• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Alejandra Pardo Díaz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Turbino, Miriam Lacalle (Presidente)
Andrade, Alessandra Pereira de
Rios, Luciana Fávaro Francisconi dos
Shimokawa, Carlos Alberto Kenji
Título em português
Análise comparativa e caracterização das bolhas de ar em dois modelos de técnicas restauradoras: incremental e bulk fill
Palavras-chave em português
Bolhas
OCT: Técnica bulk fill
Porosidade
Resina composta
Técnica incremental
Resumo em português
Os materiais restauradores estão evoluindo rapidamente e novas técnicas de inserção do compósito na cavidade restauradora estão sendo propostos. Dependendo da técnica, poderá ocorrer maior ou menor formação de bolhas na restauração final. A incorporação de bolhas entre as camadas do material restaurador pode gerar uma maior degradação da restauração em virtude da menor obtenção de propriedades físico-mecânicas do material. Assim, a necessidade de estudos sobre a prevalência de bolhas em restaurações confeccionadas com diferentes técnicas de inserção se faz necessária para a melhor compreensão do uso e do manuseio dos materiais. O objetivo desse trabalho foi analisar a ocorrência de bolhas e o volume de espaços presentes no interior de restaurações com resina composta, inserida na cavidade dental através das técnicas restauradoras: incremental e bulk fill. Quarenta e oito dentes molares humanos (n=24, duas restaurações por dente) foram selecionados e, nestes, foram confeccionados dois preparos por dente, um em cada região proximal, com profundidade de 4mm, largura de 4mm e distância axio-proximal de 2mm. Posteriormente, foram restaurados de acordo com os grupos: FiltekTM One Bulk Fill Restorative (FOB; 3M Oral Care); FiltekTM Z350 XT (FXT; 3M Oral care); FiltekTM Bulk Fill Flowable Restorative (FBF+FXT; 3M Oral care) e FiltekTM Z350 XT Flow (FF+FXT; 3M Oral care) . As resinas fluidas foram cobertas com a resina FiltekTM Z350 XT (3M Oral Care). Após 24 horas, os dentes restaurados foram submetidos à ciclagem térmica (5.000 ciclos) e posteriormente foi realizada a Tomografia de Coerência Ótica (OCT). Através da análise das imagens obtidas pelo OCT foram medidos os valores de quantidade de bolhas e porcentagem de espaços presentes nas restaurações. Os dados da presença de bolhas foram analisados estatisticamente com o teste Qui-Quadrado, os dados de número de bolhas e porcentagem de espaços obtidos foram analisados com o teste de Kruskall Wallis e a comparação entre os grupos foi feita pelo método de Dunn , com nível de significância de 5%. FF+FXT, apresentou bolhas em todas as restaurações e foi significativamente maior quando comparado a FXT (p=0,015). FF+FXT apresentou quantidade significativamente maior de bolhas (p<0,05) quando comparada com os outros três grupos. FBF+FXT apresentou a maior porcentagem de porosidade, devido ao maior tamanho de bolhas, porém esta porcentagem foi significantemente maior apenas quando comparada com FXT (p<0,05). Todos os grupos apresentaram bolhas. As técnicas restauradoras que apresentaram o pior desempenho, considerando o número de bolhas e a porcentagem de porosidade, foram aquelas realizadas com resina composta fluída. Não houve diferença estatisticamente significante quanto ao número de bolhas e à porcentagem de espaços entre as restaurações confeccionadas somente com resinas de alta viscosidade para as diferentes técnicas utilizadas neste estudo.
Título em inglês
Comparative analysis of voids quantity in two restorative techniques: incremental and bulk fill
Palavras-chave em inglês
Bulk Fill Technique
Incremental Technique
Resin Composite
Voids Porosity
Resumo em inglês
Dental restorative materials are quickly evolving, and new techniques are being proposed to change the way of filling dental cavities. Depending on the technique, a different number of voids could be generated inside the restauration. The appearance of these voids between layers of resin composite can significate a greater degradation of the material determined by low mechanical and physical properties. Therefore, to investigate voids prevalence at different restorative techniques is needed, in order to get a better understanding of the resin composites and their best handling. The objective of this project was to analyze the voids frequency inside and between the layers of the resin composite, filling class II cavities using incremental technique and bulk fill technique. Forty eight human teeth (n=24, two restorations per tooth) were selected and two cavities per tooth were made, one per each proximal area, 4mm of depth, 4mm height and 2mm of axio-proximal distance. After, they were divided in four groups and restored using FiltekTM One Bulk Fill Restorative (FOB; 3M Oral Care); FiltekTM Z350 XT (FXT; 3M Oral care); FiltekTM Bulk Fill Flowable Restorative (FBF+FXT; 3M Oral care) e FiltekTM Z350 XT Flow (FF+F; 3M Oral care), handled according to manufacturer instructions. Flowable resin composite was covered with FiltekTM Z350 (3M Oral Care). 24 hours later, thermocycling was conducted (5,000 cycles) and later Optical Coherence Tomography was performed. By analyzing the OCT images, number of voids and percentage of void volume were calculated. Presence of voids were analyzed by Chi-squared test, number of voids and percentage of void volume were analyzed by Kruskall Wallis test, and comparisons were performed by Dunn Method, at significance level of 5%.. FF+FXT had voids in all the restorations of the group, and it was significantly greater when compared with FXT (p=0.015). FF+FXT had statistically significant more number of voids (p<0.05) when compared with the others 3 groups. FBF+FXT had the highest percentage of voids volume, because the size of its voids, but this percentage was significantly different only when compared with FXT (p<0,05). All groups had voids. Restorative techniques that presented worst performance, considering number of voids and percentage of voids volume, were the ones made with flowable resin composite. Non statistical differences referred to a number of voids, neither percentage of voids volume among restorations made using only high viscosity resin.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.