• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Karolyne Dias Carvalho Moschella de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Silva, Patricia Moreira de Freitas Costa e (Presidente)
Azevedo, Luciane Hiramatsu
Navarro, Ricardo Scarparo
Prado, Marina Cleia Palo
Título em português
Eficácia da laserterapia e da laseracupuntura no tratamento de parestesia em pacientes submetidos à cirurgias de implantes e extração de terceiros molares inferiores
Palavras-chave em português
Cirurgia de implantes
Distúrbio neurossensorial
Exodontia de terceiros molares
Laser
Laseracupuntura
Parestesia
Photobiomodulação
Resumo em português
Extrações de terceiros molares inferiores e colocações de implantes são cirurgias comuns na prática clínica Odontológica que podem proporcionar, mesmo com as devidas precauções, a parestesia. A terapia de fotobiomodulação com laser de baixa potência estimula a reparação tecidual a partir da absorção dessa luz pelo tecido irradiado. Essa terapia pode ser realizada com a aplicação do laser sobre trajetória do nervo comprometido (laserterapia) ou, sobre pontos de acupuntura da face (laseracupuntura). Este ensaio clínico randomizado, cego, controlado, em paralelo, avaliou o retorno sensitivo do nervo alveolar inferior quando utilizadas uma das duas técnicas de fotobiomodulação em pacientes com parestesia, pós-extração de terceiros molares inferiores ou cirurgia de implantes. Foram selecionados 60 participantes que tiveram a deficiência sensitiva, após o procedimento cirúrgico, acometendo o nervo alveolar inferior. Os participantes da pesquisa foram aleatoriamente divididos em três grupos (n=20): Grupo 1 - medicação sistêmica - composto de ribonucleotídeos pirimidínicos, uridina trifosfato trissódio, citidina monofosfato dissódio (ETNA®, 01 cápsula de 8/8 hrs, 30 dias); Grupo 2 - laserterapia - 808 nm, 100 mW, 40s/ponto, 4 J de energia/ponto, distância de 1 cm entre cada ponto de irradiação, intra e extra-oral, modo contínuo, diâmetro do feixe de 0,0434 cm2 no trajeto do laser alveolar inferior lado comprometido; Grupo 3 - laseracupuntura - irradiação nas mesmas condições que grupo 2, porém apenas na região extra-oral, nos pontos de acupuntura do lado comprometido: E-4 (dicang), M-CP-18 (Jiachengjiang), VC-24 (chengjiang), E-5 (daying), E-6 (jiache) e ponto A1 (YNSA). Em seguida, foram submetidos a um protocolo padronizado de avaliação, que consistiu em 6 testes de limiares de: percepção de parestesia; térmica ao quente/frio; percepção mecânica vibratória; discriminação de dois pontos; percepção de superfície de dor e tatil. A avaliação do grupo 1 foi realizada na primeira sessão clínica (pré-intervenção terapêutica), imediatamente após a finalização da intervenção da medicação sistêmica (após 4 semanas) e 1 mês após o término das intervenção (após 8 semanas da primeira avaliação). Os Grupo 2 e 3 foram avaliados na primeira sessão clínica (pré-intervenção terapêutica), após 10 sessões de tratamento (5 semanas) e após 20 sessões de tratamento (10 semanas da primeira avaliação). Os dados coletados nas avaliações foram transcritos para fichas específicas e considerados para análise estatística. O único limiar que apresentou efeito de interação entre grupo e tempo (primeira, segunda e terceira avaliação) foi o limiar de percepção de parestesia, p=0,002. A partir de Tukey foi constatada diferença estatistica significante entre os grupos nos testes de limiares de percepção: térmica ao frio (grupo 1=3; 1 ?2; 2=3), p=0,04; de superfície de dor na mucosa anterior (grupo 1=2=3), p=0,04; corpo mandibular posterior (grupo 1=2; 1?3,2=3), p=0,01; lábio (grupo 1=2;1?3; 2?3), p=0,04; e mento (grupo 1=2;1?3;2?3), p=0,05. Não foram encontradas outras diferenças significativas nos outros testes de comparação de grupo. Tais resultados apontam que ambas as terapias de fotobiomodulação foram benéficas no tratamento de parestesia.
Título em inglês
Effectiveness of lasertherapy, laseracupuntura and systemic medication for treatment of parestesia in patients who underwent implants and mandibular third molar surgeries
Palavras-chave em inglês
Implant surgery
Laser
Laser acupuncture
Mandibular third molar surgery
Neurossensorial Disturb
Photobiomodulation
Resumo em inglês
Mandibular third molar extractions and implant surgeries are common in the dental clinical practice and can promote, even with precautions, paresthesia. Photobiomodulation Therapy (PBMT) using low power laser stimulates tissue repair due to the absorption of light. The PBMT can be performed with the laser application over the entire trajectory on the compromised nerve (laser therapy) or only in acupuncture's face points (laser acupuncture). This randomized, blinded, parallel, controlled trial study aimed to evaluate the sensitive return when one of the two PBM techniques were used in patients with paresthesia caused by mandibular third molar extraction or implant surgery. Sixty volunteers reporting sensory deficiency on the inferior alveolar nerve were selected. Volunteers were randomly divided into three groups (n=20): Group 1 - systemic medication: pyrimidine ribonucleotides, uridine triphosphate trisodium, dissodium cytidine monophosphate (ETNA®, 01 capsules, 8/8 hrs, 30 days); Group 2 - laser therapy: 808 nm, 100 mw, 40s /point, 4 J energy /point, 1 cm distance between each irradiation point, intra- and extra-oral, continuous mode, beam diameter of 0.0434 cm2, following the injured alveolar laser pathway; Group 3 - laseracupuncture: irradiated in the same conditions as group 2, but only at the extra-oral region, in acupuncture points of the compromised side: E-4 (dicang), M-CP-18 (Jiachengjiang), VC-24 (chengjiang), E-5 (daying), E-6 (jiache) e ponto A1 (YNSA). Then, volunteers underwent a standardized protocol of evaluation, which consisted of 6 tests: test of perception of paresthesia; thermal perception (hot/cold); mechanical vibration perception; two-point discrimination test; and threshold of pain and tatil surface perceptions. Group 1 was evaluated at the first clinical session (pre-intervention), immediately after the end of the intervention (after 4 weeks) and 1 month after the end of the intervention (after 8 weeks of the first evaluation). Groups 2 and 3 were evaluated at the first clinical session (pre-intervention), after 10 treatment sessions (5 weeks) and after 20 treatment sessions (10 weeks of the first evaluation). The data collected in the evaluations were transcribed for specific records and considered for statistical analysis. The only threshold that presented interaction effect between group and evaluation (first, second and third) was the perception threshold of paresthesia, p = 0.002. From Tukey statistically significant difference was found between the groups in the tests of perception thresholds : thermal to cold (group 1 = 3; 1 ? 2; 2 = 3), p = 0.04; of surface of anterior mucosal pain (group 1 = 2 = 3), p = 0.04; posterior mandibular body (group 1 = 2; 1 ? 3,2 = 3), p = 0.01; lip (group 1 = 2; 1 ? 3; 2 ? 3), p = 0.04; (group 1 = 2; 1 ? 3; 2 ? 3), p = 0.05. No other significant differences were found between the groups in other tests. These results indicate that both photobiomodulation therapies have been beneficial in the treatment of paresthesia.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.