• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2014.tde-19022015-162305
Documento
Autor
Nome completo
Rosemeire Aparecida de Oliveira de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Ana Maria de (Presidente)
Sonobe, Helena Megumi
Oliveira, Harley Francisco de
Título em português
Análise do perfil epidemiológico e sobrevida de pacientes com câncer colorretal em um hospital universitário de 2000 a 2010
Palavras-chave em português
Atenção primária
Câncer colorretal
Incidência
Perfil epidemiológico
Prevalência
Sobrevida
Resumo em português
O câncer colorretal (CCR) é o quarto tipo mais incidente mundialmente e a taxa de mortalidade ocupa a terceira posição. Apresenta desenvolvimento lento e bom prognóstico quando diagnosticado em estadio inicial. Apesar de ser um câncer que pode ter rastreamento populacional, as políticas públicas não têm conseguido estabelecer estratégicas efetivas de prevenção e diagnóstico precoce. Este estudo teve como objetivo geral caracterizar o perfil epidemiológico da coorte dos pacientes diagnosticados com CCR, atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2010. Estudo de coorte retrospectivo, longitudinal, baseado em dados secundários do Registro Hospitalar de Câncer (RHC) do HCFMRP-USP. As análises foram realizadas com o auxílio do Programa Excel 2010 da Microsoft e o Software R 3.0.1. Para análise da sobrevida, foi utilizado o método não paramétrico de Kaplan-Meier e para as associações foi aplicado o teste de Fisher e Qui-quadrado. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto- USP, nº 224.448/2012, Resolução CNS 466/2012. A população foi composta por 926 pacientes e os resultados evidenciaram prevalência do sexo masculino, com idade de 70 anos ou mais, 38,9% analfabetos/baixa escolaridade, 54,2% foram diagnosticados com o estadio III e IV e a localização predominante do tumor foi cólon e reto. O tempo médio entre a primeira consulta e o diagnóstico foi de 19,8 dias e entre o diagnóstico e o tratamento, foi de 27,8 dias. Observou-se igual sobrevida para homens e mulheres, sendo que o tempo médio entre o início do tratamento e a ocorrência do óbito foi de 626,3 dias. Conclui-se que há necessidade de investir na prevenção primária do CCR, com ações que minimizem os fatores de riscos conhecidos e na prevenção secundária com testes efetivos, como a pesquisa de sangue oculto nas fezes. Destaca-se ainda a urgente necessidade de políticas públicas mais direcionadas e investimento na educação permanente dos profissionais de saúde, principalmente o enfermeiro, que tem papel primordial na geração de conhecimento para esta população
Título em inglês
Analysis of the epidemiological profile and survival of patients with colorectal cancer in a university hospital from 2000 to 2010
Palavras-chave em inglês
Colorectal neoplasms
Epidemiology
Health profile
Primary health care
Resumo em inglês
Colorectal cancer (CCR) is the fourth most incident cancer worldwide and is the third leading cause of cancer-related deaths. It develops slowly and has a good prognosis when identified in early stages. Even though it can be screened in the population, public policies have not established effective preventive measures or early diagnosis strategies. This study's general objective was to characterize the epidemiological profile of a cohort of patients diagnosed with CCR cared for by the Hospital das Clinicas at University of São Paulo at Ribeirão Preto, Medical School (HCFMRP-USP) from January 2000 to December 2010. This longitudinal, retrospective cohort was based on secondary data from the Cancer Hospital Record from HCFMRP-USP. Analyses were performed using Excel 2010, Microsoft and R software 3.0.1. For the analysis of survival, Kaplan-Meier non-parametric method was used and the Fisher's test and Chi-square were used for associations. The study was approved by the Institutional Review Board at the College of Nursing at Ribeirão Preto, USP according to CNS Resolution 466/2012 (No. 224,448/2012). The population was composed of 926 patients and the results show a prevalence of 70 years old or older males, 38.9% were illiterate or had low level of education, 54.2% were diagnosed at stages III and IV, while the predominant sites were colon and rectum. The average time between the first consultation and diagnosis was 19.8 days and 27.8 days between diagnosis and treatment. Equal survival rates were observed for both men and women while the average time between the beginning of treatment and death was 626.3 days. There is a need to invest in CCR primary prevention with actions that minimize known risks and secondary prevention with effective tests such as fecal occult blood test. We also highlight the urgent need of public policies focused on this condition and investment on the permanent education of healthcare professionals, especially nurses who play an essential role in transmitting knowledge to this population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.