• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2009.tde-26022010-091942
Documento
Autor
Nome completo
Tatiane Fernandes de Novaes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Mendes, Fausto Medeiros (Presidente)
Braga, Mariana Minatel
Scavuzzi, Ana Isabel Fonseca
Título em português
Desempenho e grau de desconforto de diferentes métodos na detecção de lesões de cárie proximais em molares decíduos: estudo in vivo
Palavras-chave em português
Cárie dentária
Diagnóstico
Fluorescência
Lasers
Percepção
Radiografia
Resumo em português
Os objetivos do presente trabalho in vivo foram: (1) avaliar o desempenho do exame visual, radiográfico e fluorescência a laser (DIAGNOdent pen) na detecção de lesões de cárie proximais em molares decíduos; (2) avaliar o grau de desconforto relatado pelas crianças frente aos métodos testados; (3) avaliar a influência do desconforto relatado pelas crianças no desempenho de cada método. Para isso, foram selecionadas 76 crianças, de 4 a 12 anos, com pelo menos um molar decíduo em contato com o dente adjacente. Os participantes foram avaliados independentemente por dois examinadores por meio de inspeção visual (ICDAS II), exame radiográfico e método de fluorescência a laser. Um examinador repetiu todos os exames em 20% da amostra, numa outra ocasião. A validação dos métodos foi realizada por exame visual direto após separação temporária com elásticos ortodônticos. Para avaliação do desconforto foi utilizada a Escala de Faces de Wong-Baker. No cálculo da reprodutibilidade inter e intraexaminador, foram utilizados os valores dos escores obtidos e valores inteiros do método de fluorescência (coeficiente de correlação intraclasse). O teste de Kappa também foi empregado após a dicotomização das superfícies de acordo com dois diferentes limiares de detecção: (i) presença de lesões não cavitadas e (ii) presença de lesões cavitadas. Foram também realizadas análises ROC, sensibilidade, especificidade e acurácia, considerando os mesmos limiares, sendo esses dados comparados com o teste de McNemar. Teste de Friedman comparou o grau de desconforto relatado pelas crianças frente à aplicação dos métodos. Análise de Poisson e cálculo da rate ratio foram utilizados para avaliar a associação dos fatores sexo, idade e tipo de dentição com o grau de desconforto. Para avaliação da influência do desconforto sobre o desempenho dos métodos testados, análises de multinível foram realizadas, utilizando como desfecho o número de diagnósticos falso-positivos e falso-negativos. O exame visual apresentou melhor desempenho da detecção de lesões não cavitadas, enquanto que o exame radiográfico e o uso da fluorescência a laser demonstraram maior sensibilidade na detecção de lesões de cárie proximais cavitadas. O método radiográfico, de maneira geral, mostrou-se o mais reprodutível. O exame radiográfico, o método de fluorescência a laser e os elásticos ortodônticos no dia em que foram colocados, promoveram o maior desconforto. Entretanto, após 7 dias de uso dos afastadores, esse desconforto diminuiu significantemente. Crianças com maior idade e dentição mista relataram menor desconforto no uso do DIAGNOdent pen. Os pacientes mais velhos, por outro lado, relataram maior desconforto no uso dos elásticos ortodônticos. Na inspeção visual e uso da fluorescência a laser, crianças que relataram desconforto apresentaram maior número de erros de diagnóstico. Em conclusão, o método radiográfico e de fluorescência a laser apresentam efetividade semelhante na detecção de lesões proximais cavitadas em molares decíduos, e ambos os métodos apresentam desconforto semelhante para as crianças, e maior do que o exame visual. Além disso, pode-se concluir que esse desconforto relatado pode estar associado a alteração na performance dos métodos visual e de fluorescência a laser.
Título em inglês
Performance and discomfort of different methods in detecting approximal caries lesions in primary molars: in vivo study
Palavras-chave em inglês
Dental Caries
Dental Radiography
Diagnosis
Fluorescence
Lasers
Perception
Resumo em inglês
The aims of the present in vivo study were: (1) to compare the performance of different methods in detecting approximal caries lesions in primary molars; (2) to assess the discomfort reported by the children related to these methods; (3) to evaluate the influence of the discomfort related by the children on the performance of each method. Seventy-six children, aged 412 years, with at least one primary molar in contact with the adjacent tooth were selected. The volunteers were independently evaluated by two examiners using visual inspection (ICDAS II), radiographic method and pen-type laser fluorescence device. One examiner repeated all the evaluations in 20% of the sample. As reference standard method, the teeth were visually examined in a direct way after separation with orthodontic rubbers. Wong-Baker faces scale was employed to assess the discomfort. To calculate inter and intraexaminer reproducibility, absolute values of indexes and of the fluorescence method were used (intraclass correlation coefficient). Kappa test was also employed after dichotomizing in two differents thresholds: (i) presence of non cavitated caries lesions and; (ii) presence of cavitations. ROC analyses, sensitivity, specificity and accuracy for the same thresholds were calculated and compared with McNemar test. Friedman test was used to compare the discomfort among the methods. Poisson regression analysis was used to evaluate the association between sex, age and type of teeth with the degree of discomfort. Multilevel analyses were performed to verify the influence of this discomfort on performance of the methods, considering the number of false positive and false negative diagnosis as outcomes. At the non cavitated threshold, the visual inspection showed a better performance. At the cavitated lesions threshold, the radiography and fluorescence device showed higher sensitivity. In general, the radiographic method showed higher reproducibility. The radiographic method, fluorescence method and the use of rubber rings promoted higher discomfort. However, this discomfort decreased significantly after 7 days of using of the orthodontic rubbers. Older children and children with mixed dentition reported less discomfort using DIAGNOdent pen. On the other hand, older patients reported more discomfort using rubber rings. The discomfort reported by the children after using of visual inspection and fluorescence methods showed a higher number of diagnostic errors. In conclusion, radiographic and fluorescence methods present similar performance in detecting approximal cavitated caries lesions in primary molars, and both methods present similar discomfort for the children, and higher than the visual inspection. Furthermore, we can concluded that this reported discomfort could be associated to changes in the performance of visual inspection and laser fluorescence methods.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.