• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Sá Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bonecker, Marcelo Jose Strazzeri (Presidente)
Haddad, Ana Estela
Júnior, Jair de Souza Moreira
Oliveira, Luciana Butini
Título em português
Efetividade do Sistema Internacional de Classificação e Manejo de Cárie (ICCMS) na prevenção da incidência de cárie em escolares participantes do programa social do Sesc SP
Palavras-chave em português
Cárie dentária
Escolares
ICCMS
Prevenção
Resumo em português
O Sistema Internacional de Classificação e Manejo de Cárie (ICCMS), é um sistema desenvolvido por meio de evidências globais para padronização de diagnóstico de cárie, avaliação de risco e decisão de tratamento. A elaboração do presente estudo clínico randomizado teve como objetivo avaliar a efetividade do ICCMS na prevenção da incidência de lesões de cárie em escolares participantes do programa social do Sesc SP. A amostra foi composta por crianças de 7 a 12 anos de idade participantes do Programa Curumim, que é um programa socioeducativo do Serviço Social do Comércio (Sesc). Oito unidades do Sesc de diferentes regiões do estado de São Paulo, foram randomizadas e divididas em dois grupos, sendo que quatro unidades compuseram o grupo que seguiu os protocolos de diagnóstico, plano de tratamento e intervalos de retornos baseados no risco de cárie, de acordo com os critérios preconizados pelo ICCMS, enquanto as outras quatro unidades seguiram critérios de prevenção e tratamento de acordo com experiência profissional do grupo que refletiam a prática clínica utilizada no Sesc. O estudo foi elaborado com uma abordagem pragmática, para avaliar a aplicabilidade do sistema no contexto prático, com duração de no mínimo dois anos de acompanhamento, tempo necessário para avaliação da efetividade na incidência de cárie. Até o momento da edição da presente dissertação, foram incluídas 306 crianças, inclusão ainda aquém da indicada no cálculo amostral para o desfecho. No entanto, a partir dos dados da amostra incluída, foi realizada uma análise descritiva dos dados parciais encontrados no baseline em relação a três aspectos: a) epidemiologia de cárie, b) decisão de tratamento escolhida pelo operador para os diferentes tipos de lesões encontradas, c) percepção dos examinadores sobre a participação no presente estudo. Os resultados indicaram que houve alta prevalência de cárie dentária nas crianças do estudo (71,2%) quando avaliado o diagnóstico de lesões iniciais. Quando avaliadas somente lesões cavitadas em dentina, uma baixa prevalência de cárie foi encontrada (25,2%). Em relação a severidade, 62,6% das superfícies acometidas por cárie eram lesões iniciais sendo que 64,8% dessas lesões iniciais eram inativas. Quando analisadas as superfícies acometidas por lesões de cárie cavitadas em dentina (15,4%), um total de 94,1% eram ativas. Em relação a decisão de tratamento, a mais escolhida para lesões iniciais foi "nenhum tratamento" (66,3%). Dentre as opções de tratamento mais freqüente para lesões cavitadas foi observado a escolha por tratamentos operatórios, sendo a opção mais escolhida restaurações em resina composta. A partir de uma avaliação qualiquantiativa, também foi feita uma avaliação da percepção dos examinadores sobre a participação no presente estudo, todos os dentistas, de ambos grupos, relataram que seu desempenho clínico melhorou após seis meses de participação no estudo. Podemos concluir então, que a prevalência de cárie das crianças do estudo foi considerada baixa quando avaliada somente as lesões cavitadas, sendo as lesões com maior severidade eram em sua maioria ativas, enquanto quem lesões iniciais a maioria eram inativas. Os profissionais possuem uma maior preferência por intervenções minimamente invasivas no tratamento de lesões iniciais, e para lesões cavitadas a preferência é por tratamentos operatórios. A participação em um estudo clínico como este, faz com que os dentistas tenham uma autopercepção de melhora no seu desempenho clínico, sendo que o grupo que utilizou o ICMMS fez com que profissionais indicassem mais pontos positivos.
Título em inglês
Effectiveness of the International System of Classification and Management of Caries (ICCMS) in the prevention of caries incidence in schoolchildren participating in the social program of Sesc SP
Palavras-chave em inglês
Dental caries
ICCMS
Prevention
Schoolchildren
Resumo em inglês
The International Classification and Management System of Caries (ICCMS) is a system developed through global evidence for standardization of caries diagnosis, risk assessment and treatment decision. The aim of this study was to evaluate the effectiveness of ICCMS in preventing the incidence of caries lesions in schoolchildren participating in the social program of SESC SP. The sample was composed of children from the ages of 7 to 12 years old participating in the Curumim Program, a socioeducational program of the Social Service of Commerce (SESC). Eight SESC units from different regions of the state of São Paulo were randomized and divided into two groups. Four units comprised the group that followed the diagnostic protocols, treatment plan and return intervals based on the risk of caries according to the criteria recommended by the ICCMS, while the other four units followed criteria of prevention and treatment according to the professional experience of the group, which reflected the clinical practice used in the SESC. The study was elaborated with a pragmatic approach, to evaluate the applicability of the system in the practical context with a duration of at least two years of follow-up, time necessary to evaluate the effectiveness in the incidence of caries. Up to the time of this dissertation, 306 children were included, which was still below that indicated in the sample calculation for the outcome. However, from the data included in the sample, a descriptive analysis of the partial data found in the baseline was performed in relation to three aspects: a) caries epidemiology, b) treatment decision chosen by the operator for the different types of lesions found, c) the examiners' perception of participation in the present study. The results indicated that there was a high prevalence of dental caries in the children of the study (71.2%) when the diagnosis of initial lesions was evaluated. When only cavitated lesions were evaluated in dentin, a low prevalence of caries was found (25.2%). Regarding severity, 62.6% of the surfaces affected by caries were initial lesions and 64.8% of these initial lesions were inactive. When analyzed the surfaces affected by caries lesions cavitated in dentin (15.4%), a total of 94.1% were active. Regarding the treatment decision, the most chosen for initial lesions was "no treatment" (66.3%). Among the most frequent treatment options for cavitated lesions, it was observed the choice of operative treatments, being the most chosen option composite resin restorations. An assessment of the examiners' perception of participation in the present study was also carried out from a quantitative-qualitative assessment, and all dentists in both groups reported that their clinical performance improved after six months of study participation. We can conclude that the prevalence of caries in the children of the study was considered low when the cavitated lesions were evaluated, with the most severe lesions being mostly active, whereas the initial lesions were mostly inactive. The professionals have a greater preference for minimally invasive interventions in the treatment of initial caries lesions, and for cavitated lesions the preference is for operative treatments. The participation in a clinical study like this causes the dentists to have a self-perception of improvement in their clinical performance, being that the group that used the ICMMS made professionals indicate more positives
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.