• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2005.tde-27092005-100622
Documento
Autor
Nome completo
Ana Claúdia Garabeli Cavalli Kluthcovsky
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Takayanagui, Angela Maria Magosso (Presidente)
Santos, Claudia Benedita dos
Santos, Jair Licio Ferreira
Título em português
"Qualidade de vida dos agentes comunitários de saúde de um município do interior do Paraná"
Palavras-chave em português
agente comunitário de saúde
programa saúde da família
qualidade de vida
Resumo em português
Este é um estudo descritivo, de corte transversal e com abordagem quantitativa, tendo como objetivo avaliar a qualidade de vida de agentes comunitários de saúde de um município do interior do Paraná, Brasil. Foi utilizado um instrumento genérico para avaliar qualidade de vida, elaborado por pesquisadores da Organização Mundial da Saúde, denominado WHOQOL-bref, na sua versão para o português. Este instrumento é composto de duas partes. A primeira refere-se à ficha de informações sobre o respondente. A segunda consta de 26 questões, sendo que as duas primeiras avaliam a qualidade de vida de modo geral e a satisfação com a própria saúde (Qualidade de Vida Geral), as outras 24 questões estão divididas em quatro domínios: Físico, Psicológico, Relações Sociais e Meio Ambiente. A coleta de dados foi realizada durante reuniões, de forma auto-administrada. Do total de 196 agentes comunitários de saúde, o grupo de estudo ficou composto por 169 agentes (86,2% do total existente). Os dados foram analisados utilizando-se medidas descritivas e o programa estatístico SPSS. O nível de significância adotado foi de 5%. A confiabilidade do WHOQOL-bref mostrou-se satisfatória, com coeficiente Alfa de Cronbach de 0,87 para as 26 facetas e para os domínios variou de 0,50 (domínio Relações Sociais) a 0,72 (domínio Físico). A maioria dos agentes era do sexo feminino (89,3%); idade entre 19 e 30 anos (47,9%) e idade média de 31,1 anos (DP=8,8); 61,5% com segundo grau completo e com predomínio de casados (42,6%). Quanto à qualidade de vida, numa escala de 0 a 100, onde maiores escores médios indicam melhor avaliação da qualidade de vida, a Qualidade de Vida Geral obteve um escore médio de 69,6 (DP=14,5). O domínio Relações Sociais obteve o melhor escore médio, 75,8 (DP=14,2). O domínio Físico obteve escore médio de 74,2 (DP=13,2) e o domínio Psicológico, 74,0 (DP=11,4). O domínio Meio Ambiente obteve o menor escore médio, de 54,1 (DP=12,0). As facetas que obtiveram os maiores escores médios em cada domínio foram: relações pessoais (domínio Relações Sociais); mobilidade e capacidade de trabalho (domínio Físico); espiritualidade, religião e crenças pessoais e auto-estima (domínio Psicológico) e ambiente no lar e segurança física e proteção (domínio Meio Ambiente). As facetas que obtiveram os menores escores médios em cada domínio foram: suporte ou apoio social (domínio Relações Sociais); energia e fadiga (domínio Físico); pensar, aprender, capacidade de memória e concentração (domínio Psicológico), e recursos financeiros e oportunidades de recreação/lazer (domínio Meio Ambiente). Pela correlação entre cada questão que compõe o domínio e o escore médio do domínio, observou-se que todas as facetas foram estatisticamente significativas, em maior ou menor proporção, em cada um dos respectivos domínios. Os resultados obtidos sugerem uma avaliação positiva para a Qualidade de Vida Geral e para os domínios Relações Sociais (maior escore médio entre os domínios), Físico e Psicológico, e uma avaliação intermediária para o domínio Meio Ambiente (menor escore médio entre os domínios). Este estudo possibilitou uma avaliação sobre qualidade de vida geral de um grupo de agentes comunitários de saúde e melhor entendimento sobre o tema.
Título em inglês
Quality of life of community health agents from a city in the interior of Paraná State.
Palavras-chave em inglês
community health agent
family health program
quality of life
Resumo em inglês
This is a descriptive and transversal study, with a quantitative approach. The aim of this study was to evaluate the quality of life of community health agents from a city in the interior of Paraná State, Brazil. A generic instrument was used to evaluate quality of life, elaborated by the World Health Organization researchers, WHOQOL-bref, in its Portuguese version. This instrument comprises two parts. The first one is about participants. The second contains 26 questions. The first two questions assessing the overall quality of life and general health (Overall Quality of Life), the others 24 questions are distributed in four domains: Physical, Psychological, Social Relationships and Environment. The data were collected during the meetings and the questionary was self-administered. The initial population included 196 agents, resulting in a group of study composed by 169 agents (86,2% of the total). The data was submitted to descriptive analysis and statistical program SPSS. The adopted level of significance was of 5%. WHOQOL-bref has shown reliability satisfactory, with Cronbach’s Alpha coefficient of 0,87 for the 26 facets and ranged from 0,50 (Social Relationships domain) to 0,72 (Physical domain). Most of the agents were female (89,3%); aging between 19 and 30 years (47,9%) and average age of 31,1 years (SD=8,8); 61,5% with complete secondary school and predominantly married (42,6%). Concerning quality of life, in a possible variation from 0 to 100, the higher scores indicate better quality of life evaluation, the Overall Quality of Life obtained mean score of 69,6 (SD=14,5). The Social Relationships domain obtained mean score of 75,8 (SD=14,2). The Physical domain obtained mean score of 74,2 (SD=13,2) and Psychological domain, 74,0 (SD=11,4). The Environment domain obtained the lower mean score, of 54,1 (SD=12,0). The facets that had gotten the higher mean score in each domain had been: personal relationships (Social Relationships domain); mobility and capacity of work (Physical domain); spirituality, religiouness and personal beliefs and self-esteem (Psychological domain) and home environment and physical safety and security (Environment domain). The facets that had gotten the lower mean score in each domain had been: social support (Social Relationships domain); energy and fatigue (Physical domain); thinking, learning, memory and concentration (Psychological domain), and financial resources and participation in and opportunities for recreation/leisure activities (Environment domain). For the correlation between each question that composes the domain and the mean score of the domain, was observed that all facets had been statiscally significant, with higher or lower ratio, in each one of the respective domains. The obtained results suggest a positive evaluation for the Overall Quality of Life and Social Relationships domain (the higher mean score between the domains), Physical and Psychological, and an intermediate evaluation for the Environment domain (the lower mean score between the domains). This study turned possible an evaluation about the quality of life of a community health agents group and a better understanding about the subject.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
KLUTHCOVSK_ACGC.pdf (778.55 Kbytes)
Data de Publicação
2005-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.