• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2005.tde-12012006-092113
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Kenshima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues Filho, Leonardo Eloy (Presidente)
Candido, Maria Salete Machado
Geraldeli, Saulo
Loguercio, Alessandro Dourado
Myaki, Silvio Issáo
Título em português
"Aspectos de micromorfologia, resistência de união e adaptação à dentina em função do tipo de adesivo e das características da camada de esfregaço"
Palavras-chave em português
resistência à tração
adaptação marginal
adesivos dentinários
dentina
microscopia eletrônica de varredura
Resumo em português
O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de adesivos autocondicionantes com diferentes pHs aplicados em camadas de esfregaço (CE) fina e espessa na sua resistência de união (RU), adaptação marginal (AM) e micromorfologia. Foram utilizados 47 molares (n=5). A dentina oclusal foi exposta e cada dente foi seccionado em duas metades (unidade experimental) preparadas com lixa 600 (CE fina) e 60 (CE espessa). Os sistemas autocondicionantes foram selecionados conforme a acidez: Clearfil SE Bond (SE- fraco), Optibond Solo primer e adesivo (SO-intermediário), TYrian + One Step Plus (TY–forte). Um sistema convencional, ScotchBond Multi-Uso (MP) também foi estudado. A aplicação dos adesivos foi aleatória e uma reconstrução da porção coronária foi realizada com resina Z-250. Após 24h, os palitos para microtração (0,8mm 2 ) foram preparados. Parte deles foi submetida à microtração (Kratos–0,5mm/min). (Um índice de RU foi calculado levando-se em consideração a contribuição relativa dos tipos de fratura ocorridos). A outra parte foi avaliada em microscopia de luz (400x) quanto à AM tendo sido calculada a largura média de fendas (Lm) na interface de união. Para observação do padrão de condicionamento por MEV, os primers autocondicionantes e o H3PO4 foram aplicados à dentina tratada com lixa 60 e 600, removidos com banhos de álcool e acetona, fixados, desidratados com etanol, secos com HMDS e recobertos com ouro. Para observação dos prolongamentos resinosos, unidades experimentais “restauradas” com Z-250 tiveram a dentina removida com HCl e NaHOCl e as amostras recobertas com ouro. Os dados de RU e AM foram submetidos a ANOVA de 2 fatores (p=0,05). Testes de regressão (p=0,05) foram aplicados para RU e Lm e de cada um com o pH dos primers autocondicionantes. Apenas o fator Adesivo foi significante para RU e Lm e não houve relação entre ambos. Observou-se que TY apresentou RU significativamente inferior aos demais sistemas, semelhantes entre si. A Lm foi tanto maior quanto menor a acidez do sistema autocondicionante e MP apresentou a menor Lm. Em condições de CE espessa, as Lm foram significativamente maiores. Notou-se que o sistema de acidez fraca foi o mais afetado pela CE espessa tanto no padrão de condicionamento como na formação de prolongamentos resinosos. Houve maior remoção da CE com o sistema de acidez forte. Concluiu-se que, nas condições experimentais testadas, apenas o sistema convencional conseguiu aliar altos valores de resistência de união a uma boa adaptação marginal, e ainda reunir aspectos de micromorfologia compatíveis
Título em inglês
Micromorphological aspects, bond strength and adaptation to dentin as a function of the type of the adhesive and the smear layer characteristics
Palavras-chave em inglês
marginal adaptation
dentin
dentin adhesives
scanning electron microscopy
tensile strength
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effect of different pH self-etch adhesives applied to thick and thin smear layer (SL) on bond strength (BS), marginal adaptation (MA) and micromorphology. 47 molars (n=5) were used. The occlusal dentin was exposed and each tooth was sectioned in two halves (experimental unit) prepared with 600-grit SiC paper (thin SL) and 60-grit (thick SL). The self-etch adhesives were selected according to the acidity: Clearfil SE Bond (SE-mild), Optibond Solo primer and adhesive (SO-intermediary), Tyrian + One Step Plus (TY– strong). An etch-&-rinse system, ScotchBond Multi-Purpose (MP) was also studied. The adhesives application was randomized and a resin composite build-up was made with Z-250. After 24h, the microtensile sticks (0.8 mm2) were prepared. Part of them was submitted to the microtensile bond strength test (Kratos-0.5 mm/min). (A BS index was calculated considering the relative contribution of the fracture types observed in the fractured sticks). The other part had the MA evaluated by light microscopy (400x) for the mean interfacial gap width (Gw) calculation. For the conditioning pattern SEM evaluation, the self-etch primers and the phosphoric acid was applied to dentin (60 and 600-grit), removed with baths of alcohol and acetone, fixed, dehydrated with ethanol, dried with HMDS and gold sputtered. For resin tags observation, restored experimental units were used. The dentin was removed with HCl and NaHOCl and gold sputtered. The BS and MA data was analyzed by 2-way ANOVA (p=0.05). The regression test (p=0.05) was performed for BS and Gw and for both with the self-etch primers pH. A regression test was applied for Gw and Li to evaluate their relationship (p=0.05). Only the Adhesive was significant for BS and Gw and no there was no relationship for them. TY presented significantly lower BS compared to the other adhesives that had similar BS. The higher the pH of the self-etch primers, the larger were the corresponding Gw (Gw x pH regression was significant). MP presented the lowest Gw. With thick SL, the Gw was significantly larger. The mild self-etch adhesive was affected by the thick SL in both the conditioning pattern and tags formation. The SL removal was more extensive with the strong self-etch. It was concluded that only the etch-&-rinse system achieved high BS and good MA with compatible micromorphological aspects
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.