• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2006.tde-31102006-093725
Documento
Autor
Nome completo
Rogério Issao Sonoki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Contin, Ivo (Presidente)
Feltrin, Pedro Paulo
Mori, Matsuyoshi
Título em português
Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro
Palavras-chave em português
Ciclagem térmica
Cimento de fosfato de zinco
Coroa dentária
Endodontia
Infiltração dentária
Prótese dentária
Resistência à tração
Resumo em português
Este estudo in vitro teve como objetivo determinar a infiltração marginal e resistência à remoção por tração de coroas totalmente metálicas, cimentadas com cimento de fosfato de zinco e que foram submetidas à abertura oclusal para tratamento endodôntico. Foram usados 20 dentes molares (Banco Permanente de Dentes Humanos da FOUSP). Os dentes foram fixados sobre uma base acrílica de secção circular e foram torneados configurando preparos para coroas totais com dimensões de altura e diâmetro padronizadas. Coroas metálicas em Ni Cr foram fundidas através da técnica de enceramento direto e cimentadas com cimento de fosfato de zinco com carga axial de 5 Kg por 10 minutos. Os corpos de prova foram divididos em: Grupos Controle GC1 e GC2, que utilizaram os mesmos corpos de prova, e Grupo Experimental (GE). Todos os corpos de prova foram mantidos em água destilada para que não se desidratassem. Os espécimes dos grupos GC1 e GC2 foram mantidos sem nenhuma intervenção e os do grupo GE foram perfurados com broca de carbide de tungstênio, simulando uma cirurgia de acesso endodôntico. As amostras dos grupos GC2 e GE foram submetidas à ciclagem térmica de 700 ciclos entre 5º e 55º C. Em seguida foram mantidos em uma solução de azul de metileno 0,5%, ph 7,2 por 4 horas a 37º C. Foram submetidos ao ensaio mecânico de tração das coroas em uma máquina universal de ensaios Kratos SV 100, regulada para trabalhar a uma velocidade de ensaio de 0,5 mm/minuto. Os resultados obtidos foram submetidos à análise estatística pelos testes t de Student e as infiltrações avaliadas pela correlação linear de Spearman. A análise inferencial dos resultados dos testes de tração demonstrou com um nível de significância p=0,108, entre os grupos GC1 e GC2, e p=0,502, entre os grupos GC2 e GE, não haver diferença estatisticamente significante. As médias dos valores obtidos nos testes de tração e os seus respectivos desvios padrão foram: GC1 13,96+/-4, 48, GC2 11,26+/-2,269 e GE 10,09+/-4,86 (valores em Kgf). A análise visual subjetiva da infiltração nos corpos de prova indicou que o grupo GE apresentou o maior grau de infiltração marginal com presença do corante atingindo o terço oclusal das paredes axiais (mediana dos scores 3). O grupo GC2 apresentou infiltração marginal no terço médio (mediana dos scores 2). O grupo GC1 apresentou infiltração marginal no terço cervical e médio (mediana dos scores 1).
Título em inglês
Evaluation of cast crowns microleakage and retentive strength after occlusal Access for endodontic therapy: in vitro study
Palavras-chave em inglês
Crown
Dental leakage
Dental prosthesis
Endodontics
Tensile strength
Thermal cycling
Zinc phosphate cement
Resumo em inglês
This in vitro study had the objective to determine the marginal microleakage and the retentive strength of totally metallic crowns, cemented with zinc phosphate cement and subjected to occlusal access for endodontic treatment. 20 human molars (Banco Permanente de Dentes Humanos da FOUSP) have been used for the experiment. The teeth were fixed on a circular acrylic section base and were prepared with standardized dimensions. Metallic crowns in Ni Cr were cast with the direct waxing technique and cemented with zinc phosphate cement with vertical load of 5 kg for 10 minutes. The specimens were divided in groups: Group Control 1 (GP1), Group Control 2 (GP2) and Group Experimental (GE). All the specimens were kept on distillated water so that they wouldn’t dehydrate. The specimens of the groups GC1 and GC2 were kept without any intervention and the ones of the group GE were drilled with a tungstein carbide bur, simulating an endodontic access surgery. Next, the samples of groups GC2 and GE were subjected to a thermal cycling of 700 cycles between 5º and 55º C. To verify the existence of micro infiltration, it was used the methylene blue dye test, 0,5%, ph 7,2 for 4 hours at 37ºC. The specimens were subjected to the load of tension in a universal tensile testing machine Kratos SV 100 at speed 0,5 mm/min. Statistical analyses with t tests showed no significant difference between crown retention before and after endodontic access preparation (p=0,108). The mean displacement forces were: GC1 13,96+/-4,48, GC2 11,26+/-2,269 e GE 10,09+/-4,86 (value in Kgf). With the Spearman’s evaluation test the microleakage was measured. The results showed a greater median of score in GE (score 3). The GC2 and GC1 showed median scores 2 and 1 in order.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RogerioIssaoSonoki.pdf (515.19 Kbytes)
Data de Publicação
2007-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.