• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2003.tde-03122004-155848
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Marquezini Junior
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2003
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ricardo Marins de (Presidente)
Carrilho, Marcela Rocha de Oliveira
Pereira, Jose Carlos
Título em português
Efeito da variação do tempo de aplicação dos adesivos autocondicionantes na durabilidade da adesão ao esmalte
Palavras-chave em português
adesivos dentinários (durabilidade)
Resumo em português
Visando simplificar os passos clínicos e melhorar a adesividade dos sistemas de união ao esmalte e dentina, foram desenvolvidos os sistemas autocondicionantes. Entretanto, questiona-se se a acidez de alguns sistemas adesivos autocondicionantes é suficiente para produzir adequada desmineralização da superfície do esmalte, se comparada com desmineralização produzida por sistemas convencionais que usam o ácido fosfórico como agente condicionante. Diante de uma desmineralização ineficiente, pode-se presumir que haja comprometimento da qualidade de união imediata e de sua estabilidade ao longo do tempo para esses sistemas. Este trabalho objetivou investigar o efeito do aumento no tempo de aplicação dos sistemas autocondicionantes, One Up Bond F® e Clearfil SE Bond® na resistência de união imediata ao esmalte dentário e sua estabilidade ao longo de 6 meses e 1 ano. Foram utilizados terceiros molares extraídos e isentos de cáries. O preparo dos espécimes para os testes de adesão em esmalte seguiu a técnica descrita por SHONO e colaboradores em 1997 para o teste de microtração. Sobre as superfícies de esmalte preparadas, os adesivos foram aplicados variando o tempo de atuação sobre as superfícies: 20 s (de acordo com as recomendações de ambos os fabricantes), 30 s e 45 s. Para efeito de comparação e adequada interpretação dos resultados, grupos adicionais foram realizados: aplicação do ácido fosfórico (35%) por 10 s, previamente à aplicação dos sistemas autocondicionantes, os quais foram aplicados em seguida pelo tempo recomendado pelos fabricantes (20 s), e inclusão de espécimes produzidos pelo sistema adesivo Single Bond (3M/ESPE), também sob diferentes condições de aplicação: sem condicionamento ácido prévio, após condicionamento por 15 s (recomendação do fabricante), 30 s e 45 s. Os espécimes produzidos foram testados após 24 hs de armazenagem em água e após 6 meses e 1 ano de armazenagem em água ou óleo mineral, para se determinar a estabilidade das uniões conseguidas. Os valores de resistência adesiva obtidos foram submetidos a ANOVA a múltiplos critérios com nível de significância a=0,05. Os resultados mostraram que os valores de resistência foram reduzidos apenas no grupo do adesivo Single Bond armazenados em água, durante um ano (p<0,05). Ambos os sistemas adesivos autocondicionantes se mostraram estáveis a armazenagem em água, sendo que os valores mais regulares de resistência adesiva foram encontrados no grupo do Clearfil SE Bond. As mais elevadas médias de resistência de união foram obtidas quando os espécimes foram armazenados em óleo. O aumento no tempo de aplicação dos sistemas adesivos autocondicionantes não resultou em melhora na qualidade adesiva ao esmalte, nem alterou o comportamento da união ao longo do tempo.
Resumo em inglês
The self-etching adhesives systems were developed in order to simplify clinical steps and improve adhesion on enamel and dentin bonding. Nevertheless, it is not clear if the acidity of these systems could establish a reliable demineralization in enamel surface compared with conventional adhesive systems that uses phosphoric acid as conditioner. Insufficient demineralization could imply compromising on early bond quality and stability of these adhesives systems. So, the aim this study was to evaluate the effect of over-etching self-etching adhesives systems, One Up Bond F and Clearfil SE Bond, in early adhesion and the stability under 6 months and 1 year on enamel. Sound human third molars were selected and prepared. Specimens were prepared using the technique described by Shono et al (1997) for microtensile bond test. Adhesive systems were applied on ground enamel at different applications time: 20s (as recommend manufacturers’ instructions), 30s and 45s. In order to compare and explain the results, additional groups was prepared. It was included specimens conditioned with 35% phosphoric acid for 10s previously the use of self-etching adhesive systems at the same period recommended by manufacture’s instructions (20s). Specimens produced with Single Bond on different etching conditions (without acid phosphoric application, etching for 15s as manufacturer’s instructions, 30s and 45s) were also included in this study. All specimens were tested at 0.5mm/min after 24 hours, 6 months and 1 year in water or oil storage in order to determine the stability of adhesion on enamel. Multiple -way ANOVA (a=0.05) showed that bond strength values decreased only for the Single Bond group stored in water during the period of 1 year (p<0.05). Both self-etching adhesives systems showed stable when stored in water. Clearfil SE Bond group showed similar bond strength values in all conditions tested. In some groups higher mean values were achieved when specimens was stored in oil. Increasing etching-time did not improve bond strength; neither avoided the degradation of adhesive interface.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2004-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.