• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2012.tde-14092012-162818
Documento
Autor
Nome completo
Siddhartha Uhrigshardt Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Abrao, Jorge (Presidente)
Chilvarquer, Israel
Fantini, Solange Mongelli de
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Pinto, Ary dos Santos
Título em português
Análise tomográfica quantitativa linear de espessuras ósseas alveolares com vistas ao diagnóstico em ortodontia - Proposta de método
Palavras-chave em português
Confiabilidade Científica
Espessuras ósseas alveolares
Método tomográfico
Metrologia aplicada
Ortodontia
Osteologia
Software AutoCAD®
Tomografia computadorizada de feixe-cônico (TCFC/cone-beam)
Resumo em português
O objetivo principal desta pesquisa foi justificar a proposta de utilização de um novo método tomográfico (cone beam) de avaliação das espessuras ósseas alveolares, maxilares e mandibulares, por meio de testes objetivos das Condições de Repetitividade e de Precisão Intermediária associadas à variação intra e interoperadores, e conforme a utilização de programa computacional independente (AutoCAD®) para a realização das medições, aplicadas à sequência do Procedimento Operacional Padrão (POP) definido para este experimento. A Fase I da pesquisa registrou os critérios de obtenção da qualidade final das imagens tomográficas definitivas, a partir de equipamento iCAT® (Imaging Sciences International, Hatfield, Pa), com parâmetros de aquisição de 120KVp, 37,7mA e 26,9s, e considerando FOV cilíndrico de 13cm e matriz de 512x512 pixels. A resolução do voxel foi de 0,25mm; A Fase II registrou os critérios exploratórios relativos às condições operacionais do software de visualização, registro (inspeção e identificação) e medição das grandezas selecionadas. A Fase III registrou a realização dos testes de repetitividade e de reprodutibilidade das medidas. Um total de 72 grandezas lineares foram previamente definidas e metodologicamente testadas em sua qualidade de inspeção, identificação e medição, a partir da avaliação de sete (7) operadores independentes, cinco dos quais eram especialistas e com Mestrado Acadêmico em Ortodontia pela FOUSP e, o outro, especialista em Radiologia Odontológica e Doutor em Diagnóstico Bucal (FOUSP). Os examinadores foram previamente instruídos, calibrados e treinados considerando os requerimentos necessários à execução dos testes propostos. O protocolo de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (Parecer CAAE 0120.0.017.000-11). A análise estatística dependeu da utilização de Modelo de Componentes de Variância (hierárquico), e foram consideradas como fontes de variação: as medidas, efetuadas por um mesmo operador ou por diferentes operadores; a face considerada, vestibular ou lingual/palatina; os locais (três níveis de espessura óssea alveolar) em cada uma das faces e, ainda, os diferentes dentes. Esta análise foi realizada de forma separada para mandíbula e maxila. Valores de p<0,05 indicaram significância estatística. Os resultados indicaram significativa confiabilidade geral no método proposto, considerando a Condição de Repetitividade, com apenas 0,24% da variabilidade maxilar total atribuível a um único operador, e mandibular de 0,53%; e com valores expressivos relativos às incertezas de medida maxilares (0,156mm) e mandibulares (0,091mm), desse modo atestando significativa consistência interna (repetibilidade) do método. Os testes da Condição de Precisão Intermediária também indicaram significativa confiabilidade geral no método proposto, com apenas 1,52% da variabilidade total mandibular atribuível à participação de diversos operadores, e maxilar de 0,25%; e com valores também expressivos relativos às incertezas de medida mandibulares (0,149mm) e maxilares (0,158mm), desse modo atestando significativa condição final de reprodutibilidade. Conclui-se que a utilização de imagens provenientes de tomógrafo iCAT®, conforme indicação de resolução de imagem com voxel de 0,25mm, em humanos vivos e a partir de cortes trans-axiais sistematicamente operacionalizados com auxílio de Software AutoCAD®, propicia a geração de condições metodológicas suficientemente favoráveis à obtenção de mapeamento quantitativo linear de espessuras ósseas alveolares, vestibulares e palatinas/linguais, tanto para a maxila quanto para a mandíbula.
Título em inglês
A quantitative linear tomographic analisys of the alveolar bone thicknesses and its implications to diagnosis in Orthodontics A method proposal
Palavras-chave em inglês
Alveolar bone thickness
Applied metrology
AutoCAD® Software
Cone-Beam Computed Tomography (CBCT)
Orthodontics
Osteology
Scientific Reliability
Tomographic method
Resumo em inglês
This research aimed to justify the proposed use of a new tomography method (cone beam) in the clinical assessment of alveolar, maxillary and mandibular bone width, through objective tests of the Conditions of Repetitiveness and Intermediate Precision associated with intra- and inter-operator variation, using the independent computer program (AutoCAD®) for the execution of the measurements according to the Standard Operating Procedure (SOP) sequence defined for this experiment. Phase I of the research recorded the criteria for obtaining the final quality of the tomography images, using iCAT® (Imaging Sciences International, Hatfield, Pa, USA) equipment with acquisition parameters 120KVp, 37.7mA, and 26.9s, and considering cilindric field-of-view (FOV) of 13cm and 512x512 pixels matrix. The voxel resolution was 0.25mm. Phase II recorded the exploratory criteria relative to the operational conditions of the visualization software, registry (visual inspection and landmark identification) and measurement of the selected magnitudes. Phase III recorded the tests of repeatability and reproducibility of the measurements. A total of 72 linear magnitudes were previously defined and methodologically tested for their quality of inspection, identification and measurement, based on assessment by seven (7) independent operators, five of whom were specialists, with masters degrees in Orthodontics from FOUSP; and the other, a specialist in Dental Radiology and Doctor of Oral Diagnosis (FOUSP). The examiners were previously instructed, calibrated and trained according to the requirements for performing the proposed tests. The research protocol was approved by the Committee for Ethics in Research of the Faculty of Dentistry at the University of São Paulo (Protocol # 102/11-CAAE 0120.0.017.000-11). Statistical analysis used the (hierarchical) Components of Variation Model, and the sources of variation were considered to be: the measurements, made by the same operator or by different operators; the face considered, whether vestibular or lingual/palatal; the locations (three levels of alveolar bone thickness) in each of the faces and, also, the different teeth. This analysis was carried out separately for the mandible and the maxilla. Values of p<0.05 indicated statistical significance. The results indicated overall significant reliability in the proposed method considering the Condition of Repetitiveness, with only 0.24% of total maxillary, and 0.53% of mandibular, variability attributable to a single operator; and with expressive values relative to measurement uncertainties of maxillary (0.156 mm) and mandibular (0.091mm) averages, thereby attesting to significant internal consistency ("repeatability") of the method. Tests for the Condition of Intermediate Precision also indicated overall significant reliability of the proposed method, with only 1.52% total mandibular, and 0.25% maxillary, variability attributable to the participation of the various operators; and, also, with expressive values relative to measurement uncertainties of mandibular (0.149mm) and maxillary (0.158mm) averages, thereby attesting to the significant final condition of reproducibility. It is concluded that the use of images from iCAT® tomography, as indicated by image resolution with voxels of 0.25mm, in live humans and from transaxial cuts performed systematically with the help of AutoCAD® Software, provides methodological conditions sufficiently favorable for obtaining linear quantitative mapping of alveolar, vestibular and palatal/lingual bone thicknesses, for both the maxillary and mandibular dental arches.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.