• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2010.tde-09112010-111814
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Paula Yamamoto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Chavez, Victor Elias Arana (Presidente)
Araujo, Ney Soares de
Botelho, Tessa de Lucena
Mantesso, Andrea
Martinez, Elizabeth Ferreira
Título em português
Estudo da presença de osteonecrose na madíbula após exodontia de molares em ratos tratados com alendronato de sódio
Palavras-chave em português
Alendronato de sódio
Bisfosfonatos
Osteoclastos
Osteonecrose
Reparação alveolar
Resumo em português
A osteonecrose dos ossos maxilares relacionada ao uso prolongado de bisfosfonatos (OMRB), associada a procedimentos cirúrgicos, constitui uma entidade com menos de dez anos de ocorrência na clínica estomatológica. Os bisfosfonatos (BFs) são medicamentos antireabsortivos altamente efetivos no tratamento de diversas doenças ósseas, além de metástases. Embora a maioria dos casos de OMRB tenha sido relatada após o uso de potentes BFs da terceira geração, o alendronato de sódio (ALN), um bisfosfonato de segunda geração, é amplamente utilizado no tratamento e prevenção de doenças ósseas. O presente estudo experimental in vivo visou analisar a possível presença de OMRB no processo alveolar de ratos tratados com ALN após exodontia do segundo molar inferior. Para tanto, utilizou-se 30 ratos Wistar, machos, com 7 semanas de vida, divididos em dois grupos, ALN (tratado com alendronato) e CTL (controle, tratado com solução salina). O ALN foi administrado diariamente por injeção subcutânea na dose de 2,5 mg/kg peso por 14 dias. Nesse momento, foi realizada a exodontia, havendo sido eutanasiados cinco animais de cada grupo, 7, 14 e 21 dias após a exodontia. Após a eutanásia, a região da mandíbula foi fixada em 2,5% formaldeído e 2% glutaraldeído, em tampão cacodilato 0,1M - pH 7,4 e descalcificada em EDTA a 4,13% por 30 dias. Os espécimes foram analisados em cortes corados em HE, e foi realizada histomorfometria para análise da reabsorção da crista alveolar mesial e distal, além do tecido ósseo neoformado no interior do alvéolo, que também foi analisado através de imuno-histoquímica para as proteínas não colágenas OPN e BSP e para evidenciação de vasos sanguíneos neoformados com o anticorpo anti-CD105. Os osteoclastos foram evidenciados através de histoquímica para fosfatase ácida resistente ao tartarato (TRAP). Além disso, as células e eventos da reparação foram examinados por microscopia eletrônica de transmissão. Os resultados mostraram que os animais tratados com ALN exibiram OMRB de grau zero em todos os períodos estudados, além da presença de osteoclastos latentes TRAP-positivos e histomorfometria, onde a não reabsorção das cristas alveolares ocasionaram a permanência do osso alveolar, em contato com bactérias. Observou-se ainda, um claro atraso na formação óssea, quando comparado ao controle, além da diminuição dos vasos sanguíneos nos estágios iniciais. A localização e o padrão de marcação para as proteínas OPN e BSP foram considerados normais, observados evidente marcação em áreas ósseas imaturas e em linhas cimentantes. Assim, concluiu-se que o ALN administrado neste protocolo provocou OMRB leve, provavelmente causada pela diminuição da angiogênese, presença de osso alveolar não remodelado expostos a colônias bacterianas, além da diminuição da atividade osteoblástica.
Título em inglês
Study of the presence of osteonecrosis of the jaw following molar extraction in rats treated with sodium alendronate
Palavras-chave em inglês
Alendronate
Alveolar healing
Bisphosphonate
Osteoclasts
Osteonecrosis
Resumo em inglês
The bisphosphonate-related osteonecrosis of the jaw (BRONJ) associated with surgery procedures, is an entity with less than 10 years of occurrence in dental practice. The bisphosphonates (BFs) are anti-resorbing drugs highly effective in the treatment of several bone diseases, including metastasis. Although the majority of cases of BRONJ had been reported with the potent third generation of BFs, sodium alendronate (ALN), a second generation bisphosphonate, is widely used for treatment or prevent bone diseases as osteoporosis. The present experimental study aimed to analyze the possible presence of BRONJ in the alveolar process of rats treated with ALN following extraction of the mandibular second molar. For this, we used thirty 7-week-old male Wistar rats, divided into two groups, ALN (treated with alendronate) and CTL (control, treated with saline solution). The administration of ALN received daily subcutaneous injection at a dose of 2.5 mg/kg for 14 days. At that moment, the extraction was performed. After 7, 14 e 21 days of surgery, five animals of each group were euthanized and the mandibular region fixed in 2.5% formaldehyde + 2% glutaraldehyde in cacodylate buffer 0.1M - pH 7.4 and decalcified in 4.13% EDTA for 30 days. The specimens were morphologically analyzed in HE stained sections, and, histomorphometry was used to analyze the resorption of mesial and distal alveolar crests, as well as the bone formed into the alveolus. Immunohistochemistry for the noncollagenous proteins OPN and BSP and for CD105 to revel neoformed blood vessels was also performed. The osteoclasts were revealed through tartrate-resistant acid phosphatase (TRAP) histochemistry. Moreover, the cells and events of alveolar healing were examined by transmission electron microscopy. The results showed light degree of BRONJ in the ALN treated animals at all the studied periods, and the presence of latent osteoclasts near the non-resorbing crest alveolar. Bacteria were observed in contact with the non-resorbed alveolar bone. An evident delay in bone formation when compared to control group was also observed, as well as the decrease of blood vessels in early stages. The distribution of immature bone and in cement lines of OPN and BSP was considered normal. Thus, we concluded that the present protocol of ALN yielded light BRONJ areas, probably by reduced angiogenesis, lock of remodeling of alveolar, presence of bacterial colonies and evident decreased osteoblastic ativitity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.