• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2016.tde-25022016-164247
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Sanchez Nagata
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Martins, Marília Trierveiler (Presidente)
Anbinder, Ana Lia
Camargo, Alessandra Rodrigues de
Santos, Fabricio Passador
Silva, Paulo Henrique Braz da
Título em português
Correlação entre aspectos clínicos e marcadores biológicos no processo de fotocarcinogênese de lábio
Palavras-chave em português
Carcinoma epidermoide de lábio
Graduação histológica
Imuno-histoquímica. Ki-67
Malignização
Proteína do retinoblastoma
Queilite actínica
Resumo em português
A queilite actínica (QA) é uma lesão potencialmente maligna importante para identificar indícios precoces de transformação maligna para o carcinoma epidermoide de lábio (CEL), possibilitando a implementação de um tratamento eficiente e menos invasivo, que promova um melhor prognóstico para os pacientes. Pesquisas recentes indicam que os métodos histopatológicos geralmente são falhos em traçar o risco de malignização de casos de QA, pois além de não demonstrar as alterações genéticas presentes nos queratinócitos, não foram realizados estudos de acompanhamento clínico para avaliar se o grau de displaia epitelial da QA está relacionado ao risco de malignização para CE. Assim, a presente pesquisa teve como objetivo caracterizar, a partir dos casos atendidos no Serviço de Patologia Cirúrgica da FOUSP, qual a diferença de perfil clínico-patológico de pacientes de QA com evolução para CEL, pacientes de QA sem informações e sinais presentes de malignização e pacientes apenas diagnosticados com CEL, e também visou analisar a expressão de Ki67 e pRb nesses três grupos. Para isso, os dados dos pacientes como idade, sexo, cor da pele, aspecto clínico da lesão fundamental, coloração, tamanho e tempo de duração das lesões foram resgatados de 998 casos e distribuídos nessas três categorias. Os resultados da análise clínico-epidemiológica revelaram que o único aspecto clínico estatisticamente significante para diferenciar pacientes apenas diagnosticados com CEL dos demais grupos foi o tempo de duração das lesões. A análise do grau de displasia epitelial nos casos de QA na amostra presente revelou que todos os pacientes de QA posteriormente diagnosticados com CEL foram classificados como lesões de alto risco, e ainda exibiram em maior frequência as atipias: aumento do número de figuras de mitose, variação anormal do tamanho do núcleo, variação anormal do tamanho da célula e alteração da relação núcleo/citoplasma, figuras de mitose anormais e aumento do número e tamanho de nucléolos. Tanto a expressão da proteína Ki-67 como da proteína pRb não demonstraram significância estatística na comparação entre os grupos do estudo. Assim, a avaliação de uma ampla série de casos revelou diferença significante no tempo de duração do CEL com relação à QA. Além disso, algumas alterações morfológicas foram observadas com maior frequência em casos de QA com evolução para CEL. No entanto, outros marcadores biológicos devem ser testados em conjunto, para tentar diagnosticar alterações precoces que levem ao desenvolvimento de CEL.
Título em inglês
Relationship between clinical aspects and biological markers during lip photocarcinogenesis process
Palavras-chave em inglês
Actinic cheilitis
Histopathological grading
Immunohistochemistry
Ki-67 protein
Lip squamous cell carcinoma
Malignization
Retinoblastoma protein
Resumo em inglês
Actinic cheilitis (AC) is a potentially malignant lesion important to identify early signs of malignant transformation into lip squamous cell carcinoma (LSCC), enabling the implementation of an efficient and less invasive treatment to patients. Recent researches pointed that histopatological methods often fail to trace malignization risk in AC cases, because they are unable to identify genetic damage in keratinocytes and do not exist a clinical follow-up studie to assess if the grading of epithelial dysplasia in AC is related with the malignancy risk to LSCC development. Thus, this research aims to characterize, from cases of Surgical Pathology Service of Universidade de São Paulo, the differences in clinical and pathological profile among AC patients which had evolution to LSCC, AC patients without signs and information about malignization and patients diagnosed only with LSCC. This study also analyzed the expression of Ki-67 and pRb proteins in these three groups. To conduct this study, data as age, gender, race, fundamental lesion aspect, color, size and duration time of the lesion were collected from 998 patients. The clinical-epidemiological analysis revealed that duration time of the lesion was the statistically significant clinical feature to differentiate patients diagnosed only with LSCC from other groups. The grading of epithelial dysplasia analysis showed that all AC patients with a posterior diagnosis of LSCC were classified as high risk lesions and these cases also exhibited most frequently atypia figures as: increased number of mitotic features, abnormal variation in nuclear size, abnormal variation in cellular size, increased nuclear/cytoplasmic ratio, abnormal mitotic features and increased number and size of nucleoli. The immunohistochemical expression of both Ki-67 and pRb protein demonstrated lack of significant statistical difference among the groups. We concluded that the evaluation of a large serie of cases revealed differences in duration time of lesion in patiens only diagnoses with LSCC and some morphological criteria were most frequent in AC cases with a posterior diagnosis of LSCC. However, other biological markers must be tested together, to try to identify early steps of LSCC development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.