• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2011.tde-15032012-165516
Documento
Autor
Nome completo
Cassia Tiemi Fukuda Nakashima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Micheli, Giorgio de (Presidente)
Arita, Emiko Saito
Pereira, Rosa Maria Rodrigues
Romito, Giuseppe Alexandre
Szejnfeld, Vera Lucia
Título em português
O uso de radiografias panorâmicas como um método para predizer a massa óssea em mulheres na pós-menopausa
Palavras-chave em português
Osteoporose
Prevenção
Radiografia
Resumo em português
Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar se a avaliação da cortical mandibular é um método confiável para predizer a densidade mineral óssea utilizando a Morfologia da Cortical Mandibular e a Espessura da Cortical Mandibular em radiografias panorâmicas. Métodos: Duzentos e doze mulheres na pós-menopausa (59,28 ± 4,99 anos) foram incluídas. Questionários estruturados foram aplicados para identificar fatores demográficos e fatores de risco para a osteoporose. A densidade mineral óssea foi medida por dupla absorção de raios-X. A osteoporose foi classificada de acordo com critérios da Organização Mundial da Saúde (T-score -2,5) e foi o padrão ouro para seu diagnóstico. A Morfologia da Cortical Mandibular e a Espessura da Cortical Mandibular foram avaliadas baseadas em métodos validados para verificar as características radiográficas da mandíbula. Resultados: A sensibilidade, a especificidade, os valores preditivos e a acurácia para a identificação de osteoporose pelos parâmetros radiográficos foram analisadas. Resultados para a Morfologia da Cortical Mandibular e a Espessura da Cortical Mandibular foram os seguintes: sensibilidade de 58,33% e 50,00%; especificidade 91,86 e 91,25% e acurácia de 74,08% e 69,91%, respectivamente. A área sob a curva ROC foi de 0,74. O ponto de corte foi 3,4 mm para identificação de osteoporose por meio da Espessura da Cortical Mandibular. Conclusão: Este estudo demonstrou que radiografias panorâmicas são um procedimento confiável para excluir a osteoporose.
Título em inglês
The use of panoramic radiographs as a method to predict bone loss in post menopausal women
Palavras-chave em inglês
Osteoporosis
Prevention
Radiograph
Resumo em inglês
Objective: The aim of this study was to investigate if the assessment of the mandibular cortical is a reliable method to predict bone mineral density using Mandibular Cortical Erosion and Mandibular Cortical Width from panoramic radiographs. Methods: Two hundred and eleven postmenopausal women (59.28 ± 4.99 years) were enrolled, and structured questionnaires were administered to identify demographic and risk factors for osteoporosis. Bone mineral density was measured by Dual-energy X-ray absorptiometry. Osteoporosis was classified according to the World Health Organization criteria (T-score -2.5) and it was reference gold standard for osteoporosis diagnosis. Mandibular Cortical Erosion and Mandibular Cortical Width were assessed based on validated methods for evaluating the radiographic characteristics of the mandible. Results: Sensitivities, specificities, predictive values and accuracies for osteoporosis identification by Mandibular Cortical Erosion and Mandibular Cortical Width were evaluated. Respective results for Mandibular Cortical Erosion and Mandibular Cortical Width were as follows: sensitivity 58.33% and 50.00%; specificity 91.86% and 91.25% and accuracy 74.08% and 69.91%. The area under the ROC curve was 0.74 and the cutoff point was 3,4mm to identify osteoporotic women with Mandibular Cortical Width. Conclusion: This study demonstrated that panoramic radiographs are a reliable procedure to exclude osteoporosis and suggests that this methodology could be used to diagnose normal bone density and exclude large populations from unnecessary Dual-energy X-ray absorptiometry.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.