• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2017.tde-23082017-114158
Documento
Autor
Nome completo
Evelyn Alvarez Vidigal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bonecker, Marcelo Jose Strazzeri (Presidente)
Alvarez, Jenny Haydeé Abanto
Alves, Fábio de Abreu
Antunes, Jose Leopoldo Ferreira
Paiva, Saul Martins de
Título em português
Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal
Palavras-chave em português
Crianças
Qualidade de vida
Saúde bucal
Transplante hepático
Resumo em português
Os objetivos deste estudo clínico longitudinal foram: 1) avaliar o impacto das condições de saúde bucal pré-transplante hepático na qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) de crianças menores de 5 anos de idade; 2) avaliar o impacto do tratamento odontológico das condições bucais pré-transplante na QVRSB de crianças menores de 5 anos de idade e 3) avaliar o impacto das condições de saúde bucal aos 5 meses após a cirurgia de transplante hepático na QVRSB de crianças menores de 5 anos de idade. Neste estudo foram avaliadas 60 crianças menores de 5 anos de idade com doença hepática candidatas a transplante hepático no AC Camargo Câncer Center. O estudo foi realizado em duas fases: pré e pós-transplante. Na fase pré-transplante, para atingir o objetivo 1 foram coletados no baseline dados sobre a doença hepática de base, dados socioeconômicos e sociodemográficos. Em seguida, o responsável pela criança respondeu o questionário de QVRSB: B-ECOHIS. Posteriormente, o exame intrabucal foi realizado avaliando a presença de lesões de cárie dentária (índice ceo-d), defeitos de esmalte (índice DDE), pigmentações dentárias, doença periodontal (índices Greene & Vermillion simplificado e Índice de Sangramento de Silness & Löe) e lesões em mucosa oral e lábios. Para atingir o objetivo 2, as crianças com necessidade de tratamento odontológico foram tratadas e após uma semana do tratamento o B-ECOHIS foi aplicado ao mesmo responsável que forneceu as respostas no baseline. Na fase pós-transplante o objetivo 3 foi atingido por meio de da aplicação do B-ECOHIS e avaliação das condições de saúde bucal 5 meses após o transplante hepático. De forma geral, os resultados do modelo de regressão ajustado para o objetivo 1 indicaram que crianças com 24 a 48 meses de idade (RT=2.17; p=0.04), e crianças com maior número de lesões de cárie não tratada (RT=1.35; p<0.0001) e pigmentações dentárias (RT=1.85; p=0.04,) apresentaram um impacto negativo na QVRSB no baseline. Resultados do objetivo 2 indicaram que as médias dos escores do B-ECOHIS pré e pós-tratamento odontológico diminuíram de maneira significativa (p<0.05), tanto para o escore total quanto para todos os domínios, indicando assim uma melhora significativa na QVRSB das crianças devido ao tratamento. Os resultados do modelo ajustado para o objetivo 3 indicaram que, após 5 meses do transplante hepático, a presença de lábios ressecados (RT=55.54; p<0.0001), queilite angular (RT=86.91; p<0.0001) e candidíase oral (RT=122.57; p<0.0001) foram associados a uma pior QVRSB nas crianças. Também, as médias dos escores do B-ECOHIS pós-transplante hepático aumentaram de maneira significativa (p<0.05) tanto para o escore total quanto para a maioria dos domínios, exceto os domínios sintomas, autoimagem e interação social. Conclui-se que a presença de pigmentações dentárias e lesões de cárie não tratada em crianças menores de 5 anos de idade com doença hepática tiveram impacto negativo na QVRSB antes de serem submetidas ao transplante. O tratamento odontológico de alterações bucais melhora a QVRSB destas crianças. A presença de lábios ressecados, queilite angular e candidíase aos 5 meses após o transplante hepático afetam negativamente a QVRSB nestas crianças.
Título em inglês
Impact of pre and post-transplant liver oral conditions on the quality of life of children under 5 years of age: a longitudinal clinical study
Palavras-chave em inglês
Child
Liver transplantation
Oral health
Quality of life
Resumo em inglês
The objectives of this longitudinal clinical study were: 1) to evaluate the impact of oral health conditions on the oral health related quality of life (OHRQoL) in children under 5 years of age before liver transplant; 2) to evaluate the impact of dental treatment on the OHRQoL of children under 5 years of age before liver transplant; and 3) to evaluate the impact of oral health conditions on the OHRQOL in children under 5 years of age at 5 months after liver transplant. Sixty children under 5 years of age with liver disease were evaluated in the AC Camargo Cancer Center. The study was performed in two phases: pre- and post-transplant. For objective 1, in the pre-transplant phase, one of the parents was invited to answer two questionnaires: one related to children's OHRQoL and other on socioeconomic and sociodemographic conditions and liver disease diagnosis. Then, a previously calibrated examiner carried out all children's oral examinations for dental caries (dmft index), enamel defects (DDE index), dental pigmentation, periodontal disease (Greene & Vermillion simplified index and Silness & Löe bleeding index), and oral mucosa and lips alterations. For objective 2, dental treatments were performed when necessary. Seven days after the completion of dental treatment the B-ECOHIS questionnaire was answered by the same caregiver who provided baseline responses. In the post-transplant phase, objective 3 was achieved by applying the B-ECOHIS questionnaire and evaluating oral health conditions at 5 months after liver transplant. Overall, the adjusted regression model for objective 1 showed that children aged 24 to 48 months (RR=2.17, p=0.04), children with higher number of untreated caries lesions (RR=1.35, p<0.0001) and dental pigmentation (RT=1.85, p=0.04) had a negative impact on OHRQoL. Results from objective 2 showed that mean B-ECOHIS scores before and after dental treatment decreased significantly (p <0.05) for all domains and total score. Thus, these mean differences in scores indicated a significant improvement in children's OHRQoL due to dental treatment. The adjusted model results for objective 3 showed that 5 months after liver transplant the presence of dry lips (RR=55.54, p<0.0001), angular cheilitis (RR=86.91, p <0.0001) and oral candidiasis (RR= 122.57; p <0.0001) were associated with worse OHRQoL in children. Also, mean B-ECOHIS scores increased significantly (p <0.05) for total score and most of domains, except for symptoms and self-image and social interaction domain after liver transplant. In conclusion the presence of dental pigmentation and untreated caries lesions in children under 5 years of age with liver disease have a negative impact on the OHRQoL before liver transplanted. The dental treatment before liver transplant significantly improves children's OHRQoL. The presence of dry lips, angular cheilitis and oral candidiasis at 5 months after liver transplantation negatively affect OHRQoL in these children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.