• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2006.tde-05052006-163253
Documento
Autor
Nome completo
Filipe Modolo Siqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Araujo, Ney Soares de (Presidente)
Carvalho, Yasmin Rodarte
Etges, Adriana
Furuse, Cristiane
Martins, Marília Trierveiler
Título em português
"Distribuição dos componentes não colágenos da matriz extracelular em tumores odontogênicos"
Palavras-chave em português
Ameloblastoma
Glicoproteínas
Imunoistoquímica
Proteoglicanos
Tumor odontogênico cístico calcificante
Resumo em português
A matriz extracelular (MEC) pode ser definida como um complexo de proteínas e glicoproteínas que envolve as células nos mais diversos tecidos e tem papel importante na diferenciação e atividade celular, bem como no processo de mineralização e nos processos neoplásicos. Os componentes não colágenos da MEC têm sido abundantemente estudados, visando conhecer os minuciosos detalhes da biologia dos tecidos e assim entender os mecanismos envolvidos em suas patologias. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo estudar a expressão e distribuição dos seguintes componentes não colágenos da MEC dos tecidos dentais: biglican, decorin, fibromodulin, osteonectina (ONC), osteopontina (OPN), sialoproteína óssea (BSP) e osteocalcina (OCC) no ameloblastoma e no tumor odontogênico cístico calcificante (cisto de Gorlin). Para ta nto foi utilizada a técnica da imunoistoquímica, com o método da estreptavidina-biotina-peroxidase, e anticorpos contra as proteínas anteriormente citadas. Os resultados mostraram que o biglican, o decorin e a BSP foram expressos somente nas células epiteliais metaplásicas, nas células fantasmas e células fantasmas em processo de calcificação, no estroma dos ameloblastomas e no ectomesênquima neoplásico do tumor odontogênico cístico calcificante. Já o fibromodulin e a OC foram predominantemente negativos no componente epitelial e no mesenquimal, com exceção para as células fantasmas, células fantasmas em processo de calcificação e áreas de hialinização próximas ao epitélio. A ONC foi positiva na maioria das células epiteliais, com exceção das células estrelárias dos ameloblastomas folicular e acantomatoso, e também no componente mesenquimal de ambas neoplasias. Já a OPN apresentou positividade somente nos focos de calcificação presentes no tumor odontogênico cístico calcificante. As proteínas estudadas apresentaram distribuição semelhante em neoplasias caracterizadas por padrões de crescimento diferentes, levando a crer que, apesar de participarem ativamente do mecanismo de crescimento neoplásico intra-ósseo, isoladamente não exercem papel decisivo na determinação do tipo de padrão de crescimento. Outro fato digno de relevância é a baixa expressão dessas proteínas nas células epiteliais neoplásicas quando comparada com a expressão no estroma e ectomesênquima, levando-nos a crer que as células epiteliais atuem principalmente como estimuladores da expressão dessas proteínas, que, por sua vez, podem atuar de forma agonista ou antagonista ao crescimento neoplásico.
Título em inglês
Distribution of the non-collagenous components of extracellular matrix in odontogenic tumours
Palavras-chave em inglês
Ameloblastoma
calcifying cystic odontogenic tumour
Glycoproteins
Immunohistochemistry
Proteoglycans
Resumo em inglês
The extracellular matrix (ECM) can be defined as a complex of proteins and glycoproteins that involves the cells in all tissues. It has a key role in cell differentiation and activity, as well as in mineralization and neoplastic processes. The non-collagenous components of the ECM have been abundantly studied to know the details of the biology of tissues and thus to understand the mechanisms involved in its pathologies. The aim of the present work is to study the expression and distribution of the following noncollagenous components of the ECM of dental tissues: biglycan, decorin, fibromodulin, osteonectin (ONC), osteopontin (OPN), bone sialoprotein (BSP) and osteocalcin (OCC) in ameloblastoma and the calcifying cystic odontogenic tumour. The streptavidin-biotinperoxidase method of immunohistochemistry was used with antibodies against the antigens previously cited. The results show that biglican, decorin and BSP had been expressed only in metaplastic epithelial cells, in ghost cells and ghost cells in calcification process, stroma of ameloblastomas and neoplastic ectomesenchyma of the calcifying cystic odontogenic tumour. The fibromodulin and the OCC showed predominantly negative expression in the epithelial and mesenchymal components, with exception for the ghost cells, ghost cells in calcification process and hyalinization areas next to the epithelium. The ONC was positive in the majority of the epithelial cells, with exception of the central cells of follicular and acanthomatous ameloblastomas, and also in the mesenchymal component of both tumours. OPN presented positivity only in the calcification focus of the calcifying cystic odontogenic tumour. The proteins studied presented similar distribution in tumours characterized by different patterns of growth, leading to believe that although they participate actively of the mechanism of intraosseous growth, separately they do not exert a key role in the determination of the type of growth pattern. Another relevance fact is the low expression of these proteins in the neoplastic epithelial cells when compared to the expression in stroma and ectomesenchyma, which make us believe that the epithelial cells act mainly as stimulators of the expression of these proteins, which in turn can act as agonist or antagonist to the tumour growth.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FilipeMSiqueira.pdf (1.44 Mbytes)
Data de Publicação
2006-05-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.