• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2009.tde-18082009-123504
Documento
Autor
Nome completo
Marina Garcia Manochio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Rosane Pilot Pessa (Presidente)
Pedrão, Luiz Jorge
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
O perfil e a atuação do nutricionista no tratamento dos transtornos alimentares
Palavras-chave em português
Nutricionista
Perfil
Transtornos alimentares
Resumo em português
O profissional nutricionista é capacitado para atuar em áreas do conhecimento em que a alimentação e a nutrição se apresentam fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde. Entre essas, estão os transtornos alimentares (TA), quadros psicopatológicos graves e atuais, cuja etiologia é bastante complexa e multifatorial. No âmbito da alimentação, apresentam importantes alterações do comportamento, variando desde restrições até compulsões alimentares. O tratamento deve ser multiprofissional e interdisciplinar, sendo o nutricionista o profissional qualificado para implementar a avaliação e orientação nutricionais. No entanto, não há estudos na literatura que abordem o papel desse profissional na equipe de tratamento, direcionando as ações de nutrição nesse contexto. Sendo assim, o objetivo deste estudo, de natureza qualitativa, foi identificar o perfil e a atuação do nutricionista que desenvolve essa atividade. Foram entrevistados seis nutricionistas inseridos em serviços especializados das regiões Sul e Sudeste do Brasil: GRATA-HCFMRP-USP em Ribeirão Preto, AMBULIM-HCFMSP-USP e PROATA-UNIFESP em São Paulo, GOTA-IEDE e Psiquiatria da Santa Casa de Misericórdia no Rio de Janeiro e GEATA-CEAPIA de Porto Alegre. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado um roteiro semiestruturado, sendo que as entrevistas foram áudiogravadas, realizadas na cidade de origem do serviço e transcritas na íntegra. Os temas que emergiram foram: o nutricionista, a função, o fazer e o trabalho em equipe. Os participantes, apenas um do sexo masculino, tem de 29 a 52 anos de idade, de cinco a 34 anos de formação e trabalham, em sua maioria, voluntariamente no serviço há sete anos, em média. Todos fizeram curso de especialização na modalidade de lato sensu e/ou stricto sensu. A maioria já se interessava pela temática antes dessa atuação e sente-se valorizada pelo profissional ser essencial na equipe. Porém, é preciso desenvolver-se emocionalmente para a relação com o paciente a fim de compreender que os sintomas alimentares são consequências de conflitos intensos e abrangentes. Para isso, devem apresentar postura acolhedora, contudo firme. As principais dificuldades se referem às orientações quanto às modificações necessárias para melhorar a relação que o paciente estabelece com os alimentos e com o peso, ter uma abordagem psiconutricional e saber lidar com a frustração e impotência, sentimentos que comumente emergem nessa atividade. O trabalho em equipe foi caracterizado como algo que oferece segurança e respeito. Há boa comunicação entre os integrantes, o que proporciona crescimento e aprendizagem, apesar das dificuldades relativas à falta de estrutura física adequada e à inserção de novos profissionais sem experiência na área. Para todos eles, os conhecimentos adquiridos durante a graduação foram insuficientes para subsidiar essa atuação sendo necessário, o aprimoramento através de cursos de pós-graduação. Os resultados sugerem que os profissionais mostraram-se engajados nos serviços e realizados com essa conquista e atuação, apesar das limitações do cotidiano. Os desafios impostos para o campo da nutrição no contexto dos TA são inúmeros, mas apontam para a possibilidade de apreender diferentes olhares e perspectivas na direção do diálogo interdisciplinar, tendo por intuito romper a formação tecnicista tradicional e promover a integralidade do cuidado em saúde.
Título em inglês
The profile and performance of the dietitian in the treatment of eating disorders.
Palavras-chave em inglês
Eating disorders
Nutritionist
Profile
Resumo em inglês
The nutritionist professional is able to act in areas of knowledge where the food and nutrition are fundamental to the promotion, maintenance and recovery of health. Among these are the eating disorders (ED),serious and current psychopathologic cases, which etiology is multifactor and very complex. In the realm of food field show important changes in behavior, ranging from restrictions to food compulsions. Treatment should be multidisciplinary and interdisciplinary, being the professional nutritionist the one qualified to implement evaluation and nutritional guidance. However, there areno studies in the literature that address the role of the professional treatment team, directing the actions of nutrition in this context. Therefore, the objective of this study, of qualitative nature, was to identify the profile and performance of the nutritionist who develops this activity. We interviewed six nutritionists inserted in specialized regions of South and Southeast of Brazil: GRATAHCFMRP- USP in Ribeirão Preto, USP AMBULIM-HCFMSP-and-PROATA UNIFESP, São Paulo, GOTA-IEDE and Psychiatry, Santa Casa de Misericordia in Rio de Janeiro and AEE-CEAP in Porto Alegre. As data collection instrument it was used a semi structured script, and the interviews were audio recorded, performed in the city of origin of the service and transcribed in full. The themes that emerged were: the nutritionist, the role, doing and teamwork. The participants, only one male, 29 to 52 years of age, from 5 to 34 years of training and work, mostly on a voluntary service, for seven years on average. All have current expertise in the modality lato senso and/or strict senso. Most of them had been interested in the subject before that performance and feel grateful when the professional is essential in the team. However, we need to develop ourselves emotionally to the relationship with the patient to understand that food is a symptom of intense and comprehensive conflict. This will provide friendly attitude, yet firm. The main difficulties relate to the guidance on the changes necessary to improve the relationship that the patient establishes with food and weight, have a psyco-nutritional approach and knowing how to deal with frustration and incapacity, feelings that commonly arise in this activity. Team work was characterized as something that provides security and respect. There is good communication between members, which provides growth and learning, despite the difficulties on the lack of adequate physical infrastructure and the insertion of new professionals with experience in the area. For all the knowledge acquired during the studies was insufficient to support such action is necessary, the improvement through post-graduate. The results suggest that professionals seemed to be engaged in services and carried out with this achievement and performance, despite the limitations of everyday life. The challenges for the field of nutrition in the context of the TA are numerous, but indicate to the possibility of understanding different views and perspectives in the direction of interdisciplinary dialogue, with the aim to break the traditional technical training and promote the integration of health care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.