• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2007.tde-10082007-125623
Documento
Autor
Nome completo
Carla Andreotti Damante
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Micheli, Giorgio de (Presidente)
Eduardo, Carlos de Paula
Feist, Iliria Salomão
Marques, Marcia Martins
Sallum, Antonio Wilson
Título em português
Efeito da terapia com laser em baixa intensidade (LILT) na expressão de fatores de crescimento da família FGF por fibroblastos gengivais humanos
Palavras-chave em português
Cicatrização de feridas
fatores de crescimento
Fibroblasto
Fibroblastos
Laser
Terapia com laser em baixa intensidade
Resumo em português
A terapia com laser em baixa intensidade, conhecida como Low-intensity laser therapy (LILT), tem sido alvo de pesquisas que buscam esclarecer os mecanismos pelos quais o laser age na cicatrização de feridas. Este processo é dependente da transmissão de sinais entre epitélio e conjuntivo, os quais influenciam a proliferação e a migração celular, onde participam fatores de crescimento. O objetivo desta pesquisa foi verificar os efeitos da radiação com lasers vermelho e infravermelho em baixa intensidade na produção de fatores de crescimento por fibroblastos in vitro. Foi obtida uma cultura primária de fibroblastos gengivais humanos (linhagem FGH). As células foram cultivadas em placas de 96 poços (5 x 103 células /poço), em estado de quiescência (meio de cultura suplementado com 1% de soro fetal bovino) e irradiadas com lasers de diodo (AlGaAs - 660nm, e AlGaInP - 780nm). O laser em modo contínuo, foi aplicado em contato e na forma pontual. A potência utilizada foi de 40mW numa área de 0,042cm2 e com densidades de energia de 2, 3, 4, 5 e 6J/cm² com respectivos tempos de aplicação de 2, 3, 4, 5 e 6s. As culturas foram irradiadas duas vezes com 6h de intervalo. Os grupos controle positivo e negativo foram cultivados com 10% e 1% de soro fetal bovino, respectivamente e não receberam irradiação. A produção do fator de crescimento de queratinócitos (KGF) e do fator de crescimento de fibroblastos básico (bFGF) foi analisada e quantificada por ensaio imunoenzimático (método ELISA) no meio condicionado pelas células. Os dados foram comparados estatisticamente pela análise de variância e teste de Kruskal-Wallis complementados pelos testes de Tukey e Dunn, respectivamente (p<0,05). Culturas de todos os grupos produziram KGF e bFGF. Controles positivos produziram maior quantidade de KGF e bFGF que controles negativos. A produção de KGF foi similar em todos os grupos experimentais. A produção de bFGF foi significativamente maior nos grupos tratados com o laser infravermelho nas densidades de energia de 3J/cm2 e 5J/cm2 quando comparados com os controles. Baseados nas condições deste estudo, concluiu-se que a LILT não influencia a produção de KGF, porém, influencia positivamente a produção de bFGF de maneira dependente do comprimento de onda e da densidade de energia empregados. O infravermelho, nas densidades de energia de 3J/cm2 e 5J/cm2, é capaz de aumentar a produção deste fator de crescimento. Portanto, a utilização da LILT nestes parâmetros poderá constituir papel relevante na cicatrização de feridas.
Título em inglês
Low-intensity laser therapy (LILT) effects on fibroblast growth factors expression by human gingival fibroblasts
Palavras-chave em inglês
Fibroblast
Fibroblasts
growth factors
Laser
Low-intensity laser therapy
Wound healing
Resumo em inglês
Low-intensity laser therapy (LILT) has been the subject of researches to understand the mechanisms by which the laser acts stimulating wound healing. This process is dependent of a signaling transfer between epithelium and connective tissue and it influences cellular proliferation and migration. Growth factors are directly involved in these mechanisms. The aim of this study was to analyze the effects of red and infrared low-level laser on production of fibroblast growth factors by human gingival fibroblasts in vitro. The cells were obtained by primary culture (FGH cell line). They were grown in 96 wells plates (5x10³ cells / well) in a quiescence environment (1% fetal bovine serum) and then they were irradiated with a diode laser (GaAlAs - 660nm, and InGaAlP - 780nm). The continuous laser was applied in contact and in a punctual mode. The power was 40mW, the area of irradiation was 0,042cm2, the energy densities were 2, 3, 4, 5 and 6J/cm² with 2, 3, 4, 5 and 6s of time application, respectively. The cultures were irradiated twice with 6 h-interval. The positive and negative control groups were grown in 10% and 1% of bovine fetal serum, respectively and didn?t receive any irradiation. The production of keratinocyte growth factor (KGF) and basic fibroblast growth factor (bFGF) was analyzed and quantified by immunoenzymatic test (ELISA) in the conditioned medium. The data were compared statistically by analysis of variance and Kruskal-Wallis, complemented by Tukey?s and Dunn?s tests, respectively (p<0,05). Positive controls produced more KGF and bFGF than negative controls. The KGF production was similar in all experimental groups. The bFGF production was significantly higher in groups treated with infrared laser with energy densities of 3J/cm² and 5J/cm² when compared to controls. Based on these study conditions, authors concluded that LILT doesn?t influence KGF production although it positively influences bFGF production in a dependent manner from wavelength and energy density. Infrared laser with energy densities of 3J/cm² and 5J/cm² is capable of improving the production of this growth factor. Therefore the LILT in these parameters can constitute a relevant role on wound healing.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.