• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2011.tde-28112011-154038
Documento
Autor
Nome completo
Elexandra Helena Bernardes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Maria José Bistafa (Presidente)
Souza, Maria Conceição Bernardo de Mello e
Assis, Marluce Maria Araújo
Japur, Marisa
Souza, Nilzemar Ribeiro de
Título em português
Sentidos de integralidade produzidos com trabalhadores de saúde em relações grupais
Palavras-chave em português
Construcionismo Social
Integralidade
Saúde da Família
Resumo em português
Dentro da proposta de estruturação da política nacional de saúde as contribuições da integralidade na produção de serviços e ações de saúde de qualidade, resolutivos e satisfatórios ainda têm gerado grandes desafios. Assim, acreditando que a orientação de novas maneiras de entender e de produzir saúde, norteadas pela integralidade emergem de sentidos produzidos sobre esse termo, em contextos relacionais e dialógicos específicos, esse estudo teve por objetivo descrever os sentidos de integralidade produzidos com os trabalhadores de equipes de Saúde da Família (SF), relativos ao cotidiano de suas práticas de atenção à saúde, em uma cidade mineira. Utilizamos o discurso Construcionismo Social como uma ferramenta metodológica para produzirmos e analisarmos as informações. Essa produção ocorreu por meio de registros de diário de campo e três encontros grupais, áudio graváveis. Seguidamente as informações foram transcritas, editadas e analisadas, produzindo duas tematizações, com dois subtemas cada: 1) Quando os participantes recorrem ao discurso vinculado às práticas dos trabalhadores: Pressupõe em o trabalhador se integrar com a vida, às necessidades do paciente lá fora, que não são somente biológicas, para atendê-lo como um todo... integralmente - integralidade: apreensão ampliada dos trabalhadores em relação às pessoas atendidas, enquanto sujeitos integrados e influenciados por diferentes dimensões, contextualizadas ao longo de suas vidas; Trabalhadores e usuários não devem ter uma visão só curativa, só pontual para a doença que o paciente sofre e achar que é o remédio que faz o milagre - integralidade: capacidade dos trabalhadores de escutar e apreender de forma ampliada as necessidades apresentadas pelos usuários e das melhores maneiras possíveis de respondê-las. 2) Quando os participantes recorrem ao discurso associado à organização dos serviços saúde. Esse desdobrou-se em: Colocar o usuário do lado de dentro do serviço, considerando-o enquanto sujeito de necessidades, para organizar serviços de forma a ver suas necessidades e inseri-las dentro das prioridades de atenção dos trabalhadores - integralidade: capacidade dos trabalhadores, gestores e usuários, conjuntamente apreenderem as necessidades da população, elaborarem e implementarem respostas; Envolver todos os serviços de saúde e outros pontos de serviços na comunidade para dar segmento, continuidade no tratamento - integralidade: caracterizada pela articulação entre os vários serviços em uma rede para garantir o acesso às necessidades demandadas pelo usuário. Essas conversações produzidos foram suficientes ora para gerar autoanálise e reflexões das práticas vigentes, visando desconstruir aspectos de um projeto tradicional, vinculado ao homem fragmentado, ora para gerar primeiras aproximações do sentido da integralidade, enquanto uma postura de articulação de diversos tipos de tecnologias para responder às necessidades de várias naturezas dos usuários.
Título em inglês
Integrality senses produced with health workers in group relations
Palavras-chave em inglês
Family Health
Integrality
Social Constructionism
Resumo em inglês
Inside the proposal of structurization of the National Health policy, the contributions for integrality in the production of services and actions for quality health, decisive and satisfactory has still generated great challenges. Believing, thus, that the orientation of new forms of understanding and producing health, led by the integrality arise from the senses produced about this term, in specific relational and dialogical contexts, this study had the objective of describing the integrality senses produced with the health workers of Health Family teams, concerning the everyday practices concerning health, in a town in Minas Gerais. The discourse Social Constructionism was used as a methodological tool to produce and analyze the information. This production occurred through registers in a field diary and three group meetings, recording audio. Following that the data were transcribed, edited, and analyzed, under the focus of two themes, with two sub-themes each: 1) when the participants use the discourse linked to worker practices: It is supposed that the worker integrate with life, the necessities out there, which are not only biological to assist him/her totally ... integrally - integrality produced as wide comprehension of workers concerning the people assisted, while subjects integrated and influenced by different dimensions, contextualized along their lives; workers and users should not have a curative vision, straight to the disease, that the patient suffers and thinks that the medicine brings the miracle - integrality referred to as a worker's capacity of listening and comprehending widely the necessity presented by users and the best ways possible to answer them. 2) When the participants use the discourse together with the organization of the health services. This one was divided in: Putting the user within a service, considering him while subject of necessities, to organize services in such a way that he/she can see his/her necessities and insert them in the attention priorities of workers - integrality treated as the worker's capacity, administrators and users, together they comprehend the population needs, elaborate, and organize answers; to involve all health services and other service points in the community to give segment, continuity in the treatment - integrality characterized by the articulation among the various services in a net to assure the access to the answers demanded by the user. These dialogues produced were sufficient either to generate selfassessment and reflections on the current practices, aiming to destroy aspects of a traditional project, or to generate the first approaches concerning integrality, while it is an articulation posture of several kinds of technologies to answer the needs of several aspects of the users.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-12-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.