• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2017.tde-04032017-113808
Documento
Autor
Nome completo
Marcello Roberto Manzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Deboni, Maria Cristina Zindel (Presidente)
Ceccheti, Marcelo Minharro
Homem, Maria da Graça Naclerio
Lascala, Cesar Angelo
Sendyk, Wilson Roberto
Título em português
Avaliação histológica e microtomográfica comparativa entre o aloenxerto ósseo liofilizado e o aloenxerto ósseo congelado para preenchimento na elevação do assoalho de seio maxilar
Palavras-chave em português
Aloenxertos
Implantes dentários
Processo alveolar
Seio maxilar
Resumo em português
O aloenxerto ósseo desmineralizado irradiado (ALD) e o aloenxerto ósseo congelado mineralizado (ACM) são alternativas ao osso autógeno para o aumento do rebordo ósseo alveolar. Individualmente, já foram testados quanto a eficiência, de certa forma, comparável aos autógenos e suas vantagens sobre eles. Entretanto, não há estudos padronizados comparando o desempenho clínico entre esses dois tipos de aloenxertos, quando utilizados em região de maxila atrófica para instalação e implantes. O objetivo deste estudo foi realizar um ensaio clínico randomizado controlado que envolve a elevação bilateral do seio maxilar empregando o osso alógeno liofilizado desmineralizado irradiado (ALD) ou o osso alógeno congelado mineralizado (ACM) e verificar comparativamente os desfechos clínicos para estabilidade de implantes, quantidade e qualidade de neoformação óssea. Dez pacientes foram submetidos a cirurgia de elevação do seio maxilar bilateral na qual foi utilizado um dos tipos de aloenxerto, de forma randômica em um dos lados. Seis a nove meses após o aumento do rebordo ósseo, no momento da instalação de implantes osseointegrados, foram obtidas amostras ósseas por meio de trefina de 2x10mm para análises microtomográficas e histológicas. A estabilidade dos implantes foi aferida por frequência de ressonância em dois momentos, imediato e após 6 meses da instalação dos implantes. Os resultados mostraram aumento do rebordo, radiograficamente detectável em todos os pacientes e grupos. Os implantes osseointegrados, inseridos em enxertos ACM, apresentaram melhor estabilidade primária, embora o acréscimo de estabilidade tenha sido mais significativo no ALD. As análises microtomográficas e histológicas revelaram mais formação óssea de melhor qualidade nos ALD do que nos ACM. Não houve resposta a corpo estranho para nenhum dos tipos de aloenxertos. Notou-se mais quantidade de material remanescente para ACM do que para ALD. Concluímos que os aloenxertos liofilizados desmineralizados irradiados (ALD) apresentaram melhor desempenho quanto aos parâmetros estudados.
Título em inglês
Histological and microtomografic assessment between lyophilized and fresh-frozen allogenic bone grafts for sinus lifting : Randomized Controlled clinical Trial
Palavras-chave em inglês
Allografts
Alveolar ridge
Dental implants
Maxillary sinus
Resumo em inglês
Demineralized bone irradiated allograft (DFDBA) and fresh- frozen (FF) are alternative grafts to autogenous bone in alveolar ridge augmentation. Individually, these allografts have been tested for their efficiency, in a way comparable to autogenous, and so their advantages over autogenous grafts. However, there are no standardized clinical studies comparing the clinical and histological performance between these two allografts in atrophic maxilla bone augmentation for implants instalment. The aim of this study was to perform a randomized controlled clinical trial involving bilateral sinus floor elevation employing demineralized freeze-dried irradiated allograft (DFDBA) or fresh-frozen (FF) and to compare clinical and histological outcomes for stability of implants, quantity and quality of bone formation. Ten patients underwent bilateral maxillary sinus lifting surgery in which side was randomly used one of those allografts for alveolar ridge augmentation. Six to nine months after grafting, at the time of dental implants instalment, trephine 2x10mm bone core biopsies were obtained to micro computed tomographic and histological analyses. The stability of the implants was measured by resonance frequency in two stages, immediately and 6 months after implants installation. Results showed that there was an increase, radiographically detectable, in all patients and groups. The dental implants inserted in FF grafts showed better primary stability but implant stability, lately, increased significantly in DFDBA. Micro tomographic and histological analyses revealed that bone formation amount and quality was superior in DFDBA than in FF. There was no foreign body response for any of the allografts. There was a greater amount of persisting graft-materialin FF than in DFDBA. We conclude that demineralized freeze-dried irradiated allograft (DFDBA) presented a superior performance than mineralized FF.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.