• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
João Gilberto Frare
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Deboni, Maria Cristina Zindel (Presidente)
Ceccheti, Marcelo Minharro
Cremonini, Caio Cesar
Homem, Maria da Graça Naclerio
Título em português
Ensaio clínico randomizado e cruzado entre a piezocirurgia e a técnica convencional rotatória para a exodontia de terceiros molares inferiores
Palavras-chave em português
Cicatrização de feridas
Edema
Piezocirurgia
Processos hemodinâmicos
Técnica odontológica de alta rotação
Terapia por ultrassom
Terceiro molar
Trismo
Resumo em português
A exodontia de terceiros molares inclusos produz um grau significativo de traumatismo para os tecidos moles e estruturas ósseas da cavidade oral, consequentemente resultando em uma reação inflamatória. Esta reação gera diversos sinais e sintomas clínicos pós operatórios como: dor, edema e limitação de abertura bucal que fazem parte da resposta inflamatória reparadora, mas que se exacerbada pode levar a grandes desconfortos. O objetivo do presente estudo foi verificar comparativamente a piezocirurgia e a técnica convencional rotatória quanto a variabilidade dos principais parâmetros clínicos, sistêmicos e locais, no pré, trans e no pós operatório da exodontias de terceiros molares inferiores. Foi realizado um estudo clínico randomizado, cruzado em 20 pacientes saudáveis com necessidade de exodontia de terceiros molares inclusos e/ou impactados bilateralmente de mesma dificuldade cirúrgica. O lado a ser operado foi alocado randomicamente para técnica ultrassônica ou rotatória. Foram analisadas as alterações hemodinâmicas, pressão arterial, frequência cardíaca e saturação de oxigênio pré, trans e pós operatórias. Os desfechos locais foram coletados no dia do procedimento e 24 horas após a cirurgia, nesse contexto foi investigada a máxima abertura bucal em milímetros e o edema facial em pontos anatômicos pré estabelecidos. A análise de dor foi registrada pelo próprio paciente por meio da escala visual analógica em ficha padronizada, assim como a quantidade de analgésicos consumida e os níveis de ansiedade. Os resultados mostraram que o tempo trans operatório pelo uso da piezocirurgia foi maior. Não houve grande variabilidade nos parâmetros hemodinâmicos. A técnica ultrassônica provocou limitação de abertura de boca semelhante à técnica convencional. Gerou menor edema pós operatório em uma das dimensões lineares. Não promoveu níveis menores de dor pós operatória, além disso pode aumentar o grau de ansiedade do paciente. Concluímos que para as osteotomias nas exodontias de terceiros molares inferiores, a piezocirurgia mostrou ser comparável a técnica convencional. O emprego de uma ou outra técnica deve ser uma opção pessoal do cirurgião.
Título em inglês
Randomized crossover clinical trial between piezocirurgia and conventional technique for inferior third molar extraction
Palavras-chave em inglês
Dental high-speed technique
Hemodynamics
Piezosurgery
Swelling
Third Molar
Trismus
Ultrasonic
Wound healing
Resumo em inglês
The removal of third molars leads a significant degree of trauma to soft tissues and bone structures of oral cavity, consequently results in an inflammatory reaction. This reaction generates several clinical signs and post-operative symptoms such as: pain, edema and oral aperture limitation that are part of the inflammatory response. If exacerbated, this response can lead to a great discomfort. The aim of this study was to compare, systemic and local parameters variations, between the piezosurgery and the conventional rotational technique for third molar removal. A randomized, crossover clinical trial was carried out in 20 healthy patients with the necessity for bilateral impacted third molars extraction with the same surgical difficulty. The side to be operated was allocated randomly for ultrasonic or conventional rotatory technique. Hemodynamic variations as: blood pressure, heart rate and oxygen saturation were analyzed in different moments. The local outcomes: maximum oral aperture and facial edema were measured on the day of the procedure and 24 hours after the surgery. Post-operative pain scores were recorded by the patient using a visual analogical scale in standardized diary, as well as anxiety levels and the number of painkillers intake. The results showed that the trans-operative period with the use of piezosurgery was higher. There was no great variability at the hemodynamic parameters. The ultrasonic technique caused a mouth-aperture limitation like the conventional technique and it generated minor post-operative edema in one of the linear dimensions. It did not promote minor levels of post-operative pain, moreover it can increase the anxiety level of the patient. We concluded that for osteotomies in the third molar surgery, piezosurgery shows to be equivalent to conventional technique. The employment of one or another technique should be a personal decision of the surgeon.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.