• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Guillermo Alberto Lanas Teran
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Deboni, Maria Cristina Zindel (Presidente)
Ceccheti, Marcelo Minharro
Homem, Maria da Graça Naclerio
Souza, Daniel Falbo Martins de
Título em português
Epidemiologia e desfechos clínicos do tratamento das fraturas faciais de um hospital público de Quito - Equador: um estudo retrospectivo de 5 anos
Palavras-chave em português
Complicações
Epidemiologia
Fixação de fraturas
Ossos faciais
Resumo em português
Estudos epidemiológicos regionais que envolvam a traumatologia maxilofacial são importantes para auxiliar o desenvolvimento de formas mais eficientes de prestar cuidados em saúde, para avaliar e melhorar a qualidade destes cuidados e gerenciar estratégias de prevenção, financiamento e acesso ao tratamento no setor público de saúde. O tempo decorrido entre um trauma de face de um paciente até o atendimento clínico e tratamento das fraturas pode afetar os resultados clínicos em termos de intervenções resolução e complicações. O objetivo deste estudo foi verificar se no Hospital Público Eugênio Espejo de Quito, existe uma relação entre variáveis de tipificação das fraturas, seus tratamentos e os intervalos de tempo para sua resolução clínica com o aparecimento de complicações. Um estudo retrospectivo foi realizado nos prontuários do Serviço de Cirurgia bucomaxilofacial veificando dados epidemiológicos e da evolução clínica de pacientes que sofreram fraturas em face, esqueleto fixo e mandíbula entre os anos de 2012 e 2016. Os resultados mostraram que a epidemiologia das fraturas faciais foi bastante semelhante ao que a literatura pertinente ao assunto tem mostrado. A maioria dos casos ocorreram fora da cidade de Quito (64%). Observamos que não existe associação das variáveis: histórico de hábitos nocivos, presença de desvio, tipo de fratura, abordagem da fratura, tipo de fixação, presença ou não de comorbidades com o aparecimento de fraturas. Entretanto, os dados mostraram que existe 70% mais chances de risco de complicações quando o intervalo decorrido entre o acidente e o tratamento definitivo ultrapassar uma semana. Discutimos os fatores que podem implicar neste maior intervalo de tempo entre essas condutas e concluímos que existe a necessidade de investimento na especialidade e estudos para implantação de novos serviços fora da cidade de Quito.
Título em inglês
Epidemiology and clinical outcomes of facial fractures management in a public hospital in Quito - Ecuador: a five-year retrospective study
Palavras-chave em inglês
Complications
Epidemiology
Facial bones
Fracture Fixation
Resumo em inglês
Regional epidemiological studies involving maxillofacial traumatology are important to assist in the development of more efficient ways of providing health care, to assess and improve the quality of these care and to manage strategies of prevention, funding and access to treatment in public health sector. The time elapsed between a trauma of a patient's face until clinical care and treatment of fractures can affect the clinical results in terms of resolution interventions and complications. The objective of this study was to check whether in the public hospital Eugenio Espejo de Quito, there is a relationship between variables of typing of the fractures, their treatments and the intervals of time for their clinical resolution with the appearance of complications. A retrospective study was performed in the records of the Maxillofacial Surgery Service to verify epidemiological data and clinical evolution of patients who suffered fractures in face, fixed skeleton and jaw, between 2012 and 2016. The results showed that epidemiology of the facial fractures was quite similar to what pertinent literature to the subject has shown. Many of the cases occurred out city of Quito (64%). We observe that there is no association of historical variables of harmful habits, presence of deviation, type of fracture, approach of fracture, type of fixation, presence or not of comorbidities with the appearance of complications. However, the data showed that there are 70% more chances of risk of complications when the interval elapsed between the accident and the definitive treatment exceed one week. We discuss the factors that can be associated with the largest interval of time between conducts and we conclude that there is a need for investment in the specialty and studies for implementation of new services out the city of Quito.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.