• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2012.tde-15012013-164556
Documento
Autor
Nome completo
Mayra Zamboni Quitero Siciliano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Luz, Maria Aparecida Alves de Cerqueira (Presidente)
Garone Netto, Narciso
Torres, Carlos Rocha Gomes
Título em português
Avaliação in vitro da resistência de união à tração de três tipos de pinos de fibra cimentados a raízes bovinas com diferentes cimentos resinosos
Palavras-chave em português
Cimento resinoso
Pino de fibra
Pino translúcido
Tensão de tração
Resumo em português
Este estudo teve como objetivo avaliar, através de testes de tração, a resistência de união de pinos pré-fabricados, com diferentes graus de translucidez, à dentina bovina, utilizando três tipos de cimentos resinosos. Noventa incisivos bovinos tiveram suas coroas anatômicas separadas das raízes através de uma secção perpendicular ao longo eixo dos dentes na junção amelocementária, de modo que as raízes apresentassem 14 mm de comprimento. Os condutos radiculares foram tratados endodonticamente e os espécimes, mantidos em água destilada a 37°C por 7 dias. Após esse período, foi realizada a desobturação de 7 mm de profundidade de cada conduto para a cimentação dos três tipos de pino: Exacto (Angelus), translúcido; Reforpost fibra de vidro (Angelus), branco; e Reforpost fibra de carbono (Angelus), negro e opaco. Três tipos de cimentos resinosos foram utilizados de acordo com as recomendações dos fabricantes: o cimento dual auto-adesivo Rely X U100 (3M ESPE); o cimento dual Rely X ARC (3M ESPE), associado ao sistema adesivo autopolimerizável Scotchbond Multi-Uso Plus (3M ESPE); e o cimento de ação exclusivamente química Cement Post (Angelus), associado ao sistema adesivo Fusion Duralink (Angelus), constituindo 9 grupos experimentais (n=10). Após a armazenagem dos corpos de prova em água destilada a 37º C por 7 dias, foi realizado o teste de tração no aparelho de ensaio mecânico da marca Kratos Equipamentos, a uma velocidade de 0,5mm/min até a ruptura dos mesmos. Para determinar a tensão de tração, foi calculada a área de adesão de cada espécime. Os dados foram analisados estatisticamente através da Análise de Variância e do teste de Kruskal-Wallis, com grau de significância de 5%. Os espécimes foram examinados através de um microscópio óptico Olympus (Tokyo, Japão), com 20x de aumento, para avaliação do modo de fratura. Em relação às variáveis estudadas, verificou-se que: o pino Exacto, com maior translucidez e maior conicidade, apresentou valores de resistência à tração significativamente inferiores do que os pinos Reforpost Fibra de Vidro e Reforpost Fibra de Carbono, quando utilizado o cimento Rely X ARC; o cimento dual auto-adesivo Rely X U100 apresentou menores valores de resistência à tração do que cimento dual Rely X ARC quando utilizados os pinos Reforpost Fibra de Vidro e Reforpost Fibra de Carbono; e o cimento de polimerização química Cement Post apresentou menores valores de resistência à tração em relação aos cimentos duais, independente do tipo de pino testado. Quanto à análise microscópica, observou-se que os cimentos resinosos aderiram mais aos pinos do que à dentina radicular. Portanto, a translucidez dos pinos não contribuiu para aumentar a resistência à tração dos cimentos resinosos duais em nenhum dos grupos testados.
Título em inglês
In vitro evaluation of tensile bond strength of three types of fiber posts luted in bovine roots with different resin cements
Palavras-chave em inglês
Fiber post
Resin cement
Tensile bond strength
Translucent post
Resumo em inglês
This study aimed to evaluate, through tensile test, the bond strength of prefabricated posts with different degrees of translucency, using three types of resin cements. Ninety bovine incisors were selected and sectioned at the cemento-enamel junction. The root canals were endodontically treated and the specimens were stored in distilled water at 37°C for 7 days. After this period, a 7-mm-deep post space was prepared for the cementation of three types of posts: Exacto (Angelus), translucent; Fiberglass Reforpost (Angelus), white; and Carbon Fiber Reforpost (Angelus), black and opaque. Three types of resin cements were used according to manufacturers' instructions: the self-adhesive dual cement Rely X U100 (3M ESPE); the dual cement Rely X ARC (3M ESPE), associated with autopolymerized adhesive system Scotchbond Multi-Uso Plus (3M ESPE), and the self-cured cement Cement Post (Angelus), associated with the autopolymerized adhesive system Fusion Duralink (Angelus), constituting nine experimental groups (n = 10). After the storage of the specimens in distilled water at 37°C for 7 days, the tensile test was performed with a universal test machine at a crosshead speed of 0.5 mm/min. To determine the bond strength, the bonding area of each specimen was calculated. The data were statistically analyzed by ANOVA followed by Kruskal-Wallis test, with a significance level of 5%. The dislodged posts were examined microscopically (Olympus; Tokyo, Japan) at x20 magnification to determine the type of failure. Regarding the variables studied, it was found that: the Exacto post, more translucent and tapered, had significantly lower tensile bond strength than Fiberglass Reforpost and Carbon Fiber Reforpost when used the dual cement Rely X ARC; the dual self-adhesive cement Rely X U100 showed lower tensile bond strength than the dual cement Rely X ARC, when used Fiberglass Reforpost and Carbon Fiber Reforpost; regardless of the type of post tested, the self-cured cement Cement Post had lower tensile strength compared to dual cements. It was observed microscopically that resin cements adhered more to the posts than to the root dentin. Therefore, the translucency of the posts had not contributed to increase the tensile strength of dual-curing resin cements in all groups tested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.