• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ruth Monica Carranza Sotelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ciamponi, Ana Lidia (Presidente)
Guaré, Renata de Oliveira
Haddad, Ana Estela
Ramos, Gilmer Torres
Título em português
Percepção do cuidador na qualidade de vida relacionado à saúde bucal de crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista
Palavras-chave em português
Adolescente
Criança
Qualidade de vida relacionada à saúde bucal
Saúde bucal
TEA
Resumo em português
Os objetivos deste estudo de corte transversal, analítico e descritivo, foram: 1) Avaliar a percepção dos pais e/ou cuidadores em relação a qualidade de vida (QVRSB) relacionada à saúde e à saúde bucal de crianças e adolescentes com diagnóstico do TEA. 2) Avaliar se a condição bucal das crianças e adolescentes com diagnóstico do TEA pode interferir na QVRSB e QVRS. Material e métodos: Este estudo transversal contou com a participação de 74 crianças e adolescentes com TEA cadastrados no CAPE (Centro de atendimento a Pacientes Especiais) / FOUSP, entre 2017 e 2018, com idades entre 5 e 18 anos (9,81± 3,70).A Saúde bucal foi caracterizada por meio da avaliação do Índice de sangramento gengival (ISG), Índice de placa (IP), Índice de dentes cariados, perdidos e obturados ceo-d/(CPO-D), Índice de defeito de desenvolvimento do esmalte dentário (DDE), Anomalias dentárias (AD), Hábitos parafuncionais e a Escala comportamental de Venham. Para avaliação da QVRS e QVRSB foi selecionado o instrumento Peds QL® 4.0 - relato dos pais/responsáveis e PedsQL®Escala bucal - relato de crianças pais/responsáveis, uttilizamos a análise de Regressão de Poison. Resultados: as variáveis explanatórias que atuaram negativamente determinado uma pior QVRSB foram: aglomeração domiciliar maior ou igual à 4 pessoas, 3 ou mais filhos, presença de ceo-d/CPO-D maior que zero e e protesto generalizado durante atendimento odontológico. Maior comprometimento emocional esteve associado à renda familiar menor que 2 salários mínimos, ceo-d/CPO-D maior que dois e protesto moderado durante o atendimento odontológico. A piora na atividade escolar esteve associada ao maior número de filhos (3 ou mais filhos) e protesto generalizado durante o atendimento odontológico. Houve associação entre capacidade física e idade da criança, aglomeração familiar e protesto generalizado durante o atendimento odontológico, sendo que valores maiores dessas variáveis determinaram efeito negativo na capacidade física. Houve associação entre construto social e algumas variáveis explanatórias clínicas. Observamos que a pior interação social estava associada com maior CEOd/ CPO-D e protesto intenso durante o atendimento odontológico. Conclusão: De acordo com a percepção dos pais/responsáveis houve impacto negativo reduzido tanto na QVRS, como na QVRSB das crianças/adolescentes com TEA. O construto emocional e o de saúde bucal foram os mais associados às variáveis socioeconômicas e clínicas.
Título em inglês
Caregiver perception on quality of life related to the oral health of children and Teenagers with autism spectrum disorder
Palavras-chave em inglês
Child
Oral health
Oral health-related quality of life
TEA
Teenager
Resumo em inglês
The objectives of this cross-sectional, analytical and descriptive study were: 1) To evaluate the perception of parent sand / or caregivers regarding quality of life (HRQoL) related the health and oral health of children and teenagers diagnosed with Austism Spectrum Disorder (ASD) 2) Evaluateif oral condition of children and adolescents diagnosed with ASD interfere with HRQoL and HRQoL. Material and methods:This cross-sectional study comprised 74 children and teenagers with ASD, enrolled in the CAPE (Special Patient Care Center) / FOUSP between years 2017 and 2018, aged between 5 and 18 years (9.81 ± 3 , 70). Oral health was characterized by evaluation of gingival bleeding index, plaque index, ceo-d /CPO-D, enamel development defect index (DDE). To evaluate behavior durind dental care, the Vehan's Behavioral Scale was used. For the evaluation of the HRQoL and QRSRS, the Peds QL® 4.0 instrument - parent / guardian reportand PedsQL® Oral Scale - parent / guardian report were used. Poison Regression analysis was performed to identify possible associations amongs planatory variables. Results:The explanatory variables that negatively worsed OHRQoL were house hold agglomeration greater than or equalto 4 people, 3 or more children, presence of CEO-d/CPO-D greater than 2 and wides pread protest during dental treatment. Highe remotion alimpairment was associated with family income less than 2 minimun wages, CEO-d/CPO-D higher than 2 and moderate protest dudring dental care. The worsening of school activity was associated with higher number of children (3 or more) and wides pread protest during dental care. There wasan association between physical capacity and age of children, family agglomeration and generalized protest during dental care. A higher value of these variables was associated with a negative effect on physical activity. There was also an association between social constructand some clinical explanatory variables. The worse the social interaction, higher the CEO-d/CPO-D and intense protest during dental care. Conclusion: According to the perception of parents there was a reduced negative impact in both HRQoL and OHRQoLof children/adolescents with ASD. The emotional and oral health construcs were the most associated with socioeconomic and clinical variables.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.