• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2011.tde-25112011-120702
Documento
Autor
Nome completo
Roger Nishyama
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Nakamae, Atlas Edson Moleros (Presidente)
Conti, Paulo Cesar Rodrigues
Guimaraes, Antonio Sergio
Mori, Matsuyoshi
Paiva, João Batista de
Título em português
Avaliação das guias condilar e incisal em função da curva de compensação e da altura das cúspides - Releitura das Leis de Articulação de Hanau
Palavras-chave em português
Articulação temporomandibular
Articuladores dentários
Oclusão dentária
Permeabilidade dentinária
Projeto auxiliado por computador
Prótese total
Resumo em português
Este estudo teve como objetivo avaliar a variação das guias sagitais (guia condilar e guia incisal), em função do plano de orientação (curvatura e inclinação) e da altura das cúspides, no movimento protrusivo mandibular, in vitro, buscando as relações entre esses fatores, tanto de forma analógica como digital. No estudo analógico foram avaliadas as inclinações das guias condilares, inclinações da guia incisal, proeminência da curva de compensação e inclinação do plano oclusal. Para isso foram utilizados planos de orientação prototipados com a proeminência da curva de compensação pré definidas por calotas de esferas de 7, 8 ou 9 polegadas de diâmetro. Para cada proeminência da curva de compensação haviam 3 inclinações antero-posterior também pré definidas em: planos iniciais, ou planos 0, planos com um aumento da inclinação de 5 graus em relação ao primeiro, ou plano +5, e planos com uma inclinação 5 graus menor que o primeiro, ou plano -5. Com um par planos de orientação montados no articulador não arcon Bio-art EVA Plus ajustou-se as guias condilares e incisal, após isso foi aumentada a inclinação da guia condilar e observadas as alterações necessárias nos outros três fatores, inclinação da guia incisal, proeminência da curva de compensação e inclinação do plano oclusal, cada uma em seu determinado momento, para se restabelecer o ajuste do articulador. Esse procedimento foi repetido alterando-se cada um dos outros 3 fatores gerando assim 6 condições experimentais analógicas. No estudo digital foram avaliadas as inclinações das guias condilares, inclinações da guia incisal, proeminência da curva de compensação, inclinação do plano oclusal e altura das cúspides dos dentes posteriores. Para isso, o articulador Bio-art EVA Plus foi reproduzido no programa Adobe Photoshop CS3 juntamente com os planos de orientação e as simulações de cúspides e de dentes anteriores. Da mesma forma que o estudo analógico iniciou-se com os planos de orientação em posição e o articulador com as guias condilares e guia incisal ajustadas; foi aumentada a inclinação da guia condilar e observado no movimento de protrusão o comportamento dos outros 4 fatores, cada um em um determinado momento, para o restabelecimento da oclusão bilaterla balanceada. Esse procedimento foi repetido com cada um dos outros 4 fatores gerando assim 10 condições experimentais virtuais. Os resultados permitiram concluir que existe uma relação entre a inclinação da guia condilar, inclinação da guia incisal, proeminência da curva de compesação, inclinação da curva de compensação e altura das cúspides, na obtenção da oclusão bilateral balanceada, e esta relação comprova as descritas por Hanau em seus estudos.
Título em inglês
Evaluation of condylar guidance and incisal guidance according to the compensating curve and cusp heights. A review of Hanaus laws of articulation
Palavras-chave em inglês
Complete denture
Computer-aided design
Dental articulators
Dental occlusion
Temporomandibular Joint
Resumo em inglês
The objective of this in vitro study was to evaluate the variation of the saggital guidances (condylar guidance and incisal guidance) according to plane of orientation (prominence and inclination) and cusp heights during mandibular protrusive movements. The relationship between afore mentioned factors were assessed through both analogical and digital methods. In the analogical study, the inclination of condylar guidance and incisal guidance, prominence of compensating curve and the inclination of the occlusal plane were evaluated. In order to do so, prototyped guiding planes with compensating curves prominence pre-defined by spheres of 7, 8 and 9 inches of diameter were used. For each compensating curves prominence, there were also 3 pre-defined antero-posterior inclinations: initial planes (plane 0), planes with a 5-degree inclination increase (plane +5) and planes with a 5-degree inclination decrease (plane -5). A pair of guiding planes was mounted on a non-arcon Bio-art EVA Plus articulator and condylar and incisal guidances were adjusted. As the condylar guidance was increased, the changes necessary to reestablish the articulators adjustment were observed for the other three factors: incisal guidances inclination, prominence of compensating curve and occlusal planes inclination. This procedure was repeated altering each one of the other three factors resulting in 6 analogical experimental conditions. In the digital study, condylar guidance inclination, incisal guidance inclination, compensating curve prominence, occlusal plane inclination and posterior teeths cusp heights were evaluated. In order to do so, the Bio-art EVA Plus articulator, guiding planes and simulations of the cusps and anterior teeth were reproduced in the Adobe Photoshop CS3 program As performed at the analogical study, the guiding planes were put into position and the condylar and incisal guidances were adjusted. The condylar guidance inclination was increased and the changes in the other 4 factors were observed in the protrusive moment so that the bilateral balanced occlusion could be reestablished. This procedure was repeated with each one of the 4 factors resulting in 10 virtual experimental conditions. The results showed that there is a relationship between the condylar guidance inclination, incisal guidance inclination, prominence of the compensating curve and the cusp heights when achieving bilateral balanced occlusion and the results obtained in the current study is in accordance with those obtained by Hanau.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
101_132.pdf (23.75 Mbytes)
1_41.pdf (1.30 Mbytes)
42_52.pdf (38.53 Mbytes)
53_72.pdf (15.65 Mbytes)
73_83.pdf (54.02 Mbytes)
84_100.pdf (33.44 Mbytes)
Data de Publicação
2011-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.