• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2015.tde-21092015-152813
Documento
Autor
Nome completo
Renata Saraiva Guedes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mendes, Fausto Medeiros (Presidente)
Ardenghi, Thiago Machado
Biazevic, Maria Gabriela Haye
Demarco, Flávio Fernando
Fraga, Mariana Minatel Braga
Título em português
Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento
Palavras-chave em português
Cárie dentária
Criança
Estudo observacional
Fatores de risco
Pré-escolar
Resumo em português
Os objetivos desse estudo de coorte realizado em crianças pré-escolares foram: (1) avaliar a validade preditiva e de constructo utilizando um critério de avaliação de atividade de lesões de cárie associado ao Sistema Internacional de Detecção e Avaliação de Cárie (ICDAS, do inglês International Caries Detection and Assessment System); (2) avaliar o risco de superfícies hígidas, com lesões iniciais de cárie (escores 1 e 2 do ICDAS) e lesões moderadas (escores 3 e 4) progredirem para lesões cavitadas em dentina (escores 5 e 6 do ICDAS) em dentes decíduos; (3) avaliar a influência da presença de lesões iniciais no risco de desenvolvimento de lesões de cárie; (4) avaliar se o impacto da cárie dentária na qualidade de vida de crianças se altera com o incremento de novas lesões ao longo do tempo; e (5) avaliar o impacto da cárie dentária em diferentes estágios de severidade na piora da qualidade de vida relacionada à saúde bucal em crianças. Um exame inicial foi realizado por 15 examinadores durante o Dia Nacional de Vacinação em junho de 2010, na cidade de Santa Maria (RS). Nesse dia, 639 crianças de um a cinco anos de idade foram examinadas utilizando o ICDAS para detecção das lesões de cárie e um critério adicional para avaliação da atividade das lesões de cárie. Outras variáveis demográficas e socioeconômicas relacionadas a cada criança foram coletadas com os pais das crianças. Um questionário para avaliar o impacto das condições bucais na qualidade de vida das crianças (ECOHIS, do inglês Early Childhood Oral Health Impact Scale) também foi aplicado aos pais. Após dois anos, as mesmas crianças foram reexaminadas por quatro examinadores treinados e recalibrados para a avaliação das condições relacionadas à cárie dentária. O questionário ECOHIS também foi reaplicado. A associação entre as diversas variáveis explanatórias e os desfechos foram avaliadas usando análises de regressão de Poisson apropriadas (regular ou de multinível) que permitiram o cálculo dos valores de risco relativo e respectivos intervalos de confiança a 95%. Após dois anos, um total de 469 crianças foram reavaliados (taxa de acompanhamento positivo de 73,4%). As lesões de cárie ativas não cavitadas na superfície oclusal apresentaram um risco duas vezes maior de progressão quando comparado com as lesões inativas. Também foi observado que lesões não cavitadas em crianças com lesões de cárie severa no início do estudo apresentaram três vezes maior risco de progressão do que crianças com apenas lesões iniciais. Além disso, crianças com lesões moderadas ou severas apresentaram maior risco de desenvolverem novas lesões comparadas a crianças livres de cárie. Esse efeito foi observado em crianças com lesões iniciais quando eram menores de três anos. Quando o desfecho foi o impacto da saúde bucal na qualidade de vida, as crianças que tiveram novas lesões apresentaram piora na qualidade de vida quando comparadas com aquelas crianças que não desenvolveram novas lesões cariosas, e isso foi relacionado à severidade. Considerando os diferentes estágios da doença cárie na avaliação longitudinal da qualidade de vida, apenas as crianças com lesões moderadas ou crianças com lesões severas no início do estudo apresentaram piora na qualidade de vida após dois anos. Em conclusão, o sistema de atividade de cárie adicional associado ao ICDAS apresenta validade preditiva e de constructo em dentes decíduos. No entanto, as lesões de cárie iniciais de um modo geral apresentam baixa taxa de progressão, e essas lesões têm maior risco de progressão em crianças com pelo menos uma lesão moderada ou severa em outro dente. Outro fato é que a presença de lesões moderadas ou severas é um importante preditor para o surgimento de novas lesões de cárie. No entanto, comparado a crianças livres de cárie, crianças com apenas lesões iniciais de cárie aparentemente possuem maior risco de desenvolverem novas lesões somente nas idades mais precoces (até três anos de idade). Ainda, pôde-se constatar que o maior número de novas lesões de cárie provoca uma piora da qualidade de vida em crianças pré-escolares. Entretanto, a presença de lesões iniciais não causa um impacto na qualidade de vida após dois anos, mas a presença de lesões moderadas e extensas provocam essa piora.
Título em inglês
What is the importance of detecting initial caries lesions in preschool children? Evidences from a cohort study with 2 years of follow-up
Palavras-chave em inglês
Child
Dental caries
Observational study
Preschool
Risk factors
Resumo em inglês
The aims of the present cohort study carried out in preschool children were: (1) to evaluate predictive and construct validity of an additional criteria to assess caries lesions activity associated to the International Caries Detection and Assessment System (ICDAS); (2) to evaluate the risk of sound surfaces, initial (scores 1 and 2 of ICDAS) and moderate caries lesions (ICDAS scores 3 and 4) to progress to dentin cavitated lesions (ICDAS scores 5 and 6) in primary teeth; (3) to investigate the influence of presence of initial caries lesions on risk of occurrence of new caries lesions; (4) to evaluate if the impact of dental caries on quality of life of children suffers worsening due to the occurrence of new caries lesions; and (5) to investigate the impact of dental caries in different stages of progression on worsening of oral health-related quality of life. An initial examination was conducted by 15 examiners during the National Children's Vaccination Day in June, 2010, in Santa Maria (RS). At this day, 639 children aged from one to five years were examined using the ICDAS for the detection of caries lesions and with an additional criteria for evaluation of caries lesions activity. Other demographic and socioeconomic variables related to each child were collected with the children's guardians. A questionnaire to evaluate the impact of oral health on quality of life of the children (Early Childhood Oral Health Impact Scale - ECOHIS) was also applied for the parents. After two years, the same children were reexamined by four trained and recalibrated examiners to evaluate the oral conditions related to the dental caries. ECOHIS was also answered again. Association among the explanatory and the outcome variables were assessed through Poisson regression analysis (regular or multilevel), which permitted to calculate the relative risk values and respective 95% confidence intervals. After two years, a total of 469 children were re-evaluated (follow-up rate of 73.4%). Active non-cavitated caries lesions in occlusal surfaces presented a twice higher risk of progression when compared with inactive lesions. It was also observed that non-cavitated caries lesions in children presenting extensive caries lesions at the baseline had thrice higher risk of progression than in children with only initial caries lesions. Moreover, children with moderate or extensive caries lesions showed higher risk of having new caries lesions than caries free children. This effect was observed in children who were younger than three years old. When the variable outcome was the impact of oral health on quality of life, children who had new caries lesions presented worsening on quality of life when compared with children who had not developed new caries lesions, and this was related to the severity. Considering the different stages of dental caries on the longitudinal evaluation, only children with moderate or extensive caries lesions at the baseline presented worsening on the quality of life after two years. In conclusion, the additional criteria system to assess caries activity used with the ICDAS presents predictive and construct validity in primary teeth. Nevertheless, initial caries lesions generally present a low progression rate, and these lesions have higher risk of progression in children with at least one moderate or extensive caries lesion in other tooth. Other fact is that the presence of moderate or extensive caries lesions is an important predictor for caries incidence. Nonetheless, compared with caries-free children, children with only initial caries lesions apparently have higher risk of developing new caries lesions only at the earlier ages (up to three years old). In addition, it was observed that higher number of new caries lesions provokes worsening on quality of life of preschool children. However, presence of only initial caries lesions does not cause impact on quality of life after two years, but presence of moderate and extensive caries lesions does cause.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.