• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Sarah de Moraes Alves Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Fernanda Ludmilla Rossi (Presidente)
Camelo, Sílvia Helena Henriques
Goes, Fernanda dos Santos Nogueira de
Mininel, Vivian Aline
Título em português
Teoria da Aprendizagem Transformativa aplicada em capacitação sobre Suporte Básico de Vida no contexto de trabalho de uma indústria metalúrgica
Palavras-chave em português
Aprendizagem
Educação em saúde
Mineração
Ressuscitação cardiopulmonar
Saúde do trabalhador
Resumo em português
Este estudo objetivou desenvolver, implementar e avaliar uma estratégia de capacitação para trabalhadores de uma indústria metalúrgica do interior do Estado de Minas Gerais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa estruturada a partir da Teoria da Aprendizagem Transformativa, que tem como elementos centrais: a experiência individual, a reflexão crítica, o diálogo, a orientação holística, a consciência do contexto e a prática autêntica. Como método estratégico de desenvolvimento optou- se pelo Círculo Epistemológico, sendo desenvolvido em três fases: 1a ) Investigação: realizada por meio de Grupos Focais para a identificação da percepção dos trabalhadores sobre seus riscos ocupacionais, acidentes mais frequentes e necessidades de aprendizado em relação a Primeiros Socorros; 2a ) Tematização: em que foi desenvolvida e implementada a capacitação em Suporte Básico de Vida; e 3a ) Proposição: na qual buscou-se as impressões dos participantes sobre a capacitação realizada e sinais da busca pela transformação do contexto vivido por meio da técnica do Círculo de Cultura. Participaram da capacitação 54 trabalhadores, os quais fazem parte da Brigada de Incêndio e são locados em diversos setores da empresa. Como resultados, obteve-se na 1a etapa as seguintes categorias: riscos, acidentes, melhorias na segurança, dificuldades e necessidades de capacitação em primeiros socorros. Os trabalhadores relataram a necessidade de capacitação relacionada ao atendimento a vítimas de Parada Cardiorrespiratória e, devido à importância deste tema, o mesmo foi priorizado na 2a etapa. Assim, a 2a etapa foi realizada com o tema "Suporte Básico de Vida - Ressuscitação Cardiopulmonar e uso do Desfibrilador Externo Automático". A capacitação, com carga horária de oito horas, contou com a participação intensa dos educandos, tendo sido utilizadas dinâmicas de grupo, práticas com manequins e estudos de casos. A 3a etapa aconteceu logo após o curso, dentro das oito horas, e os discursos foram categorizados da seguinte forma: a estratégia metodológica - percepção dos educandos, o que muda para os pesquisandos a partir desta capacitação e atitudes práticas que podem ser tomadas a partir desta capacitação. Este estudo mostrou que o diálogo e a reflexão crítica, num processo participativo de capacitação, podem facilitar mudanças de comportamento capazes de transformar a realidade do trabalho. Os trabalhadores referiram sentir-se mais seguros após a realização das práticas e das discussões grupais e relataram soluções viáveis e compatíveis com o seus contextos de vida e de trabalho. A percepção dos trabalhadores retrata que a aprendizagem transformativa pode provocar mudanças no comportamento individual e coletivo no contexto do trabalho, incluindo atitudes críticas e reflexivas em um sistema de referência mais amplo. Portanto, a aplicação dos conceitos da Teoria da Aprendizagem Transformativa em capacitações de trabalhadores pode contribuir para a transformação das práticas de trabalho
Título em inglês
Theory of Transformative Learning applied to habilitation on Basic Life Support in the work environment of a metallurgy industry
Palavras-chave em inglês
Cardiopulmonary resuscitation
Health education
Learning
Mining
Occupational health
Resumo em inglês
This study identified the perception of workers about occupational risks, experiences with accidents in the work environment and the need for habilitation in First Aid and, therefore, to develop, implement and evaluate a habilitation strategy for brigade workers in a metallurgy industry in the State of Minas Gerais. This is a structured qualitative research based on the Transformative Learning Theory, which has as central elements: individual experience, critical reflection, dialog, holistic orientation, context awareness and authentic experience. The Epistemological Circle was adopted and was developed in three stages: 1st) Investigation: done through Focus Groups for the identification of worker's perception about occupational risks, most frequent accidents, difficulties as brigade member and their learning needs on First Aid; 2nd) Thematization: in which habilitation in Basic Life Support was developed and implemented; and 3rd) Proposal: where participants' impressions about the concluded habilitation. Fifty four workers took part in the course, all of them belonged to the Fire Brigade and were located in several sectors of the company. The main results obtained in the first stage, fell in the following categories: risks, accidents, improvements in security, difficulties and needs for habilitation in first aid. The workers reported the need for greater habilitation on emergency service for victims with cardiopulmonary arrest and, due to its importance, it was selected for the 2nd stage. Thus, this stage was done with the theme "Basic Life Support - Cardiopulmonary Resuscitation and the use of an automated external defibrillator". Habilitation, with a class load of eight hours, had intense participation of the workers, and group dynamics, practices with dummies and case studies were used. The 3rd stage was done immediately after the course, with the eight hours, and the discoursed were divided into the following categories: methodological strategy - perception by the participants, what changes for them after the habilitation and the practices that can be done afterwards. This study demonstrated that dialog and the critical reflection, in a participative habilitation process can enable behavior changes capable of transforming the work environment. The workers stated that they felt more secure after the practices and group discussions, and reported viable and compatible solutions with their life and work contexts. The workers perception portraits that transformative learning can bring changes in individual and collective behavior in the work context, including critical and reflexive attitudes in a broader reference system. Therefore, the application of concepts from Transformative Learning Theory in worker habilitation can contribute for the transformation of their work practices
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.