• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2012.tde-14092012-163040
Documento
Autor
Nome completo
Soo Young Kim Weffort
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Fantini, Solange Mongelli de (Presidente)
Abrao, Jorge
Andrighetto, Augusto Ricardo
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Luz, Joao Gualberto de Cerqueira
Título em português
Avaliação das relações interdentárias na posição de relação cêntrica e em máxima intercuspidação habitual em modelos montados em articulador
Palavras-chave em português
Articuladores dentários
Diagnóstico ortodôntico
Oclusão dentária
Relação central
Resumo em português
A avaliação de modelos em gesso das arcadas dentárias montados em articulador na posição de RC (relação cêntrica), revela importantes detalhes muitas vezes não observados nos modelos de estudo ortodônticos tradicionais. O objetivo do presente estudo foi o de verificar possíveis diferenças entre RC e MIH (máxima intercuspidação habitual), em grupos sintomático e assintomático, avaliando-se as seguintes características oclusais: sobremordida, sobressaliência, desvio de linha média dentária inferior, classificação de Angle para molares e de caninos. A amostra foi composta por 77 participantes, de 19 a 30 anos, não desprogramados, divididos em um grupo sintomático, sendo 15 do gênero masculino e 20 do feminino, com média de idade de 22,8 anos, e outro, assintomático, de 42 indivíduos sendo 18 do gênero masculino e 24 do feminino, com média de idade de 23,6 anos. Todos os participantes assinaram o Termo de consentimento livre e esclarecido (n.82/05) aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da FOUSP e foram submetidos a anamnese, exame clínico, exame de palpação muscular e das ATM. O grupo sintomático foi caracterizado por sinais e sintomas de disfunção temporomandibular (DTM) de origem muscular, segundo Critérios Diagnósticos de Pesquisa em Distúrbio Temporomandibular (Dworkin e LeResche, 1992). Foram considerados assintomáticos indivíduos que apresentaram ausência de sinais e sintomas de DTM. Foram obtidos os registros de RC, de MIH e modelos superiores e inferiores em gesso, que foram montados em articulador semi-ajustável com registros de RC obtidos de acordo com a técnica power centric de Roth modificada. Para medições confiáveis, foi desenvolvido instrumento que manteve o plano oclusal inferior como referência nas duas posições avaliadas. Para a análise estatística foram utilizados os testes ANOVA, ANOVA com medidas repetidas, Qui-Quadrado com correção de continuidade e teste não-paramétrico de McNemar-Bowker para dados pareados. Foram encontradas diferenças significativas entre RC e MIH em todas as variáveis examinadas, tanto no grupo sintomático como no assintomático, porém não foram encontradas diferenças entre os grupos. Foi observada sobressaliência significantemente maior (p<0,001), sobremordida significantemente menor (p<0,001) e desvio de linha média inferior maior (0,047) em RC que em MIH. O maior percentual de relação de Angle em MIH foi de Cl I, e em RC, de relação de Cl II, tanto para os caninos como para os molares. Foi observada associação significativa entre maior variação na sobremordida entre RC e MIH, e as mudanças da relação molar dos lados direito e relação de canino do lado esquerdo, com sobremordida maior em MIH. Foi encontrada associação significativa entre maior variação entre RC e MIH com sobressaliência maior em RC, com as variações da relação de canino do lado esquerdo. Observou-se também, associação significativa entre a alteração da relação molar do lado D, com maior desvio de linha média inferior em RC. Confirmou-se neste estudo que as maloclusões analisadas em RC são diferentes daquelas examinadas em MIH, o que pode modificar o diagnóstico e o plano de tratamento ortodônticos.
Título em inglês
Dental interarch relationship evaluation in centric relation and maximum intercuspation in articulator mounted models
Palavras-chave em inglês
Centric Relation
Dental articulator
Dental occlusion
Orthodontic diagnosis
Resumo em inglês
The evaluation of mounted models assembled in articulator on CR ( centric relation) position reveals important details that are often not observed in traditional orthodontic study dental casts. The objective of this study was to observe differences between CR and MIC (maximum intercuspation), evaluating the following occlusal characteristics: overbite, overjet, , inferior dental midline deviation, molar and canine Angles classification. The sample comprised 77 individuals, from 19 to 30 years old, divided into two groups: the symptomatic group (n=35) (mean age: 22.8 years, 15 men and 20 women) and the asymptomatic group (n=42) (mean age: 23.6 years, 18 men and 24 women). All individuals signed an informed consent agreeing with research procedures. Approval for the procedures of this research was obtained from the Ethics Committee of the University of São Paulo (Project Number 82/05). Based on data collected during anamnesis and clinical examination, the subjects were divided in two groups a symptomatic and an asymptomatic in accordance to the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD). From each subject, CR and MIC bite registrations were obtained. Models were mounted on an articulator, using CR records obtained by modified Roths power centric technique. For reliable measurements, an instrument was developed in order to maintain the inferior occlusal plane as a reference. ANOVA method, ANOVA method with repeated measurements, Chi-squared test with a continuity correction and non-parametric McNemar-Bowker test for two-related-samples were used for statistical analysis. A significantly greater overjet (p<0.001), a significantly less overbite (p<0.001), and a greater inferior midline deviation were observed (0.047) in CR compared with MIC. Significant differences between CR and MIC were also found for the Angle's classification of canines and molars. Class I was more prevalent in MIC and Class II was more prevalent in CR. A significant association was observed between the overbite differences between CR and MIC - greatest overbite in MIC - with the molars relation changes on the right sides (p=0.007), and with the canines relation changes on the left side (p=0.043). A significant association was found that linked ovejet differences between CR and MIC - greatest overjet in CR - with canine relation changes on the left side (p=0.003). A significant association was also observed between the inferior midline deviation differences - greatest inferior midline deviation in CR - with molars relation changes on the right side (p=0.026). There were not found differences between the symptomatic and asymptomatic groups for the variables studied. It is concluded that occlusal characteristics observed in CR were significantly different from those observed in MIC in symptomatic as well as in asymptomatic individuals, which may change the diagnosis and orthodontic treatment plan.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.