• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2015.tde-15042015-170618
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Raphael Deitos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Biazevic, Maria Gabriela Haye (Presidente)
Costa, Claudio
Oliveira, Rogerio Nogueira de
Silva, Rhonan Ferreira da
Spadacio, Celio
Título em português
O uso do terceiro molar na estimativa de idade em brasileiros
Palavras-chave em português
Antropologia forense
Estimativa de idade
Identificação Humana
Imputabilidade
Terceiro molar
Resumo em português
A estimativa de idade em indivíduos vivos ou mortos desempenha um importante papel das ciências forenses, pois pode ser requisitada para propósitos civis ou por razões criminais: desastres em massa, adoção, asilo, direitos civis ou imputabilidade penal, dentre outros. Os dentes desempenham um protagonismo neste contexto, pois são mais resistentes que os ossos em condições ambientais extremas e seu desenvolvimento dificilmente é afetado por fatores exógenos ou endógenos. Pelo fato dos terceiros molares (3ºM) serem os únicos ainda em desenvolvimento a partir dos 14 anos de idade, tornam-se úteis para determinar se um indivíduo atingiu a maioridade legal aos 18 anos de idade. As técnicas desenvolvidas na atualidade para estimativa de idade em pessoas vivas em sua maioria dependem de imagens radiográficas dos dentes, pois é um método não-invasivo e com potencial de conseguir amostras de banco de dados de clínicas radiológicas para estudos populacionais. Este estudo almejou verificar o método de Cameriere et al. (2008c) (MC) em brasileiros, no intuito de estabelecer parâmetros para discriminar se um indivíduo é maior ou menor de 18 anos de idade a partir do índice de maturidade do 3ºM (I3m); também teve como objetivo comparar a sensibilidade (SE) e a especificidade (ES) deste método com os estágios G e H do método desenvolvido por Demirjian et al. (1973) e adaptado por Mincer et al. (1993) (MD). A análise de 444 radiografias panorâmicas de indivíduos entre as idades de 14 a 22 anos resultou em, para o valor de corte do I3m<=0,08 (MC), uma SE de 77,4%, uma ES de 86,2% e uma probabilidade estimada (PE) corretamente de 87,8%. Para o MD foram encontrados, respectivamente para os estágios G e H, SE: 80,54% / 52,94%, ES: 85,27% / 95,54% e PE: 86,8% / 94,2%. Diferenças significativas de dimorfismo sexual, com mineralização mais precoce para o sexo masculino, foram encontradas apenas paras médias de idade pertencentes às faixas de I3M>=0,08 (MC) - à exceção da faixa [0,7, 0.9) - e aos estágios E e F (MD). O método é adequado para estimar a idade adulta para propósitos forenses em brasileiros, entretanto deve ser aplicado cuidadosa e criteriosamente. Recomenda-se uma combinação de diversos métodos disponíveis para aumentar sua acurácia, bem como o estabelecimento de diferentes parâmetros de probabilidade para determinar se uma pessoa é maior ou menor de 18 anos de idade, a depender dos diferentes requisitos legais, se civil ou criminal. Para brasileiros, o método atinge sua melhor performance com I3m<=0,13 (MC) ou estágio G (MD), parâmetros recomendados para considerar a maioridade legal para fins civis, administrativos e trabalhistas. Para fins criminais, recomenda-se o I3m<=0,05 (MC) ou estágio H (MD).
Título em inglês
The use of third molar in the age estimation in Brazilians
Palavras-chave em inglês
Age determination by teeth
Forensic anthropology
Human identification
Imputability
Third molar
Resumo em inglês
The age estimation of living or dead individuals is an important part of forensic sciences because it can be used in various situations, including mass disasters, or for civil or criminal reasons, such as adoption, asylum, civil rights or criminal responsibility. Teeth play a major role in this context because they are more resistant than bones in extreme environmental conditions and their development is hardly affected by exogenous or endogenous factors. Because the third molars (3rdM) are still in development from the age of 14, they are useful for determining whether an individual has reached the legal age of 18 years. The techniques developed at present to estimate the age of living people mostly rely on radiographic images of teeth, because it is a non-invasive method and has potential to get samples database of clinical radiological for population studies. This study aims to verify the method of Cameriere et al. (2008) (CM) in Brazil to discriminate whether an individual is under or over 18 years from the maturity index of the 3rdM (I3m), as well as comparing the sensitivity (SE) and the specificity (SP) of this method with the G and H stages of the Demirjian et al. (1973) method (DM) modified by Mincer et al. (1993). The analysis of 444 panoramic radiographs resulted in a SE of 78.3%, a SP of 85.1% and a correct classification (CC) of 87%, for a cutoff value of I3m <= 0.08 as in original study. Significant differences in sexual dimorphism in the early mineralization of males were found only for the average age belonging to the bands I3m >= 0.08, except for the range [0.7, 0.9). For the MD were found, respectively, for the G and H stages - SE: 80.54% / 52.94%, SP: 85.27% / 95.54% and CC: 86.8% / 94.2%. The method is suitable for estimating adulthood for forensic purposes in Brazil, although it must be applied carefully and judiciously. We recommend a combination of several methods that are available to increase accuracy as well as the establishment of different parameters that are likely to determine whether a person is more or less than 18 years of age, depending on the different legal requirements, whether civil or criminal. For Brazilians, MC an MD achieve its best performance with I3m <= 0.13 or G stage, respectively, recommended parameters to consider the legal age for civil purposes. For criminal purposes, it is recommended I3m <= 0.05 (CM) or H stage (DM).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.