência adesiva em superfícies planas de dentina.
Palavras-chave em português
dentina
dentística
resistência à união
resistência adesiva
Resumo em português
O presente trabalho avaliou a influência das variações morfológicas do substrato dentinário na resistência de união à microtração de três sistemas adesivos resinosos: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step e Single Bond, empregando como substrato superfícies planas de dentina. Para o preparo e exposição da superfície de dentina, o esmalte oclusal foi desgastado com lixas de carbureto de silício de granulação 320 e 600. Doze dentes foram tratados com um dos sistemas adesivos e foi aplicada uma camada de 1 centímetro de altura em resina composta Z100, pela técnica incremental. Após armazenagem em água destilada em estufa a 37ºC por 24 horas, os espécimes foram preparados para serem submetidos ao teste de microtração. Utilizando-se uma máquina de cortes seriados, os dentes foram fatiados em espessuras de aproximadamente 0,8 mm nos sentidos mésiodistal e vestíbulo-lingual, obtendo-se médias de áreas de adesão de 0,7 mm2. Foram obtidos, em média, 23 espécimes por dente. Identificando-se cada espécime através de um código de cores, a superfície de cada dente foi mapeada. Para a leitura da resistência de união, cada espécime em forma de “palito” foi afixado individualmente em um dispositivo de microtração, Bencor Multi-T, de modo a posicionar a área de adesão perpendicularmente ao longo eixo do espécime. Após o teste, o modo de fratura da interface adesiva foi avaliado. Os resultados obtidos permitiram concluir que existe uma variação regional da resistência de união em superfícies planas de dentina. Independentemente do sistema adesivo empregado, a variação da resistência de união encontrada em superfícies planas de dentina foi determinada por variações no substrato dentinário.Comparando-se a resistência de união entre os materiais, os sistemas One-Step (53,97 ± 12,58 MPa) e Single Bond (52,59 ± 17,67 MPa) apresentaram uma resistência semelhante e estatisticamente superior ao sistema Clearfil Liner Bond 2V (32,90 ± 12,43 MPa). Comparando-se a resistência de união à dentina central e à dentina periférica, os três materiais não apresentaram uma diferença estatisticamente significante.
Resumo em inglês
The present work evaluated the influence of morphological variations of the dentinal substrate in the microtensile adhesive strength of three adhesive systems: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step and Single Bond, using flat dentin surfaces. For the preparation and exposure of the dentin surface, the occlusal enamel was ground with 320 and 600 – grit SiC paper. The teeth were treated with one of the adhesive systems and a 1cm thick layer of Z100 resin composite was built up on the surface. After storage in distilled water at 37ºC for 24 hours, the specimens were prepared to be subjected to the microtensile test. With the aid of a micrometer the teeth were serially sectioned in both “x” and “y” directions to result in several bonded sticks of approximately 0.7 mm2 of cross-sectional area. Approximately twenty-three specimens per tooth were obtained. Each specimen was identified by a color code and the flat dentin surface was mapped. For the reading of the adhesive strength, each bonded stick was individually gluded to a Bencor Multi-T microtensile device with the adhesive area perpendicularly oriented to the long axis of the device. After testing, the mode of fracture of the adhesive interface was evaluated. The conclusions of this study were: there is a regional variance in the adhesive strenght on a flat dentin surface; regardless of the adhesive system used, the variation of the adhesive strength found on flat dentin surfaces was determined by variations in the dentinal substrate; when comparing the adhesive strength among the materials, One-Step (53,97 MPa ± 12,58) and Single Bond (52,59 MPa ± 17,67) systems presented a adhesive strength similar and statistically higher than the Clearfi Liner Bond 2V (32,90 MPa ± 12,43) system; when comparing the adhesive strength to both central and peripheral dentin, the three materials did not present any statistically significant differences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RaquelTerada.pdf (2.29 Mbytes)
Data de Publicação
2005-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.