• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2014.tde-19022015-111413
Documento
Autor
Nome completo
Ana Patricia Carneiro Gonçalves Bezerra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Witzel, Andréa Lusvarghi (Presidente)
Brandao, Lenine Garcia
Lemos Júnior, Celso Augusto
Lourenço, Silvia Vanessa
Sotto, Mirian Nacagami
Título em português
Análise histopatológica de lesões leucoqueratósicas da mucosa oral avaliadas pelos exames de luminescência, cromoscopia e microscopia confocal reflectante
Palavras-chave em português
Azul de toluidina
Carcinoma epidermoide
Displasia epitelial
Leucoplasia
Lugol
Microscopia confocal reflectante
VELscope®
Resumo em português
O câncer de mucosa oral é um problema de saúde pública, com maior incidência em homens acima de 50 anos. Uma das manifestações clínicas mais precoces do câncer da mucosa oral são as lesões leucoqueratósica. O aspecto clínico não homogêneo e o tamanho maior de 200mm2, em mucosa não queratinizada como a do assoalho da boca e ventre da língua, são aspectos que implicam na possibilidade de evolução da lesão. A dificuldade do diagnóstico das lesões precoces está na seleção do local a ser biopsiado principalmente frente a lesões extensas e heterogêneas. O objetivo desta pesquisa é avaliar se a utilização do exame clínico juntamente com os métodos auxiliares de diagnóstico das lesões leucoqueratósica da mucosa oral (VELscope®, Azul de toluidina e Solução de lugol) contribui para uma maior precisão do diagnóstico de displasias nestas lesões quando comparado ao histopatológico. E, identificar os padrões morfológicos destas lesões quando avaliadas por meio da microscopia confocal reflectante. Foram selecionados 30 pacientes, maiores de 18 anos, portadores de lesão clínica compatível com leucoplasia oral triados no ambulatório da disciplina de Estomatologia Clínica da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo e que precisavam ser submetidos à biópsia para o estabelecimento do diagnóstico final. Foram realizados os testes de Azul de Toluidina, Solução de Lugol, VELscope®, microscopia confocal reflectante e posteriormente, a biópsia incisional para obtenção do diagnóstico final. Os pacientes incluídos possuíam média de idade 60,66 anos, sendo 70% (21/30) do gênero feminino e 30% (9/30) do gênero masculino. O tabagismo foi relatado por 16,7% (5/30) dos pacientes, sendo 60% (3/5) homens. A associação do tabagismo e etilismo foi relatada em 10% (3/30) dos pacientes, o tabagismo isoladamente por 6,6% (2/30) e o de etilismo por 3,3%(1/30). A associação dos hábitos e o etilismo isolado foram relatados somente por homens. Enquanto que o hábito de tabagismo isolado foi relatado somente por mulheres. Com o uso do VELscope® todas as lesões apresentaram perda da fluorescência tecidual sendo, portanto todas positivas para este método. Com a Solução de Lugol, 100% das lesões não coraram, sendo portanto positivas para este método. O exame histopatológico permitiu o diagnóstico de 30% (9/30) casos de carcinoma epidermoide, 10% (3/30) de neoplasia intraepitelial, 20% (6/30) de líquen plano oral e 40% (12/30) de líquen simple crônico oral. Para o uso do VELscope® e do Lugol foi observada uma sensibilidade de 100% e uma especificidade de 50%.Para o Azul de Toluidina foi observada uma sensibilidade de 63,15%- 66,66% e especificidade de 75,67%-82,35%.Na Microscopia Confocal Reflectante foram definidos padrões para os quatro diferentes diagnósticos observados. Os métodos auxiliares de diagnóstico por cromoscopia e fluorescência de mucosa se mostraram eficientes no auxílio da delimitação da extensão da lesão e a Microscopia Confocal Reflectante permitiu a visualização de padrões morfológicos das lesões brancas de forma não invasiva. A utilização da Microscopia Confocal Reflectante permitiu também a determinação de padrões morfológicos para o carcinoma epidermoide, a neoplasia intraepitelial, o líquen plano oral e o líquen simples crônico oral e se mostrou eficiente quando comparada ao exame histopatológico.
Título em inglês
Histological analysis identified and assessed by tests of luminescence, chromoendoscopy and confocal reflectance leukokeratosis lesions
Palavras-chave em inglês
Dysplasia
Epidermoid Carcinoma
Leukoplakia
Lugol
Reflectance Confocal Microscopy
Toluidin Blue
VEL Scope®
Resumo em inglês
Cancer of the oral mucosa is a public health problem, with higher incidence in men above 50 years. One of the earliest manifestations of cancer of the oral mucosa lesions are leukokeratosis. The inhomogeneous clinical aspect and the larger size of 200mm2 in non-keratinized mucosa as the floor of the mouth and constipation of the tongue, are aspects that imply the possibility of evolution of the lesion. The difficulty of diagnosis of early lesions is in the selection of the site to be biopsied primarily against large and heterogeneous lesions. The objective of this research is to evaluate the use of clinical examination along with diagnostic aids leucoqueratósica of oral lesions (VELscope ®, Toluidine blue and Lugol solution) methods contributes to greater accuracy of diagnosis of dysplasia in these lesions when compared the histopathological. And identify the morphological patterns of these lesions when evaluated by reflectance confocal microscopy. 30 patients older than 18 years, with clinical lesion compatible with oral leukoplakia screened in the outpatient discipline of Clinical Dentistry, Faculty of Dentistry, University of São Paulo and that needed to be biopsied to establish the final diagnosis were selected. Tests toluidine blue, Lugol's solution, VELscope ®, reflectance confocal microscopy (RCM) and subsequently, incisional biopsy to obtain the final diagnosis were performed. Patients enrolled had a mean age 60.66 years, 70% (21/30) were female and 30% (9/30) were male. Smoking was reported by 16.7% (5/30) of patients, 60% (3/5) homens.A association of smoking and alcohol use was reported in 10% (3/30) of patients, smoking alone by 6.6% (2/30) and of alcoholism by 3.3% (1/30). The association of habits and alcoholism alone were reported by men only. While the habit of smoking alone was reported by women only. Using the VELscope ® all lesions showed loss of tissue fluorescence, so being all positive for this method. With Lugol's solution, 100% of the lesions did not stain, thus being positive for this method. Histopathological examination allowed the diagnosis of 30% (9/30) cases of squamous cell carcinoma, 10% (3/30) of intraepithelial neoplasia, 20% (6/30) of oral lichen planus and 40% (12/30) chronic oral lichen simple. For the use of Lugol VELscope ® and a sensitivity of 100% and a specificity of 50% was observed for the toluidine blue a sensitivity of 63.15%- 66.66% was observed and a specificity of 75.67% - 82.35%. Confocal Microscopy In reflective patterns observed for the four different diagnoses were defined. Auxiliary diagnostic methods chromoscopy and fluorescence mucosa were effective in aiding the delimitation of the extent of injury and Reflectance Confocal Microscopy allowed the visualization of morphological patterns of white lesions noninvasively. Use the Reflectance Confocal Microscopy also allowed the determination of morphological patterns to epidermoid carcinoma, intraepithelial neoplasia, oral lichen planus and lichen simplex chronic oral and proved efficient when compared to histopathology.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.