• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2015.tde-17062015-125427
Documento
Autor
Nome completo
Ana Flávia Bissoto Calvo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Raggio, Daniela Prócida (Presidente)
Imparato, Jose Carlos Pettorossi
Reis, André Figueiredo
Sanabe, Mariane Emi
Tabchoury, Cinthia Pereira Machado
Título em português
Efeito de diferentes modelos de envelhecimento na resistência de união em dentina decídua hígida e cariada
Palavras-chave em português
Adesivos dentinários
Cimentos de ionômeros de vidro
Dente decíduo
Envelhecimento
Resistência ao cisalhamento
Resistência de materiais
Resumo em português
A resistência de união (RU) dos materiais deve ser avaliada após a degradação da interface adesiva, tentando simular um processo que ocorre naturalmente ao longo do tempo na cavidade bucal. O presente estudo avaliou a degradação da interface adesiva em diferentes materiais utilizando o modelo de envelhecimento in vitro e in situ em dentina hígida e cariada. Noventa segundos molares decíduos hígidos e sem defeitos de esmalte, foram aleatoriamente divididos em dois grupos de acordo com o substrato a ser testado (hígido e com lesão de cárie induzida). A seguir, cada um dos grupos foi subdividido aleatoriamente de acordo com o material restaurador (n=15): resina composta associada ao sistema adesivo - RC, cimento de ionômero de vidro modificado por resina - CIVMR e cimento de ionômero de vidro de alta viscosidade - CIVAV. A superfície da dentina foi preparada e com o auxílio de cânulas de polietileno, foram confeccionados os espécimes com os materiais restauradores. Partes de um mesmo dente foram submetidas a cada envelhecimento: in vitro (24 horas e 6 meses) - armazenados em água destilada à 37°C; e in situ (uso de dispositivo intraoral palatino por voluntários em uma fase experimental de 7 dias). Os espécimes foram submetidos ao teste de microcisalhamento (MPa) para avaliação da RU, seguido de análise do padrão de fratura em estereomicroscópio (400X). Os dados foram submetidos a análise de variância de medidas repetidas seguida pelo teste de Bonferroni (? = 5%). De forma geral, o armazenamento por seis meses em água degradou o grupo CIVMR em dentina hígida (<0,001) e RC em dentina cariada (p=0,007), para os outros materiais não houve diferença estatística (p=1,00). O modelo in situ influenciou negativamente os valores de RU nos grupos RC e CIVMR (p<0,001) no substrato hígido e na RC (p<0,001), CIVMR (p=0,001) e CIVAV p=0,020) no substrato cariado. Concluí-se que no modelo in vitro, seis meses em água destilada não foram suficientes para degradar a interface de união dos materiais avaliados e o modelo in situ é uma metodologia rápida que pode ser utilizada para avaliar a degradação da interface de união de materiais restauradores em dentina cariada de dentes decíduo.
Título em inglês
Different degradations models to evaluate bond strength in sound and caries primary dentin
Palavras-chave em inglês
Aging
Deciduous tooth
Dentin-bonding agents
Glass ionomer cement
Material resistence
Shear strength
Resumo em inglês
Materials bond strength (BS) should be evaluated after degradation of the adhesive interface, simulating the intra-oral enviroment. This study assessed the degradation of the bonding interface of differents materials using in vitro and in situ models of aging in sound and caries - affected primary dentin. Ninety sound second primary molars without enamel defects were randomly assigned into two groups (sound and induced carious) according to the substrate to be tested. Then each group was subdivided according to the restorative material (n=15): composite resin associated with the adhesive system - CR, resin-modified glass ionomer cement - RMGIC or high-viscous glass ionomer cement- HVGIC. Dentin surface was prepared and with the aid of polyethylene tubes specimens of each restorative materials were prepared. Parts of a same tooth were subjected to in vitro and in situ models of aging. For in vitro model, the specimens were stored in distilled water at 37°C during 24 hours per 6 months; and for in situ model an intraoral palatal device was confectioned and used by volunteers in an experimental phase for 7 days. Specimens were submitted to microshear test (MPa) for BS evaluation and then stereomicroscopy (400X) analys of failure mode. Data were analyzed by repeated measures ANOVA for followed by Bonferroni test (? = 5%). In general, the storage for six months in distilled water degraded the RMGIC group in sound dentin (<0.001) and RC group in caries-affect dentin substrate (p = 0.007), for the others materials there was no statistical difference (p = 1.00). The in situ model, adversely, influenced the BS in RC and RMGIC groups (p <0.001) in sound substrate, and in RC (p <0.001), RMGIC (p = 0.001) and HVGIC (p = 0.020) in caries-affected dentin. We can concluded that in in vitro model, using six months distilled water, was not sufficient to degrade the bonded interface of the evaluated materials and in situ model is a faster method to evaluate degradation of the adhesion interface of restorative materials in cariesaffected dentin.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-25
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Raggio DP, et al. Knoop Hardness of Resin-modified Glass-ionomer Cements. IJD. International Journal of Dentistry, 2009, vol. 8, p. 119-123.
  • CALVO, A.F.B., et al. Knoop hardness of resin-modified glass ionomer cements. In 22nd Congress of International Association of Paediatric Dentistry, Munique, 2009. International Journal of Paediatric Dentistry., 2009. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.