• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2006.tde-22032006-090643
Documento
Autor
Nome completo
Graciela Medeiros Jabôr Jahn
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Antunes, Jose Leopoldo Ferreira (Presidente)
Fantini, Solange Mongelli de
Pedro, Paulo Frazão São
Título em português
"Oclusão dentária em escolares e adolescentes no Estado de São Paulo, 2002"
Palavras-chave em português
Epidemiologia
Índice de Estética Dental
Maloclusão
Oclusão dentária
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi descrever a prevalência e severidade dos problemas de oclusão dentária em escolares no Estado de São Paulo, explorando a associação entre os indicadores epidemiológicos dos problemas de oclusão e as variáveis sócio-econômicas, demográficas e os indicadores de provisão de serviços odontológicos. Sua principal base de informações é o levantamento epidemiológico em saúde bucal realizado em 2002 pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, tendo como população de referência escolares de 5 (n=4936), de 12 anos (n=5779) e de 15 a 19 anos de idade (n=1823). Para examinar a oclusão dentária, foi aplicado o Índice de Estética Dentária. Para a idade de 5 anos, a prevalência de maloclusão severa no Estado de São Paulo foi 22% e de maloclusão em qualquer grau (leve ou severa) foi 43%. Aos 12 anos de idade, apontou-se maloclusão definida em 20% dos escolares examinados, maloclusão severa em 10% e maloclusão muito severa incapacitante em 7%. Para a faixa etária de 15 a 19 anos; apontou-se maloclusão definida em 13% dos escolares examinados, maloclusão severa em 6% e maloclusão muito severa ou incapacitante em 6%. No que diz respeito à análise dos dados agregados, o sentido geral deste estudo é de que o Índice de Estética Dentária, bem como seus componentes, não associaram significantemente com as medidas de desenvolvimento socioeconômico e de provisão de serviços odontológicos.
Título em inglês
Dental occlusion in schoolchildren and adolescents of the state of São Paulo, 2002
Palavras-chave em inglês
Dental Aesthetic Index
Dental occlusion
Epidemiology
Maloclusion
Resumo em inglês
The aim of this study is to describe the prevalence and severity of malocclusion in schoolchildren of the state of São Paulo, and in the 34 towns included in the survey, exploring the association between epidemiologic indicators of dentofacial anomalies and covariates on socio-demographic characteristics and provision of dental services. Its main source of information was the epidemiologic survey on oral health performed in 2002 by the health department of the state of São Paulo, which assessed schoolchildren aged 5 (n=4936), 12 (n=5779) and 15-19 (n=1823) years old, which were enrolled in public and private schools. We also gathered socioeconomic information and data related to the provision of dental services in participating towns. Dental occlusion was assessed in terms of the Dental Aesthetic Index. For 5-year-old schoolchildren, the prevalence of severe malocclusion in the state of São Paulo was 22%, and the overall prevalence of malocclusion (mild or severe) was 43%. Definite malocclusion affected 20% of 12-year-old schoolchildren, severe malocclusion affected 10%, and very severe or handicapping malocclusion affected 7%. For 15- to 19-year-old adolescents, the prevalence of definite malocclusion was 13%, of severe malocclusion was 6%, and of very severe or handicapping malocclusion was 6%. Regarding data aggregated at the town level, the current study observed absent association between the Dental Aesthetic Index, as well as of its components, and indices of socioeconomic development and the provision of dental services.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-04-12
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ANTUNES, J. L. F., et al. The use of dental care facilities and oral health: a multilevel approach of schoolchildren in the Brazilian context. Oral Health and Preventive Dentistry, 2006, vol. 4, p. 287-294.
  • ANTUNES, J. L. F., JAHN, Graciela Medeiros de Jabôr, and CAMARGO, Marcela Aparecida Ferreira de. Increasing inequalities in the distribution of dental caries in the Brazilian context. Community Dental Health, 2005, vol. 22, nº 2, p. 94-100.
  • JAHN, Graciela Medeiros de Jabôr, CAMARGO, Marcela Aparecida Ferreira de, and ANTUNES, J. L. F. Increasing inequalities in the distribution of dental caries in Brazil. Journal of Epidemiology, 2004, vol. 58, nº Suppl. 1, p. A86. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.