• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2004.tde-25112004-102348
Documento
Autor
Nome completo
Yolanda Flores Peña
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Maria Cecilia Puntel de (Presidente)
Lima, Regina Aparecida Garcia de
Matumoto, Silvia
Mishima, Silvana Martins
Peduzzi, Marina
Título em português
"O processo de trabalho da enfermeira no cuidado à criança sadia em uma instituição da seguridade social do México"
Palavras-chave em português
acompanhamento da criança
cuidado à criança sadia
Processo de trabalho em saúde
Resumo em português
O objetivo geral do estudo foi analisar o processo de trabalho da enfermeira materno infantil (EMI), orientado ao cuidado da criança sadia no Programa de Vigilância da Nutrição, Crescimento e Desenvolvimento da Criança menor de 5 anos de idade, em uma instituição da Seguridade Social no México. Fundamentou-se nas concepções do processo de trabalho em saúde de Mendes-Golçalves (1994), no processo de trabalho da enfermagem como proposto por Almeida (1991) e Almeida e Rocha (1997), e nas concepções teóricas da micropolítica do trabalho vivo em saúde, que permitiram focalizar o espaço intercessor trabalhador/usuário (MERHY, 1997, 2004). Utilizou-se a abordagem qualitativa com observação sistemática direta e entrevista semi-estruturada. Os sujeitos do estudo foram as enfermeiras (EMI), as assistentes médicas da EMI (AEMI) e as mães que compareceram à consulta de enfermagem. Observaram-se 87 consultas proporcionadas pelas EMI, e observação à área da recepção atendida pela AEMI, assim como entrevista a este pessoal (6 entrevistas) e as mães (25 entrevistas). A saturação dos dados e a compreensão do significado foram os critérios para estabelecer o número necessário de observações e entrevistas. As consultas proporcionadas pela EMI identificaram-se centradas na realização de procedimentos como: verificação do peso, estatura e revisão da carteira de vacinas conforme os protocolos de atenção (tecnologias duras), com diálogos mais bem identificados como monólogos da EMI à mãe. Verificou-se que o encontro entre a mãe/filho portadores de uma dada necessidade de saúde com a EMI portadora de um arsenal de saberes específicos e práticas, envolve um encontro de situações não equivalentes, a mãe tem a necessidade de que a EMI, no mínimo a cumprimente e a acolha. Assim o trabalho da EMI é capturado pelo trabalho morto, pela configuração institucional que se expressa no tempo de atendimento, na consulta marcada com antecedência, no seguimento dos protocolos e rotinas impostos pelo serviço que não permitem o estabelecimento de um núcleo cuidador. Mas como o trabalho da EMI é trabalho em saúde que se efetiva em um processo quase-estruturado, a EMI foi capaz de produzir trabalho vivo como fonte de tecnologias leves (tecnologias de relações, de acolhimento), baseando-se principalmente em seu autogoverno que lhe permitiu o estabelecimento de um núcleo de cuidado mãe/filho-centrado. A conformação da equipe de saúde foi identificada como equipe agrupamento caracterizada pela fragmentação e especificidade do trabalho com comunicação de aspectos só pessoais. As mães perceberam o cuidado à criança sadia como a realização de procedimentos, verificação do peso e estatura, ter um registro dos avanços no desenvolvimento de seu filho e o fornecimento da cota de leite, que surgiu como um orientador/desorientador da atenção que coloca os atores sociais em conflito com necessidades distintas. Recomenda-se a flexibilização das normas e rotinas que permitam a construção de um núcleo cuidador mãe/filho-centrado, baseado nas tecnologias leves como o acolhimento e a confiança, para que a mãe possa colocar suas dúvidas relacionadas ao cuidado de seu filho e desenvolva um grau de autonomia e assim reconhecer à enfermeira como cuidadora, educadora, conselheira e promotora da saúde
Título em inglês
Nurses work process in the care of healthy children at a Social Security Institution in Mexico.
Palavras-chave em inglês
continuity child care
well child care
Work process in health
Resumo em inglês
The general aim of this study was to analyze the work process of maternal child nurses, directed to the care of healthy children in the Program of Nutrition Surveillance, Growth and Development for children under 5 years of age at a social security institution in Mexico. This research was based on the concepts of health work process by Mendes-Gonçalves (1994), the nursing work process proposed by Almeida (1991) and Almeida and Rocha (1997) and on the theoretical conceptions of micropolitics of health work involving human staff, enabling the author to focus the worker/user space (1991) (MERHY, 1997, 2004). A qualitative approach was used through systematic direct observation and semi-structured interviews. The subjects were maternal child nurses, medical assistants who welcomed the patients when they arrived and mothers who went to the nursing consultation. 87 nursing consultations were observed as well as the reception of patients. In addition, author interviewed the staff (6 interviews) and mothers (25 interviews). Data saturation and meaning comprehension were the criteria to establish the necessary number of observations and interviews. The consultations were identified as centered in procedures such as: weight and height measurement, review of the vaccination record according to the care protocols (hard technologies) with dialogues identified as monologues of nurses to the mothers. Findings showed that the meeting between mother and child with specific health needs and nurses with large scientific and practical knowledge involves an approximation of non-equivalent situations. The mothers expect, at least, that nurses will be able to welcome them. Thus, the maternal child nurse work is captured by a work with machines, the institutional configuration that is expressed during the consultation period, with the appointment determined previously, in following protocols and routines imposed by the service and that do not allow the establishment of a caring core. However, with nurses work, the health work happens in a nearly-structured process and nurses were able to produce a live work as a source of soft technologies (relationship and welcome technologies), based mainly in their self-governance and allowing the establishment of a nucleus of care centered in the mother/child. The conformation of the health team was identified as a grouping team characterized by the fragmentation and specificity of the work with only the communication of personal aspects. Mothers perceived that the care of a healthy child is based on procedures to verify height and weight, registration of the development of their children and the supply of a milk portion, that appeared as a factor that guided/disturbed the care as resulted in conflict among the social actors with different needs. The author recommends the flexibilization of the norms and routines, enabling the construction of a nucleus centered in the mother/child, based on soft technologies of welcome and trust, allowing mothers to ask their questions related to the care of their children as well as to develop a level of autonomy, recognizing the nurse as a care provider, educator, advisor and health promoter.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
doutorado.pdf (2.51 Mbytes)
Data de Publicação
2005-02-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.