• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2018.tde-25012018-101726
Documento
Autor
Nome completo
Luana Matos Silva Araújo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Mishima, Silvana Martins (Presidente)
Andrade, Raquel Dully
Évora, Yolanda Dora Martinez
Gaspar, Aidê Amábile Coelho dos Santos
Título em português
Protótipo de uma tecnologia móvel para classificação de risco de portadores de hipertensão arterial e diabetes mellitus
Palavras-chave em português
Atenção primária
Diabetes mellitus
Hipertensão arterial sistêmica
Software
Resumo em português
O problema das condições crônicas é uma preocupação da assistência à saúde em nível mundial, motivando pesquisadores principalmente no que diz respeito à hipertensão arterial e diabetes mellitus, sendo os altos índices de morbidade e mortalidade relacionados a essas condições a causa dessa motivação. Os portadores desses agravos tendem a apresentar necessidades e problemas que devem ter acompanhamento permanente, na perspectiva da realização de um atendimento integral e longitudinal. Neste contexto, vale ressaltar a classificação de risco, processo realizado durante a consulta de enfermagem, que simplifica o levantamento epidemiológico e a abordagem preventiva dos indivíduos, se mostrando como uma ferramenta relevante no campo da atenção primária. A classificação de risco vem para contribuir na qualificação do atendimento desses pacientes pelo enfermeiro, e a utilização de tecnologias de informação pode contribuir para que esse processo seja realizado com maior eficácia, uma vez que o profissional pode contar com toda a informação necessária de modo ágil e sistematizado. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um protótipo de software para classificação de risco de portadores de HAS e DM. A metodologia fundamentou-se no ciclo de vida de desenvolvimento de sistemas, utilizando-se o conceito de prototipação, além de considerar como suporte teórico complementar o conjunto de elementos teóricos e práticos da integralidade da atenção, permitindo uma visão mais ampliada da classificação de risco. A fase de definição foi iniciada com o planejamento, seguida pela fase de análise e definição de requisitos funcionais e não funcionais. Para a validação dos requisitos funcionais do protótipo foram considerados os elementos conceituais da avaliação de risco para a HAS e DM, definidos pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, além de levar em consideração aspectos levantados pelos enfermeiros das unidades básicas do município, que foram entrevistados após a assinatura do TCLE. De um total de 19 enfermeiros, 11 foram entrevistados. Os enfermeiros inicialmente responderam a um questionário e, posteriormente, foram entrevistados, sendo utilizada a entrevista semiestruturada, que foram gravadas e transcritas na íntegra. O método de análise das entrevistas foi a análise de conteúdo, em sua vertente temática, resultando no agrupamento de três grandes temas: elementos conceituais para a avaliação de risco, a disponibilização do aplicativo e facilidades e dificuldades na rede de cuidados. Em seguida, iniciou-se a etapa de desenvolvimento do protótipo, utilizando-se um software específico, o Programa Pencil. Para esta etapa contamos com a colaboração de um analista de sistemas, que foi o responsável por auxiliar na tradução dos requisitos funcionais em telas do protótipo. As entrevistas permitiram identificar que o protótipo pode se tornar uma ferramenta com potência de interligar informações entre os profissionais de saúde da ESF e demais serviços da rede de atenção. Ainda, os enfermeiros ressaltaram a relevância de uma ferramenta para auxiliá-los na classificação de risco. Este trabalho permitiu criar uma ponte para a criação do aplicativo, bem como sua implantação e avaliação pelos enfermeiros
Título em inglês
Prototype of a mobile technology for risk classification of patients with hypertension and diabetes mellitus
Palavras-chave em inglês
Diabetes mellitus
Hypertension
Primary health care
Software
Resumo em inglês
The problem of chronic conditions is a worldwide concern of health care that motivates researchers mainly in relation to arterial hypertension and diabetes mellitus, and the high morbidity and mortality rates related to these conditions are the cause of this motivation. The sufferers of these diseases tend to present needs and problems that must be permanently monitored to achieve the goal of an integral and longitudinal care. In this context, it is worth to highlight the risk classification, a process performed during the nursing consultation, which simplifies the epidemiological survey and the preventive approach of the individuals, showing itself as a relevant tool in the field of primary care. The risk classification comes to contribute to care's qualification of those patients by the nurse, and the use of information technologies can contribute to this process by improving its effectiveness since the professional can access the necessary information in an agile and systematized way. The objective of this work was to develop a software prototype for risk classification of hypertensive and DM patients. The methodology was based on the life cycle of development systems, using the concept of prototyping and considering as theoretical complement support the group of theoretical and practical elements of the integrality of attention that allows a broader view of the risk classification. The definition phase was started with planning followed by an analysis and definition phase of functional and non-functional requirements. For the validation of functional requirements of the prototype, the conceptual elements of the risk assessment for the SAH and DM were considered, defined by the State Health Department of Minas Gerais, in addition to aspects raised by interviewed nurses of the basic units of the town who sign the TCLE. Of a total of 19 nurses, 11 were interviewed. Initially, the nurses answered a questionnaire and then interviewed, using a semi structured interview which was recorded and transcribed on its entirety. The method of interview analysis was a content analysis on its thematic aspect, resulting on the grouping of three major themes: conceptual elements for risk assessment, the availability of the application and facilities and difficulties in the care network. Then, the prototype development stage was started using a specific software called Pencil Program. For this stage we counted on the collaboration of a systems analyst, who was responsible for assisting on the translation of the functional requirements in the prototype screens. The interviews allowed to identify that the prototype can become a tool with power to interconnect information between health professionals of the ESF and other services of the attention network. Also, the nurses highlighted the relevance of a tool to assist them in risk classification. In conclusion, this work allowed a link with the creation of the app to its implantation and evaluation by the nurses
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.