• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Renato Savi de Carvalho
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Francischone, Carlos Eduardo (Presidente)
Arita, César Augusto
Mondelli, Jose
Passanezi, Euloir
Rossetti, Paulo Henrique Orlato
Título em português
Efeito de um agente primer e de ciclos térmicos para cocção de porcelana na resistência de união adesiva entre alumina e cimento resinoso
Palavras-chave em português
Aumina
Ciclos térmicos
Cimento resinoso
Primer alumina
Procera AllCeram
Resistência de união
Resumo em português
Coroas cerâmicas apoiadas sobre infra-estruturas de alumina densamente sinterizada configuram-se como excelentes opções para a reabilitação protética em casos de exigência estética, contudo, o aumento do conteúdo cristalino inviabiliza seu condicionamento por ácidos deixando a maneira ideal de cimentá-las ainda desconhecida. Coroas Procera AllCeram apresentam, em sua face interna, micro irregularidades interessantes ao embricamento e adesão resinosa, dispensando manobras de condicionamento. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de elevadas temperaturas (500ºC à 950ºC) necessárias à cocção da porcelana de revestimento, na textura superficial da alumina, bem como o papel de um agente primer (Ivoclar Vivadent) na força de adesão entre alumina e cimento resinoso. Material e métodos: Sessenta (60) cilindros de alumina (3,5mm X 16mm) com rugosidade superficial idêntica à dos copings Procera foram divididos em quatro grupos (n=15). Grupo 1): Espécimes não submetidos a variação térmica, sendo G1a Sem aplicação do primer e G1b Com aplicação do primer e Grupo 2): Espécimes submetidos aos ciclos térmicos para cocção da porcelana feldspática, sendo G2a Sem aplicação do primer e G2b Com aplicação do primer. Sobre os cilindros aplicou-se porção do cimento resinoso químico MultiLink Ivoclar. Os espécimes foram levados a uma máquina de ensaios Universal para teste de cisalhamento a uma velocidade de 0.5mm/min e os dados submetidos à análise de variância a um critério e teste de comparações múltiplas de Tukey. Resultados: A força de adesão para cada um dos grupos foi: G1a = 2.468 MPa; G1b = 4.265 MPa; G2a = 2.339MPa e G2b = 4.185 MPa. Diferenças significantes foram observadas entre os grupos: G1a X G1b; G1a X G2b; G1b X G2a e G2a X G2b. Conclusões: Ciclos térmicos não produziram alterações na micro-estrutura superficial da alumina, tampouco comprometeram sua adesão ao cimento. O agente primer aumentou a força de união entre alumina e cimento resinoso. Fraturas coesivas do agente cimentante foram observadas apenas em alguns espécimes primer-tratados.
Título em inglês
Effect of a primer agent and thermal cycles for porcelain firing on the bond strength of resin cement to alumina.
Palavras-chave em inglês
Alumina
Primer Alumina
Procera AllCeram
Resin cement
Shear bond strength
Thermal cycles
Resumo em inglês
High-strength alumina based ceramic crowns are widely used in dentistry due to their favorable esthetic, however, the large amount of crystalline contents jeopardizes their acid etching property and the ideal luting remains unclear. Procera AllCeram restorations exhibits on their intaglio surface micro irregularities optimizing the bonding to resin, with no need for additional conditioning procedures. Purpose: The aim of the present study was to evaluate the influence of high thermal cycles (500ºC to 950ºC) needed to porcelain firing on alumina´s intaglio surface, as well as, the role of a primer agent (Ivoclar Vivadent) on shear bond strength between alumina and resin cement. Material and Methods: Sixty alumina cylinders (3,5mm X 16mm) with intaglio roughness of the Procera AllCeram copings were randomly divided into four groups (n=15). Group 1) Samples no submitted to thermal cycles variation, were G1a - no primer application and G1b - primer treated and Group 2: Samples submitted to thermal feldspathic porcelain firing cycles, were G2a - specimens no primer treated and G2b - primer treated specimens. Over the cylinders top a self-cure resin cement (Multilink Ivoclar) portion was applied. The specimens were loaded to failure in shear mode using a universal testing machine at a crosshead speed of 0,5mm/min. Data were analyzed with one-way analysis of variance and Tukey´s multiple comparison test. Results: The shear bond strength for each group was: G1a = 2.468 MPa; G1b = 4.265 MPa; G2a = 2.339 MPa e G2b = 4.185 MPa. Significant difference was found between the groups G1a X G1b; G1a X G2b; G1b X G2a e G2a X G2b. Conclusions: Thermal cycles did not change alumina´s surface micro structure, besides did not compromised it´s bonding strength to resin cement. Primer agent enhanced shear bond strength between alumina and resin cement. Luting agent´s cohesive fractures were observed only in some primer treated specimens.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.