• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2018.tde-28032018-155822
Documento
Autor
Nome completo
Kátia Pereira de Borba
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Clapis, Maria José (Presidente)
Althaus, Maiza Taques Margraf
Goes, Fernanda dos Santos Nogueira de
Rivas, Noeli Prestes Padilha
Título em português
Desenvolvimento profissional docente: um estudo com professores enfermeiros universitários
Palavras-chave em português
Desenvolvimento profissional docente; Educação; Educação em enfermagem; Educação superior; Ensino de enfermagem; Docente de enfermagem; Prática do doc
Resumo em português
Introdução: O professor enfermeiro é um profissional que tem um importante trabalho transversal na área do ensino de enfermagem. Exercendo a docência universitária, seu trabalho não se reduz ao campo didático-pedagógico, mas pressupõem ofícios com distintos ramos do saber, o que exige instrumentalização diversificada, com o objetivo de formar o profissional enfermeiro para o mundo do trabalho. Todavia, sob a hegemonia contemporânea da lógica neoliberalista, a formação do enfermeiro pode estar mais articulada ao mercado de trabalho, o que concebe um profissional proativo e flexível para a realização de multitarefas. Com o advento do neoliberalismo, a universidade pública tornou-se uma instituição de altíssimo grau de complexidade, um tipo sofisticado e diversificado de organização social, sendo a carreira docente compelida ao paradigma do produtivismo acadêmico. Mediante o interesse de estudar a formação docente e o exercício da docência no ensino de enfermagem de professores enfermeiros universitários atuantes em uma universidade pública e debruçando-se sobre as leituras científicas, compreendeu-se o termo formação docente sob uma visão ampliada, denominado nessa perspectiva desenvolvimento profissional docente (DPD). O DPD se constrói ao longo da carreira docente e pode ser influenciado pela instituição de ensino e contextos políticos. Considerando-se a influência da política neoliberalista sobre a universidade pública brasileira, partiu-se da premissa que o DPD de professores enfermeiros universitários tem profunda relação com o exercício da docência no ensino de enfermagem. Assim, essa pesquisa respondeu a seguinte questão: Como acontece o DPD de professores enfermeiros universitários atuantes em uma universidade pública? Objetivo: Analisar o desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários atuantes em uma universidade pública. Percurso metodológico: Estudo de caso naturalístico, descritivo e exploratório de abordagem qualitativa, realizado junto à Universidade de São Paulo (USP), no curso de Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Obtiveram-se dados de fontes primária e secundária. Para a fonte primária utilizou-se como instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada, e para a secundária a observação do trabalho docente e a consulta em documentos, os quais, o Curriculum lattes dos professores entrevistados, os planos de ensino das disciplinas ministradas por estes, e o projeto pedagógico do curso. As entrevistas e as observações do trabalho docente foram realizadas pela própria pesquisadora, entre os meses de setembro a dezembro de 2016. As observações aconteceram posteriormente à realização das entrevistas, mediante a técnica observação do tipo observador como participante, sendo descritas em um diário de campo, o que totalizou 200 horas de práticas pedagógicas observadas. A inclusão dos participantes no estudo caracterizou-se por amostragem intencional, obedecendo aos seguintes critérios: ser professor enfermeiro em Regime de Dedicação Integral a Docência e à Pesquisa; ter atuado ou estar atuando em alguma (s) das 23 disciplinas anuais ou semestrais que estavam sendo ofertadas para os graduandos do primeiro ao quinto ano do curso, no segundo semestre letivo do ano de 2016; e ter experiência na docência de no mínimo três anos. Os dados da entrevista semiestruturada foram organizados em quatro categorias temáticas, e analisados através da análise de conteúdo, na modalidade de análise temática. Na análise utilizou-se o referencial teórico de Carlos Marcelo García. A pesquisa somente aconteceu após aprovação por Comitê de Ética. A participação dos professores enfermeiros foi voluntária após aceitação e assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. Foi mantido o sigilo dos participantes e a garantia do anonimato quanto às informações adquiridas. Resultados, análise e discussão: A compreensão sobre as relações que envolvem o professor enfermeiro, e a universidade pública, o currículo, o ensino de enfermagem e a profissionalidade, possibilitaram analisar o desenvolvimento profissional docente desse grupo específico. Participaram da pesquisa 30 professores enfermeiros, com o predomínio de mulheres adultas, com tempo de formação acadêmica superior a 10 anos e experiência profissional na docência e na assistência de enfermagem há mais de cinco anos. A análise e discussão foram construídas em quatro categorias temáticas: A organização da universidade pública como elemento inerente ao desenvolvimento profissional docente; O currículo como elemento intrínseco ao desenvolvimento profissional docente; O desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários, e as expectativas da profissão quanto as oportunidades de cursos de formação e carreira docente; e o desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários, e as atividades acadêmicas e didáticas que envolvem o ensino de enfermagem. Compreendeu-se que os professores enfermeiros universitários entendem a função primordial da universidade pública como instituição social, contudo consentem com a sua função hegemônica contemporânea enquanto organização social, e percebem a sua estrutura física como elemento contribuinte para o DPD. Evidenciou-se o currículo do curso como elemento de instigação e divergências entre os professores, assim como, a necessidade de haver formação e o compartilhamento de discussões sobre o desenvolvimento do mesmo. Os professores enfermeiros envolvem-se com o processo de ensinar; exercem docência no ensino de enfermagem desempenhando suas práticas pedagógicas em instalações apropriadas; e têm dificuldades quanto à disponibilidade de tempo para preparar antecipadamente suas atividades de ensino. Apresentam discordância em relação à articulação entre projeto pedagógico, planos de ensino e o desenvolvimento de práticas pedagógicas; articulam o ensino, a pesquisa e a extensão; e demonstraram discrepâncias quanto ao uso de estratégias de ensino e de referenciais teóricos para fundamentar o preparo de suas práticas pedagógicas. Por fim, os professores enfermeiros compreendem o DPD como elemento que abarca a carreira docente e que influencia positivamente e negativamente sobre o exercício da docência no ensino de graduação em enfermagem, e apontam a necessidade de ter na universidade indicadores de avaliação, que incentivem a capacitação do professor na área do ensino. Considerações Finais: O desenvolvimento profissional docente de professores enfermeiros universitários pode exercer influência sobre o exercício da docência, beneficiando ou não o ensino de enfermagem. Espera-se com este estudo ter possibilitado reflexões sobre o exercício da docência de professores enfermeiros universitários mediante a perspectiva da visão ampliada da formação docente, assim como ter contribuído para modificações junto ao contexto do ensino de enfermagem. Em tempos de neoliberalismo recomenda-se ampliar o campo de discussão e pesquisa sobre o DPD, envolvendo a educação em enfermagem em universidades públicas
Título em inglês
Teacher professional development: a study with university nurse professor
Palavras-chave em inglês
Education; Higher education; Nurse professor; Nursing education; Nursing professor practice; Nursing teaching; Teacher professional development
Resumo em inglês
Introduction: The nurse professor is a professional with an important transversal job in nursing teaching. Besides being university professors, their work is not only didactic-pedagogical, but also in distinct positions in the realm of knowledge, what demands diversified instrumentation aiming to enable the professional nurse to work in the job market. Nevertheless, under the contemporaneous hegemony of neoliberal logic, the nurse formation is found more articulated to the job market, what conceives a proactive professional to multitask. With the advent of neo-liberalism, the public university became an extremely complex institution; a sophisticated and diversified social organization where the career in teaching is compelled to the paradigm of academic productivity. Owing to the interest in studying the teacher formation and teaching practice in nursing by university nurse professors working in a public university, and based on extensive scientific reading, the term teacher formation was better understood within a broader perspective as teacher professional development. The teacher professional development is built along with a career in teaching which can be influenced by the educational institution and political contexts. Considering the influence of neo-liberalist politics on the Brazilian public university, it was noted that the teacher professional development of university nurse professors has a deep relation with the teaching practice in nursing. Hence, this research answered the following question: How is the teacher professional development of university nurse professors working in a public university? Objective: Analyze the teacher professional development of university nurse professors working in a public university. Methodology: Study of a naturalistic case, descriptive and exploratory with a qualitative approach carried out along with São Paulo University (USP), in a nursing college course leading to a Bachelor of Education degree from Ribeirão Preto nursing school (EERP). Therefore, primary and secondary source data was obtained. For the primary source data collection a semi-structured interview was carried out, and for the secondary source data collection, teacher practice observation and documentation verification were chosen, which comprises the analysis of the Curriculum Lattes of the interviewed teachers, teaching practice plans of the ministered subjects and the pedagogical project of the course. The interviews and teacher practice observations were performed by the researcher between September and December 2016. The observations were posterior to the interviews by means of participant observer technique being depicted in a field diary, what totaled 200 hours of observed pedagogical practice. The participants' inclusion in the study characterized by intentional sampling complied with the following criteria: being a nurse professor in Full Time Dedication Regime to the Teaching and Research; having worked or been working in one or some of the 23 annual or semi-annual disciplines which were being offered to the graduate students of the first and fifth year of the course in the second semester of the school year of 2016; having experience in teaching of at least three years. The semi-structured interview data was organized in four thematic categories and verified through content analysis in the thematic analysis modality. In the analysis, Carlos Marcelo Garcia's theoretical reference was used. The research was put into execution after the approval of the Ethics Committee. The nurse professors had a voluntary participation after acceptance and signature of the agreement term free and elucidated. Moreover, the secrecy of the applicants was maintained and the anonymity of the information gathered guaranteed. Result, analysis and discussion: The understanding about the relationship between the nurse professor and the public university, the curriculum, the teaching in nursing and professionalism permitted the analysis of the teacher professional development of this specific group. Thus, 30 nurse professors participated in the research with the preponderance of adult women, college graduated for over 10 years with professional experience in teaching and nursing assistance for over 5 years. The analysis and discussion were built in four thematic categories: - The organization of the public university as an inherent element to the teacher professional development; - The curriculum as an intrinsic element to the teacher professional development; - The teacher professional development of university nurse professors and the profession's expectations regarding graduation course opportunities and career in teaching; - The teacher professional development of university nurse professors and the didactic-academic activities that involve the teaching in nursing. It was inferred that the university nurse professors comprehend the primordial function of the public university as a social institution. Nonetheless, they consent with their contemporaneous hegemonic position while social organization, and perceive the university material structure as a contributing factor to the teacher professional development. In addition, the curriculum was noted as an instigating and diverging element among the professors, they felt the necessity of educating themselves and sharing ideas about its development. The nurse professors get involved in the teaching process, teach nursing executing their pedagogical practices in appropriate environments, but they have difficulty as for time availability to prepare their teaching activities beforehand. The group presents disagreement regarding articulation between pedagogical project, teaching plans and pedagogical practice development. Furthermore, they coordinate teaching, the research and extension, but demonstrate discrepancies concerning teaching strategy use and theoretical references to fundament their pedagogical practices. Lastly, the nurse professors understand the teacher professional development as an element that encompasses the teaching career and that influences positively or negatively the teacher practice in the nursing graduation. The group also utters the need of assessment indicators at the university which motivates the empowerment of the professor in the teaching area. Final Considerations: The teacher professional development of university nurse professors can influence the teaching practice, benefitting or not the nursing education. It is expected that this study has fomented reflections about the teaching practice of university nurse professors under a broader perspective of the teacher formation, as well as having contributed to modifications in the field of nursing teaching. In neo-liberalism times, it is recommended that the discussion field and the teacher professional development research be expanded involving nursing education in public universities
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.